MAIN
Home
Arquivos
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 Início >> Arquivos>>Mestres individuais

Share International HomeShare International HomeBackground information

Mestres individuais

por Aart Jurriaanse

Uma concisa biografia de três Mestres na Hierarquia Espiritual: o Mestre Koot Hoomi, o Mestre Morya, e o Mestre Rakoczi.

Até agora a humanidade teve relativamente pouco contato consciente com os vários Mestres, que normalmente funcionam dos níveis etéricos, e portanto além do reconhecimento consciente do homem. Existem, no entanto, alguns desses Homens perfeitos que em alguns momentos assumiram um corpo de manifestação para permitir-Lhes trabalhar mais efetivamente em Suas tarefas apropriadas entre as nações do mundo. Estas Entidades de Luz, embora permaneçam não reconhecidas no que diz respeito às Suas verdadeiras naturezas e capacidades, representam centros focais para a distribuição do amor e sabedoria hierárquicos e divinos, e são canais práticos para certos aspectos do Plano.

Graças aos Seus próximos contatos, através das eras, com os assuntos dos homens, os nomes de alguns poucos desses Mestres se tornaram conhecidos, assim como alguns detalhes sobre suas atividades. Deve sempre ser lembrado, no entanto, que qualquer descrição como esta dada em termos humanos deve inevitavelmente permanecer limitada, já que o homem não pode realmente perceber ou traduzir aquilo que é espiritual e sublime, e para o propósito de visualização o homem involuntariamente abaixa e reduz o exaltado subjetivo para termos materiais. Mas mesmo que a imagem imaginada seja de certa forma deformada e irreal, isto ainda pode servir para levar o aspirante mentalmente, e portanto conscientemente, outro passo mais próximo a aqueles que estão ainda mais prontos em ajudar os seres humanos em seu longo caminho ao topo da montanha.

Os nomes que imediatamente vêm à mente são, é lógico, aqueles do Cristo e do Buda, mas já que artigos separados serão devotados a estes dois Grandes Seres, a atenção será primeiramente dada para alguns de Seus mais elevados assistentes. Destes três elevados Mestres, sejam agindo como lideres dos principais departamentos hierárquicos ou tendo papéis de apoio importantes, são de primária importância. Estes três são os Mestres Koot Hoomi, mais elevado assistente do Cristo; o Mestre Morya, assistente do Senhor da Raça; e o Mestre Rakoczi, o Senhor da Civilização.

(1) Mestre Koot Hoomi (KH)

Um dos nomes mais conhecidos nos círculos esotéricos é provavelmente aquele do Mestre Koot Hoomi, freqüentemente abreviado com as iniciais KH. Alega-se que ele aparece às vezes em um corpo físico em um pequeno, calmo e recluso povoado, Shigatse, escondido nas montanhas do Himalaia. Este povoado também é o retiro físico para alguns outros Mestres temporariamente funcionando na comunidade humana. KH é descrito como um homem alto e nobre, mas não de porte muito forte, de pele clara, com olhos azuis profundos, dos quais saem amor e sabedoria; Seu cabelo e barba são castanhos dourados. Ele recebeu Seu treinamento de iniciado em um corpo da região da Caxemira, mas também recebeu uma boa educação Ocidental em uma universidade Britânica. Ele é controlado pelo Raio do Amor-Sabedoria e, como seria conseqüentemente esperado, está profundamente envolvido em vitalizar e proclamar os ensinamentos esotéricos. Além do mais, a Ele foi apresentado a tarefa de estimular o latente fator do amor, ainda dormente em quase todo o coração humano, e também o de despertar a raça dos homens para a consciência de sua fundamental fraternidade, que deve eventualmente levá-los a Una humanidade.

KH é um dos Mestres mais elevados, e com suas qualificações de Amor e Sabedoria, está sendo treinado como o sucessor do Instrutor do Mundo para, quando a sexta-raça raiz estiver estabelecida, o Cristo sair de Seu presente posto para prosseguir com um trabalho ainda mais avançado em planos superiores. Sobre as atuais circunstâncias, KH trabalha em uma associação próxima com o Cristo, e também adquiriu o direito de entrar livremente e consultar as “Cortes de Shamballa”.A Mestres de um nível inferior são permitidos tais contatos apenas em intervalos estabelecidos.

Um dos projetos especiais nos quais o Mestre KH está presentemente engajado, em colaboração de perto com os Mestre Morya e Jesus, é o de achar uma base para a síntese do pensamento religioso Oriental e Ocidental, com o objetivo de eventualmente desenvolver a Religião Mundial, que irá servir como o elo comum para a unificação da humanidade.

O Mestre KH também tem a tarefa de reorganizar a educação mundial e em parte por causa desta função ele já é bem conhecido no Ocidente, onde Seus pupilos e discípulos estão bem e amplamente espalhados. Durante as últimas décadas, KH tem, no entanto, se ocupado em tal extensão em problemas mundiais mais amplos, cuidado do destino de figuras mundiais proeminentes, e manuseando incentivos e propósitos mais profundos, que Ele não mais tem a oportunidade de ditar pessoalmente ensinamentos para Seus discípulos trabalhando em campos de atividades mais restritos, e em assuntos que podem ser transmitidos de maneira tão eficiente por iniciados de um grau menor. Um certo numero de seus pupilos foram conseqüentemente transferidos para DK e outros Mestres para maiores treinamentos.

Outro encargo especial que KH assumiu a responsabilidade é o de colaborar com quatro outros Mestres em direção a ser iniciar os passos necessários para preparar a humanidade para a eminente reaparição do Cristo, e a simultânea exteriorização da Hierarquia.

(2) Mestre Morya (M)

Ele é o mais elevado sobre estudo e eventual sucessor do Senhor da Raça. Trabalhando sobre a energia do Primeiro Raio da Vontade e Poder, M possui uma aparência dominante. Ele é alto e escuro, com cabelo e barba escuros, e olhos brilhantes.

Existe uma associação próxima entre os Mestres KH e M, e estes dois amigos colaboram em muitos aspectos, já que Seus trabalhos com a humanidade não podem ser nitidamente delineados e uma certa quantidade de sobreposição é inevitável. Com sorte, em níveis subjetivos, competição e inveja são características desconhecidas, e não existe, portanto, nunca nenhum perigo de um grupo invadindo o território do outro—eles estão todos cooperando em seus esforços para ajudarem a humanidade a alcançar seu destino final.

Estando no Primeiro Raio, o Mestre M está também associado de perto com Shamballa, já que o Propósito Divino é projetado pela energia da Vontade e Poder.

O Mestre M é o inspirador para os estadistas do mundo, e manipula forças que irão promover as condições para o prosseguimento da evolução racial, assim inspirando lideres nacionais com visão e ideais internacionais por maior tolerância e cooperação entre as nações e raças. Os iniciados e discípulos trabalhando no grupo deste Mestre estão conseqüentemente, também primeiramente, preocupados com a expressão da síntese no governo e no mundo político. A síntese objetivada é grandemente de natureza subjetiva, e não será negada por diferenças exteriores, fornecendo a estas disparidades boa vontade e boa cooperação. Este espírito cooperativo deve e irá levar eventualmente a paz e compreensão na Terra—uma paz na qual culturas individuais e nacionais serão preservados, embora subordinadas aos interesses da humanidade como um todo.

Como o cabeça e principal organizador de todas as escolas e organizações esotéricas no mundo, o Mestre Morya também é amplamente conhecido e possui um grande numero de pupilos tanto no Oriente como no Ocidente. Como no caso de KH, as rápidas mudanças nas condições mundiais estão demandando sua constante atenção, e com grande pressão de trabalho em Seus ombros, M também delegou ditados pessoais e ensinamentos a Mestres mais jovens e discípulos avançados.

(3) Mestre Rakoczi (R)

O Mestre R, freqüentemente amorosa e respeitosamente referido como “O Conde”, é o Senhor da Civilização e em comando de vários grupos, através do qual Ele está exercendo ampla influencia nos assuntos mundiais. Na prática, Ele é o oficial executivo da Loja dos Mestres em seus trabalhos na Europa e na América, onde Ele consuma os Planos planejados pelo Conselho executivo interno do Cristo. Ele é conseqüentemente também conhecido como o Regente da Europa e da América, intimamente influenciando destinos de governos. Ele está especialmente ocupado com o futuro desenvolvimento dos assuntos raciais na Europa, e com o desenvolvimento mental dos povos da América e da Austrália.

Enquanto em encarnação física, o Conde Rakoczi era Húngaro, e em uma época uma figura bem conhecida da corte Húngara, sendo até mesmo citado em relatos históricos. Em outras encarnações ele se tornou conhecidos historicamente como o Conde de St. Germain, e, antes disso, na Inglaterra, ele primeiramente usou a personalidade de Roger Bacon e depois novamente aquela de Francis Bacon.

Embora o Mestre R esteja sobre o Sétimo Raio, a maioria dos seus pupilos sobre sua direção estão sobre o Terceiro Raio. Ele trabalha principalmente através do ritual e cerimonial esotérico, e está vivamente interessado no cerimonial religioso.

Com o Sétimo Raio de Cerimonial e Ordem agora entrando em proeminência, a função do Mestre R de sintetizar todos os aspectos do Plano no plano físico está se tornado mais claramente definido. É a Sua responsabilidade materializar aquela nova civilização a qual todos os homens estão aguardando. Como o Líder do departamento do Terceiro Raio da Inteligência, também é Sua função a de coordenar as atividades dos grupos do Quinto Raio da Ciência Concreta, e aquelas do sétimo Raio da Ordem Cerimonial.

Cada esforço está sendo agora exercido para deter o existente caos ao redor do mundo, e para fora dele produzir as fundações para a ordenada beleza do futuro. As forças do mal estão energeticamente opondo-se a estes esforços semeando sementes de discórdia, interrupção, insegurança, incerteza e medo. Conter tudo isto é a tarefa extremamente difícil do Conde, uma tarefa, no entanto, tornando-se mais fácil já que o Sétimo Raio está ano a ano se tornando mais potente, e seus efeitos estão sendo definitivamente mais noticiáveis para aqueles com olhos para ver. A maré virou!


“Nenhuma atividade pode lhe dar a alegria que o serviço dá... Você deve ansiar pela chance de consolar, confortar, encorajar, curar. Veja você mesmo como o outro, sinta sua alegria como sendo a sua, sua tristeza como sendo a sua.” Bhagavan Sri Sathya Sai Baba


Tirado do livro Bridges por Aart Jurriaanse, ISBN 3-929345-11-0, maiores informações: http://www.amazon.com/Bridges-Theosophy-Anthroposophy-Aart-Jurriaanse/dp/3929345110


© 2000 Share International. Todos os direitos reservados.
A reprodução de artigos de qualquer forma da Share International requer permissão que não será dada de maneira desmedida. Para requisitar a permissão ou se você tem perguntas, por favor viste nossa página de feedback http://share-international.org/feedback/feedback.htm e clique em “request to reprint published material”.

 

 


HomeCopa

  | INÍCIO | | ARQUIVOS |