MAIN
Home
Arquivos
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 Início >> Arquivos>>O Mestre Jesus

Share International HomeShare International HomeBackground information

O Mestre Jesus

por Aart Jurriaanse

Discussão sobre o atual status e presente responsabilidade do Mestre Jesus.

Embora o Mestre Jesus (J) seja um adepto sobre o Sexto Raio da Devoção e Idealismo Abstrato, e assim resida no departamento do Senhor da Civilização, ele foi destacado para servir o Cristo, o Instrutor do Mundo, para promover o bem-estar do Cristianismo. Ele é no presente o inspirador e diretor da religião Cristã através do mundo.

Em colaboração com os Mestres KH e M, o Mestre Jesus está profundamente interessado em unificar os pensamentos religiosos através do Oriente e Ocidente. De acordo com o Plano, isto irá levar à Igreja Universal, unindo todas as pessoas sobre a Una Humanidade.

O Mestre J é bem conhecido da história bíblica, fazendo sua primeira aparição como Joshua, o filho de Nun, e subseqüentemente, 2000 anos atrás, como o jovem iniciado Jesus, que abriu mão de seu corpo para o uso do Cristo. Isto culminou em sua quarta iniciação no momento da crucificação. Ainda depois, ele reencarnou como Apolônio de Tiana, e tomou a quinta iniciação para se tornar um Mestre da Sabedoria. Desde aquele tempo, ele esteve se movendo no mundo dos homens, mas além dos olhos públicos, continuamente promovendo o gérmen da verdadeira vida espiritual onde for possível, independente da seita ou religião, ajudando os teólogos e homens da igreja a aderirem ao caminho indicado. A Europa é o seu campo especial de esforço e, embora ele tenha vários pupilos, sua principal tarefa é a de influenciar as massas, e gradualmente guiar a opinião publica em direção a melhores relações, e ao reconhecimento de que todas as religiões estão invocando a ajuda do Único Deus, e que através de tolerância e boa vontade, isto levará à Religião Mundial. A beleza desta Religião Universal estará no fato dela ser colorida e diversificada pelas muitas línguas, características e costumes das nações constituintes do mundo, sem que este fatores diminuam sua unicidade de motivo e objetivo, e a síntese próxima em níveis espirituais.

Em relação àquela bem conhecida era bíblica quando o Cristo realizou sua fatídica aparição na Palestina, o homem não pode ainda compreender que quando é feito menção à Jesus Cristo, isto se refere à duas entidades separadas temporariamente trabalhando como uma. Primeiramente, existia Jesus, o discípulo e iniciado, cuja personalidade nasceu da Mãe Maria, e segundamente, existia aquela Entidade  a qual nós conhecemos como o Cristo e cujo espírito temporariamente tomou completo comando da personalidade de Jesus, cuja alma durante este período saia do corpo e permanecia à parte. Com a crucificação, foi meramente o corpo físico de Jesus que foi crucificado. O Espírito do Cristo tinha deixado seu corpo, e já que isto corresponde com o momento no qual Jesus tomou sua quarta iniciação (A “Renuncia”), o corpo sendo crucificado era aquilo que tinha sido renunciado por Jesus.

Presente responsabilidade

A presente responsabilidade do Mestre Jesus é a de erguer a vida do pensamento Ocidental para fora do existente pântano de incerteza e medo, onde a humanidade se colocou através da fraude, traição, crueldade, ódio e cobiça, e um constante esforço por domínio e poder. Será a sua tarefa levar a uma mudança de coração. Já existem muitos que através do sofrimento perceberam que as velhas maneiras de vida não podem levar a paz e à felicidade, que a possessão egoísta deve dar lugar à doação e serviço altruístas, e que o ódio e medo devem ser substituídos pela cooperação amável, sabedoria e compaixão.

Tudo isto é responsabilidade do Mestre J—e que tarefa! Mas não há duvidas que progresso está sendo feito, e ele espera atingir um sucesso maior através de uma nova abordagem das Igrejas Cristãs, pavimentando o caminho tanto na Europa e na América para o retorno do Cristo.

O Mestre Jesus também está se esforçando para a união entre ciência e religião, através da qual ele espera contrabalancear a atitude extremamente materialista de muitas pessoas, e também quebrar a irracional e sentimental devoção para com a religião tão distintiva para uma grande parte das pessoas.

É uma previsão que o Mestre Jesus irá ocupar a cadeira do Papa de Roma, e que daquele assento ele irá ser capaz de re-inspirar e re-orientar o todo do campo da religião Cristã, desviando-a de suas presentes tendências políticas e temporais, em direção a uma abordagem mais espiritual.


Tirado do livro Bridges por Aart Jurriaanse, ISBN 3-929345-11-0, maiores informações: http://www.amazon.com/Bridges-Theosophy-Anthroposophy-Aart-Jurriaanse/dp/3929345110


© 2000 Share International. Todos os direitos reservados.
A reprodução de artigos de qualquer forma da Share International requer permissão que não será dada de maneira desmedida. Para requisitar a permissão ou se você tem perguntas, por favor viste nossa página de feedback http://share-international.org/feedback/feedback.htm e clique em “request to reprint published material”.

 

 


HomeCopa

  | INÍCIO | | ARQUIVOS |