MAIN
Home
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 
 Início >> do Mestre>>Maio 2011

Share International HomeShare International HomeBackground information

mensagem anterior mensagem seguinte

Pedido de apoio!

Veio ao nosso conhecimento que mais e mais pessoas estão recebendo nossa informação apenas pelo website, desta maneira, renunciando ao pequeno custo de assinar a revista Share International.

Nem todos podem, ou usam a internet, e é essencial ter uma expressão física externa, que pode apresentar com fotos, os eventos dos quais falamos. Isto significa que é necessário que haja uma revista, que,é lógico, requer uma grande quantidade de trabalho de voluntários, e muito dinheiro para ser produzida. Talvez exista a idéia de que a Hierarquia distribua dinheiro para este trabalho, mas este não é o caso. Assinaturas para a Share International são uma parte essencial para manter o nosso trabalho e alcançarmos o público. O custo da assinatura é mantido o mais baixo possível, a revista não é patrocinada por propagandas e custo postais e de impressão estão aumentando a todo o momento.

Certamente nós todos concordamos que todos aqueles que seriamente acreditam neste trabalham gostariam de ajudar a revista, sejam eles leitores ou não das informações pela internet.

Obrigado pelo seu apoio.


 

Os caminhos do Novo Tempo

do Mestre, por Benjamin Creme - 11 de Abril de 2011

Eventos recentes no Oriente Médio trouxeram a humanidade face a face com vários problemas. As potências Ocidentais tornaram-se envolvidas, grandemente contra suas vontades, numa guerra civil na Líbia que eles não reconhecem como tal. Suas principais preocupações foram a de salvaguardar interruptamente o fluxo de petróleo, à mão na Líbia. Elas também quiseram ajudar as pessoas de Benghazi encarando a matança pelas forças de um tirano quixótico e envelhecendo, que assistiu horrorizado a aparente derrubada com sucesso pelo povo de um poderoso tirano vizinho.

Pouco sabem as potências Ocidentais que os protestos pacíficos do povo Egípcio tornaram-se na Líbia uma revolução armada sem o planejamento e liderança armada para garantir o sucesso.

As Nações Unidas concordaram em criar uma zona de exclusão aérea, mas deveriam ter enviado posteriormente uma força de Paz da ONU, esperançosamente tirada dos países Árabes. A falha em sua realização precipitou a presente difícil situação de grande preocupação.

Energias

Sobre o impacto de poderosas energias agora focadas em Maitreya e Seu grupo, as pessoas do Oriente Médio estão passando por um grande despertar, e estão exigindo novas liberdades e participação na organização de suas vidas. Estas demandas não estão confinadas no Oriente Médio. Mais e mais, estas mesmas demandas por participação e justiça estão sendo ouvidas ao redor do mundo. Os jovens em particular estão sentindo a necessidade de um novo tipo de mundo, um que garanta-os desenvolverem-se e expressarem a si mesmos, livres dos velhos dogmas dos seus pais. O que nós estamos presenciando não é nada mais do que uma renascença dos jovens da Terra, libertando-se da tirania, do ódio e da guerra, fanatismo e separação. Nada pode por muito tempo barrar seu progresso. Este é o Novo Tempo e os jovens estão testando a si mesmos na luta por uma nova vida.

A velha ordem está profundamente enraizada e é difícil de se superar. Os velhos tiranos em cada campo da vida estão avessos a abrirem mão de seus poderes e riquezas, e lutam duro por uma mudança de maré, mas eles lutam contra as energias e vontade da própria Divindade, e devem sair de cena a seu tempo. Um poder maior do que este de todos os poderosos da Terra exige expressão e nada pode impedir sua manifestação. É o caminho do futuro, planejado desde o começo do mundo.

Nada pode barrar este progresso e os jovens são seus prenúncios. Ouçam profundamente aos jovens, eles têm o futuro a salvo em seus corações. Não foi por acaso que foram os jovens na Praça Tahir que sentaram sobre os pés de Maitreya conforme Ele os ensinou os caminhos do futuro, os caminhos no Novo Tempo, o Tempo da Paz, Justiça e Partilha, Liberdade e Amor.


Fraude Global: Esperança Global
por Paul Hellyer

A seguir está uma versão resumida do discurso do ex-deputado, Primeiro Ministro e Ministro da Defesa Canadense Paul Hellyer no Congresso Internacional de ÓVNIS realizado no Arizona, EUA, em Fevereiro de 2011. O Sr. Hellyer não apenas deu a Share International permissão para reimprimir material do seu discurso como também requisitou que disseminássemos as idéias contidas nele.

O sistema financeiro mundial é uma fraude total. É um gigantesco esquema Ponzi [nos quais] bancos emprestam o mesmo dinheiro para várias pessoas ou instituições ao mesmo tempo e coletam juros deles de cada um. O que os bancos realmente emprestam, no entanto, é o seu crédito, e o que eles pegam de volta em compensação por esse privilégio é uma dívida que deve ser repaga com juros...

Um sistema mundial no qual todo o dinheiro é criado como dívida é um desastre perpétuo em sua composição. É como um gigantesco balão que os bancos enchem cheios de dívidas. O balão fica cada vez maior até que a carga de dívidas se torna muito pesada para se carregar, e então é como um balão com um alfinete preso nele. O sistema colapsa e milhares ou algumas vezes milhões de pessoas inocentes perdem seus empregos, casas, fazendas e negócios...

A influência a longo termo do cartel de bancos é incalculável. O seu principal golpe foi o estabelecimento do Sistema de Reserva Federal nos Estados Unidos. Os grandes bancos de Nova York, na verdade, não gostam da idéia de genuína competição, então um pequeno grupo faz uma reunião secreta no resort privado do JP Morgan na ilha Jekll, ao largo da costa da Geórgia [em 1910]. Seus esquemas, planejados por Paul M. Warburg, e subseqüentemente adotado pelo Congresso, é um monopólio privado legal do fornecimento de dinheiro dos EUA operado para o benefício de poucos sobre o disfarce de proteger e promover o interesse público...

Para colocá-lo de forma abrupta, o Congresso transferiu seu direito constitucional soberano para criar dinheiro para a única custódia de um grupo de banqueiros privados. A magnitude do assalto é sem precedentes na história do mundo—o número agora está na casa dos trilhões...

Aquecimento Globall

Enquanto a reforma bancária é o problema mais urgente encarando o mundo hoje, é o aquecimento global que tem iguais ou até mesmos maiores conseqüências a longo prazo. É uma fraude completa fingir que nós temos 30, 40 ou 50 anos para reduzir as emissões de gases de efeito estufa...

Ainda, o cartel do petróleo está fazendo planos como se nada fosse mudar, e que nós vamos ficar com uma economia petrolífera fatal por décadas até que o dano seja irreparável. É muito tarde para começarmos perfurações no alto mar. É muito tarde para novos desenvolvimentos nos desertos de petróleo de Alberta. É muito tarde para mais parques de energia eólica. A transição deve começar agora, com um prazo de 10 anos.

Isto é possível? É lógico que é possível mas apenas com o tipo de mobilização essencial para vencer uma guerra pela sobrevivência. Uma desculpa para a falta de ação tem sido a falta de dinheiro graças aos déficits e dívidas governamentais. Mas esse obstáculo pode ser superado em menos de um ano se governos e legislaturas mudarem o sistema e exercerem seus direitos soberanos para fazerem o que é fisicamente possível financeiramente possível. O céu sabe que existem milhões de trabalhadores desempregados ao redor do mundo aguardando erguerem-se para o desafio.

O outro grande obstáculo tem sido a falta de consenso sobre a forma de energia limpa a ser utilizada para substituir combustíveis fósseis. E isto me traz, finalmente ao assunto do dia, à presença e tecnologias extraterrestres.

A presença e tecnologias extraterrestres

É uma fraude para o governo dos EUA fingirem que não estão interessados em OVNIS. Na verdade, eles tem sido uma matéria de alto e provavelmente pré-eminente interesse por décadas.

Um antigo ufologista Canadense, Wilbert Smith, que era um antigo empregado no Departamento de Transporte, onde eu me tornei ministro não muito depois de sua aposentadoria, escreveu um memorando ultra-secreto para o Controle de Comunicações datado de 21 de Novembro de 1950, pedindo permissão para criar um grupo para estudar os aspectos geomagnéticos dos sistemas propulsores de ÓVNIs.

Como parte deste memorando, Smith disse que ele fez inquéritos discretos através do pessoal da embaixada canadense em Washington onde ele obteve as seguintes informações.

(a) A matéria é um assunto altamente secreto no governo dos Estados Unidos, mas alto até do que a bomba-H.

(b) Discos voadores existem.

(c) Seus modus operandi são desconhecidos mas um esforço concentrado está sendo feito por um pequeno grupo, liderado pelo Doutor Vannevar Bush.

(d) Toda a matéria é considerada pelas autoridades dos Estados Unidos como sendo de tremenda significância.

Então, o Dr. Vannevar Bush, um dos cientistas americanos mais eminentes, e um time de experts que ele juntou, estavam já trabalhando em engenharia-reversa em 1950. (Engenharia-reversa é a combinada arte e ciência de analisar um objeto, de maneira a determinar suas características para possível replicação ou adaptação)...

É muito difícil imaginar o quanto já foi conseguido em 60 anos de engenharia-reversa de tecnologia alienígena que era muito superior à nossa. Não há duvidas que miríades de cientistas, técnicos, e muitas das corporações mais avançadas de aeronaves e armas devem ter adquirido o que seriam classificados como milagres alguns poucos anos atrás...

A área de descoberta que é mais relevante para esta apresentação é a questão de exóticas fontes de energia. Anos atrás, foi relatado que tanto energia de ponto zero como energia de fusão a frio tinham sido desenvolvidas. Estas são fontes de energia que poderiam facilitar a data limite de 10 anos e não apenas revolucionar o mundo para melhor, mas ajudar a preservá-lo como habitat feliz aos Terráqueos.

É evento improvável de que estas fontes ainda não sejam comercialmente viáveis, e tudo o que teríamos que fazer é perguntar a um amigo da espécie amiga para nos ajudar, e eles fariam, porque eles estão profundamente preocupados quanto à nossa sobrevivência. Já que nós ainda estamos tratando-os como inimigos aliens, e fazendo o nosso melhor para abatê-los, nós teríamos que refrear nossa luxuria por conflito e adotarmos um nível aceitável de civilidade intergaláctica.

Melhores pessoas

A terceira mudança essencial é para nós enquanto indivíduos. Um mundo justo e pacifico não é possível quando ele é crivado com suborno, fraude, e corrupção de todos os tipos. Ganância é rei e Mamom reina o mundo.

Instituições precisam mudar também. Por séculos grandes religiões estiveram vendendo suas alegadas superioridades ou exclusividades na ponta de uma espada, levando a mortes de milhares de inocentes. As três religiões Abraâmicas, por exemplo, todas clamam saberem a rota interna do paraíso. Matematicamente, isto é impossível. É muito mais provável, matematicamente, que elas estão todas erradas e que a verdade é maior e mais inclusiva.

A história antiga e moderna, ambas, sugerem que não há esperança de um mundo justo e pacifico a não ser que todas as religiões, e aqueles sem religião, esqueçam suas diferenças e comecem a trabalharem juntos para construírem o Reino de Deus na Terra. Eu defino isto como um mundo no qual toda criança pode ter alimento para comer, água potável para beber, roupas adequadas para vestirem, um telhado sobre suas cabeças, acesso a apoio médico e educação o suficiente para serem capazes de determinarem o quão melhor ele ou ela podem servir à humanidade positivamente, com dignidade e auto-realização.

Que mundo maravilhoso este seria! Mas ele necessitaria de uma mudança de 180 graus em políticas e prioridades e um sério esforço para aplicar a Regra de Ouro que todas as religiões clamam como um caminho comum...

Uma agenda por ação

O primeiro e mais urgente projeto é o de cortar as asas dos banqueiros e democratizar a função de se criar dinheiro. Nos EUA, o Sistema de Reserva Federal deve ser abolido e suas alegadas funções de regularem o fornecimento de dinheiro ser assumida pelo governo federal ou uma agência sobre o seu controle direto. A mais poderosa e valorosa ferramenta no arsenal econômico deve ser disponível para os representantes das pessoas que podem ser responsabilizadas pelos seus sucessos ou falhas.

Alguns reformistas monetários recomendam que os governos criem 100 por cento de um novo dinheiro em uma forma livre de dívidas, bancos verdes ou equivalentes. No interesse de uma rápida e suave transição, eu recomendaria que uma proporção de 34 por cento de dinheiro criado pelo governo e 66 por cento de dinheiro criado por bancos funcionariam satisfatoriamente. Dos bancos iria se requerer manterem 34 por cento de reservas em dinheiro contra seus depósitos.

A coisa importante é que governos devem imediatamente criar grandes somas de dinheiro necessários para balancearem seus orçamentos e colocarem suas economias trabalhando na capacidade máxima novamente. Eu estou falando sobre uma infusão de talvez equivalente a US$10 trilhões para começar e mais se for necessário para colocar as economias a todo vapor e reduzir o desemprego ao redor do mundo por pelo menos a metade, com a criação de milhões de novos empregos.

Isto provavelmente causará massiva inflação, como o cartel financeiro irá imediatamente alegar, porque é um dos seus pesadelos mais antigos e com maior sucesso? A resposta para seus fonemas enganosos é um ressoante "não". Como qualquer economista deveria saber, é a quantidade de dinheiro que é criada que influencia os preços, e não quem os imprime. Então, contanto que os governos limitem o que os economistas chamam de "o efeito multiplicador", não haverá problema.

Certamente, o sistema presente tem sido inflacionário. Um dólar americano de 1950 vale apenas 7.5 centavos hoje. Um sistema monetário de bom senso deveria produzir resultados melhores do que este. Então, não existe motivo pelo qual o sistema bancário não deveria ser fundamentalmente reformado—imediatamente!

Existem quatro outras ações que eu acho, as pessoas do mundo, deveriam pedir de seus políticos:

1. Uma lei deve ser aprovada imediatamente que proíba todos os políticos, candidatos para cargos políticos e partidos políticos aceitarem dinheiro de qualquer instituição financeira assim como fazer disso uma ofensa criminosa para qualquer instituição que o ofereça direta ou indiretamente.

2. Os líderes mundiais devem adotar um prazo de 10 anos para reduzir as emissões de gases que causem o efeito estufa por 90 por cento.

3. Isto será apenas possível se os EUA apresentarem seus conhecimentos sobre a presença e tecnologias Extraterrestres, e o que já foi conseguido em 60 anos de engenharia reversa.

4. A ONU deveria declarar 2012 o ano do perdão e da reconciliação—uma nova era de co-operação e (ágape) amor entre as raças, tribos, religiões, nações, e religiões tanto global quanto intergaláctico. Nós temos muito que aprender de nossos visitantes das estrelas em muitas áreas incluindo medicina e produção de alimentos.

Finanças Internacionais contra as pessoas do mundo

Nada desta visão de um mundo justo e pacifico será possível a não ser que o poder todo penetrante dos bancos internacionais possa ser quebrado... A internet está dando poder às pessoas que nunca o tiveram. Os jovens do mundo, em concerto com milhares de seus pais e outros que se importam com o estado do mundo, podem usar o poder das redes sociais para realizarem um milagre em seus próprios benefícios e aqueles das gerações sucessoras.

As valentes pessoas da Tunísia e do Egito mostraram uma maneira de conseguirem o que acreditava-se ser impossível. Nos partilhamos de suas euforias. Ao mesmo tempo eles, e nós, devemos perceber que é apenas o começo. Verdadeira liberdade irá apenas ser possível quando eles tiverem se libertado da tirania dos bancos internacionais, e Wall Street não for mais capaz de manipular o preço de seu pão diário.

Um bom começo seria o de distribuir um milhão de cópias deste discurso e traduzi-lo para várias línguas. Então a geração nascente pode bombardear as barricadas através de suas redes sociais. Mudança de regime não é necessariamente esperada para lideres que se recusam em ver a luz. Mas cidadãos preocupados do mundo devem unir-se e chocalhar as jaulas de todos os políticos federais. Digam a eles abruptamente que eles devem vigorosamente darem apoio a agenda acima ou encararem uma derrota inevitável nas próximas eleições. É uma mensagem simples, mas a única que eles entendem.

Em uma conferência de imprensa em 29 de março de 2001, anunciando que os EUA estavam dando com o pé atrás com o Protocolo de Kyoto, o Presidente George W.Bush disse: "Um amigo é alguém que lhe diz a verdade." É isto o que eu estou fazendo hoje. É uma mensagem de esperança global para cada raça, cor, religião, e nacionalidade no mundo e de relações pacificas com visitantes de outros reinos.

Para mais informações: www.victoryforworld.net


 

Perguntas e Respostas
- uma seleção da revista deste mês

P. Quantas entrevistas em televisão Maitreya deu até agora [11 de Abril de 2011]?
R. Trinta e seis.

P. Quantas entrevistas ocorreram nos EUA e quantas no México?
R. Vinte e nove nos EUA. Sete, até agora, no México.

P. Os espectadores Americanos e os Mexicanos respondem diferentemente às ideias de Maitreya? Se sim, qual é a principal diferença?
R. As diferenças entre os EUA e o México são obviamente imensas -- tamanho, população, riqueza, desenvolvimento econômico, história e conquistas. Seria surpreendente se suas respostas às ideias de Maitreya não fossem diferentes. México é pobre. A população do México é de 22-24 milhões, a maioria, vivendo nas periferias das cidades em cidadelas de cabanas, são desesperadamente pobres. Se estas pessoas pobres têm acesso à televisão eu não sei, mas talvez eles tenham através da partilha. De qualquer forma, eu tenho certeza que suas respostas são mais imediatas e de coração do que nos EUA. Também, e isto eu posso revelar pela primeira vez, os arranjos na televisão são diferentes. Nos EUA, Maitreya apareceu 29 vezes, mas nunca sozinho, sempre como um em um "painel" de porta vozes com diferentes pontos de vista. No México (sete até agora), as entrevistas são de um a um. Assim Maitreya fez um "calmo" começo e provavelmente será muito mais franco de agora em diante.

P. Existem algumas cidades que não foram impactadas pela radiação nuclear que se seguiu aos trágicos problemas do Japão?
R. Até agora, nenhum país foi impactado pela radiação nuclear vinda do Japão.

P.Eu ouvi que certas plantas absorvem radiação nuclear mais prontamente do que outras; você poderia por favor dizer quais?
R. Tabaco parece ter um grande apetite incomum por radiação nuclear.

P. A farmácia homeopática, Ainsworths em Londres, recomenda para as pessoas no Japão o remédio "Mix 45 Radiação Atômica de Narayana" mais "Mix 30 Radioterapia". Ela é útil apenas para pessoas no Japão? Ou que outras partes do mundo você aconselha a tomarem o remédio?
R. Para qualquer pessoa no mundo que você ache que tenha sido exposta à radiação nuclear.

P. Em que partes do mundo estavam ou estão em níveis críticos de radiação devido à catástrofe no Japão no último mês?
R. Nenhum lugar. Houve uma reação extraordinariamente histérica para o acidente na usina nuclear japonesa. Até agora, as únicas pessoas afetadas pela radiação são aquelas vivendo na parte Norte Nordeste do Japão.

P. Seria melhor que parássemos de comer peixe já que todos os mares estão conectados?
R. Todos os oceanos e massas de terra do mundo já estão afetados até alguma extensão com radiação nuclear, assim como está o ar que nós respiramos. Os Irmãos Espaciais passam 90 por cento dos Seus tempo e esforços neutralizando-a (dentro da Lei Cármica). Nós injustificadamente esgotamos os estoque de peixes no oceano, mas colocando as coisas em perspectiva, existem ainda muitos peixes no mar.

P. Ao Coronel Gadafi deveria ser oferecido anistia e asilo em algum lugar fora da Líbia para salvar mais vidas?
R. Sim.

P. O Ocidente deveria cumprir com as exigências das forças rebeldes na Líbia e supri-las com armas já que eles estão praticamente desarmados em comparação com o que as forças de Gadafi têm à sua disposição?
R. Não, eles deveriam manter-se às restrições da ONU, mas também deveriam enviar uma força de paz, preferivelmente dos países Árabes.

P. É verdade dizer que o Ocidente está menos propenso à intervir em estados não-produtores de petróleo no Oriente Médio e no Norte da África?
R. Sim, existe uma clara evidência para isso até agora.

P. As pessoas do Egito e do Japão mostraram ao mundo lições de disciplina, igualdade e apoio coletivo. Que fatores os fazem tão exemplares? São suas histórias, por exemplo?
R. Sim, principalmente. Também, no Egito, Maitreya passou três semanas no Cairo, muito do tempo com os protestantes na Praça Thair. No Japão, Maitreya e outros Mestres passaram muito tempo na catástrofe salvando e consolando as pessoas.

P. (1) Você acha que nós algum dia veremos o poder das pessoas nos EUA igual àquele agora ocorrendo no Oriente Médio e no Norte da África? (2) Se sim, quanto ao que os Americanos devem protestar?
R. (1) Sim, certamente; o mundo aguarda para a manifestação da alma Americana, que, eu acredito, irá ocorrer depois do Dia da Declaração. No entanto, foi o poder das pessoas que forçou os EUA a retirarem suas tropas do Vietnã e foi o poder das pessoas que terminou com o "apartheid" nos EUA. (2) Os EUA são enorme e possuem uma população de cerca de 300 milhões de pessoas com pontos de vistas politico e econômico diferentes, dando várias razões para as quais alguns grupos protestarem contra ou à favor de algo.

P. Maitreya disse que a Grã-Bretanha irá desenvolver um modelo para uma arte de civilização; quanto ao que Maitreya estava se referindo?
R. Uma civilização baseada em justiça econômica, liberdade política e ordem.

P. Algumas pessoas dizem que antes de um terremoto elas perceberam uma mudança distinta no comportamento do certos animais como se eles estivessem registrando algum tipo de energia sendo emitida por tensão aguda vinda de um terremoto eminente, similar talvez às sensações que algumas pessoas experienciam antes de uma tempestade. Existe alguma maneira confiável de se detectar esta energia com tempo o suficiente para evacuar áreas potencialmente afetáveis?
R. Eu tenho certeza que muitos animais possuem esta resposta ao perigo iminente através de alguma mudança na pressão do ar ou outra coisa. Eu tenho certeza de que existe uma maneira, mas, até agora, nós não temos nenhuma maneira confiável de detectar esta energia, embora indivíduos aqui e ali possam dizer que possam.

P. Por que nós precisamos de tecnologia para evoluir?
R. Tecnologia é o resultado da criatividade humana. Cada avanço evolucionário foi acompanhado por um tecnológico. Nossa presente tecnologia, que você pode ou não gostar, do ponto de vista esotérico, é magia Atlante em uma volta mais alta da espiral.

P. Maitreya irá nos ajudar a preparar a nova humanidade?
R. Maitreya está no tempo presente mostrando à humanidade o que é necessário para construir um novo mundo e uma nova abordagem a esta vida.

P. Quando o tráfico de armas irá parar-- supondo que ele possa ser parado?
R. Quando a humanidade renunciar a guerra para sempre. Este tempo está mais próximo do que a maioria das pessoas pensam.

P. Você poderia indicar quando os cientistas irão descobrir e realmente pesquisar seriamente os planos etéricos de matéria?
R. Eles já o fizeram sem o reconhecerem. O que eles postulam como "matéria negra" são na verdade os planos etéricos de matéria. A percepção está próxima!

P. O que se entende por "Avatar humano"? (1) Todos os Avatres humanos possuem uma influência positiva? (2) É possível que um avatar humano tenha uma influência negativa sobre seus seguidores?
R. (1) Não. (2) Sim, perfeitamente possível, infelizmente.

P. Em março de 2011, a Share International publicou uma fotografia de um grande objeto tubular e você diz que é a "estrutura interna de uma nava espacial de grande porte". Esta coluna central é idêntica à das naves espaciais descritas por George Adamski?
R. Sim.

P. Eu li o Grande Retorno de Benjamin Creme e o livro de George Adamski. Eu ouvi sobre Benjamin Creme depois de ver um filme de Bill Maher. Eu também estudei Alice Bailey e Helena Blavatsky. Depois de ler o Grande Retorno, eu me sentei, pensando o que eu diria se eu tivesse uma audiência, quando uma energia lentamente entrou na sala. Ela lentamente se aprofundou conforme eu expandi meus pensamentos. Eu não consigo acreditar que Deus queira minha ajuda ou que Maitreya possa estar interessado em uma pessoa como eu. Eu não sou uma boa pessoa ou uma pessoa respeitada. Eu não possuo uma fé, mas eu gosto de teosofia e de antroposofia. Basicamente, eu odeio a vida. Eu faço muito pouco pelo mundo e eu não tenho nenhuma fé real. Quando este poder veio sobre mim, eu pensei como sua mensagem está relacionada a um melhor modo de vida para um mundo melhor. Isto é bem incomum para mim, um vislumbre de esperança. Eu não sei o que pensar.
R. A energia veio do Senhor Jesus. Continue lendo!


Óvnis mitigam terremoto em Tóquio


Sinais do Tempo

Filmagem em vídeo feita em 7 de Abril de 2011, no momento do gigantesco terremoto de 7.5 graus próximo de Tóquio, mostra uma luz azul brilhante no horizonte. Estações de noticias ao redor do mundo relataram que a luz poderia ser um fenômeno que se pensa ocorrer devido à intensa atividade eletromagnética com o movimento das placas tectônicas.

No entanto, a informação do Mestre de Benjamin Creme é de que a luz foi, na verdade, a atividade de espaçonaves de Marte contra-atacando a energia do terremoto, levando-a a "implodir". Esta ação preveniu um efeito catastrófico do terremoto na cidade de Tóquio, com uma população de 13 milhões.

Esta técnica está aparentemente em um estado de desenvolvimento, e nunca foi usada antes ao se lidar com um terremoto de tal magnitude. O resultado foi de grande sucesso e promissor para futuras emergências.

Avistamento à luz do dia de Óvni sobre o Monte do Templo

Um vídeo do YouTube postado em 28 de Março de 2011 mostra um Óvni sobrevoando o Monte do Templo em Jerusalém à luz do dia. Repentinamente, o objeto brilha muito intensamente, e voa rapidamente em direção aos céus (Fonte: Youtube: Livefreerevolution)
(O Mestre de Benjamin Creme confirma que este é um autentico avistamento de uma espaçonave. Veja também a "estrela" de Maitreya sobre o Monte do Templo filmado na noite de 28 de Janeiro de 2011, SI Março de 2011)

Óvnis sobre Fukushima

Um filme do YouTube filmado em 26 de Março de 2011 mostra uma frota de Óvnis sobre Fukushima, Japão. (Fonte: YouTube: BigSilvs7)
(O Mestre de Benjamin Creme confirma que estes Óvnis são espaçonaves inspecionando o céu acima e o mar ao redor da acometida estação de energia nuclear)

Nova Zelândia - Fotos de espirais azuis e luzes vermelhas no céu sobre Christchurch, Nova Zelândia, foram postadas como uma parte de um vídeo do Youtube no site. O texto diz: "Minha mãe tirou estas fotos à cerca das 5 da manhã em 29 de Março de sua sacada em Scarborough Hill em Summer Christchurch. As luzes da cidade que você podem ver são da área de New Brighton. Ela disse que esta coisa permaneceu bem visível durante o dia." (Fonte: YouTube: deathby1000papercuts.com)
(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o Óvni foi uma espaçonave monitorando a área por uma possível futura atividade sísmica.)

Austrália - Fotos de um vídeo tiradas em Greta, New South Wales, Austrália, em 19 de Fevereiro de 2011. O criador do filme escreve: "Sexta de manhã checando o clima na frente da minha varanda, como eu normalmente faço, uma unidade apareceu no céu ao norte nordeste e parou lá, então começou uma jornada ao redor do céu em direção ao sul. Eu peguei a minha câmera dentro de casa e estes três pequenos vídeos são o resultado." (Fonte: YouTube: orgasmictomato)
(O Mestre de Benjamin Creme confirma que era um trio de espaçonaves de Marte em um trabalho regular de monitoramento)

Em 13 e 14 de Março de 2011 a estrela de Maitreya foi filmada Sobre Dunedin, Nova Zelândi. (Fonte: YouTube:stillwater027)

A "estrela" de Maitreya filmada sobre Samnager, Noruega, em 19 de Fevereiro de 2011 por T.W.

A "estrela" de Maitreia filmada sobre Melbourne, em 26 de Fevereiro de 2011. O criador do filme escreve: "Eu fui pescar na última noite... e percebi uma estrela muito brilhante, maior do que a maior estrela que eu já tinha visto antes, e eu me considero como um caçador/observador do Óvnis e sei o quão grande e brilhante nossas maiores estrelas se parecem ao olho nu, mesmo assim eu olhei para este objeto por cerca de 30 minutos? Então eu pensei, é melhor eu pegar minha câmera da minha bolsa e dar-lhe uma ampliada para olhar melhor, e então criar um filme." (Fonte: YouTube: element1962)


Partilhando os recursos
por Scott Champion

Em um sistema econômico racional, o suprimento e fornecimento de alimentos não estaria sobre o controle das forças de mercado a não ser que este sistema, em seu esquema, garantisse um adequado fornecimento de alimento para todos, independente da capacidade de se pagar por ele. Claramente este não é o caso hoje já que milhões morrem de fome a cada ano. É racional, portanto, para o mundo abraçar uma economia baseada em forças de mercado onde os alimentos estejam sobre a influência e controle de poderosos e egoístas participantes do mercado e especuladores? São estes mesmos jogadores que, quando vendo um mercado bem suprido, aumentam os preços, fazendo uso da mídia e outros truques para semearem o medo nas mentes de usuários finais (na verdade jogando no mercado por lucros), que resulta em preços muito mais altos conforme os usuários agem para assegurarem futuros suprimentos. Já que existe um excedente de alimento per capita no mundo, commodities individuais de alimentos raramente iriam se extinguir se estes "operadores" parassem com suas atividades monopolizadoras e especulativas quando o fornecimento está baixo¹. Nos raros momentos quando itens de alimentação individuais podem ter seu fornecimento diminuído por um tempo limitado, consumidores teriam que substituí-los.

Existe um excedente per capita de alimentos no mundo

Defensores das forças de mercado argumentam que altos preços servem para reservar suprimentos limitados. Enquanto existe obviamente alguma verdade nesta observação, os vários "jogos" desviantes realizados com estes mesmos suprimentos são convenientemente ignorados. Faltas, ou faltas percebidas, são freqüentemente nada mais do que manipulação de informação e mercados—particularmente mercados futuros e mercados de balcão de derivativos—por grandes especuladores como os de fundos hedge e bancos de investimentos internacionais. Aparentes "faltas" podem ser, e freqüentemente são criados por sofisticados e bem financiados participantes de mercado. Não é incomum hoje para um único jogador, ou um pequeno grupo de jogadores, controlar o preço de uma commodity global comprando substancialmente o suprimento que é guardado e disponível para entrega em armazéns de commodities "autorizados" de Nova York, Chicago ou Londres (como relatado por Michael Taylor e Pratima Desai em um artigo de noticias da Reuters em Dezembro de 2010, o banco de investimentos americano JP Morgan recentemente controla 80 à 90 por cento do cobre mantido nos armazéns de Troca de Metais de Londres). Assim que o suprimento é "removido" do mercado e não é mais possível de ser entregue (porque está sendo mantido de fora do mercado), especuladores estão livres para aumentar os preços para níveis muito mais altos. Este jogo é mais comum do que a maioria das pessoas percebem e é especialmente fácil em pequenos mercados de commodities. Ás vezes, até mercados muito grandes como o de petróleo, que foi de U$ 50 dólares o barril no começo de 2007 para U$150 o barril no meio de 2008, pode ser empurrado para níveis recordes por especuladores (que estavam comprando frotas inteiras de navios cheios de petróleo e mantendo-os fora do mar, e portanto do mercado), mesmo que o mercado de petróleo estivesse adequadamente suprido. Este é o jogo do dinheiro, para lá e para cá, jogado por cada mercado disponível. Mas alguns desses "homens de dinheiro" também estão jogando este jogo com alimentos—o básico essencial para a vida.

Quando aplicado para suprimentos globais de alimentos, este jogo especulativo contribui para a situação na qual 1 bilhão de pessoas passam por grandes dificuldade para terem acesso à alimentos diariamente devido aos altos preços e a falta de distribuição adequada. E os próprios governos, agindo para protegerem suas indústrias e fazendas, contribuem com os suprimentos limitados e altos preços de alimentos através de complexos esquemas de apoio a preços e remoção de suprimentos. Mas a única razão para a existência contínua deste sistema de distribuição de alimentos inadequado e especulativo baseado em forças de mercado é o de perpetuar um mecanismo pelo qual um número relativamente pequeno de homens poderosos e gananciosos podem se tornar mais ricos, ganhando através de especulação e pelos seus controles dos mercados e preços muito mais do que eles precisariam ou gastariam no tempo de várias vidas. Mas por quão mais o mundo pode agüentar este "jogo de lucros" manipulado e as milhões de vidas perdidas cada ano? Quando será que os pobres que sofrem no mundo, incapazes de pagarem os preços do mercado, poderão ter o suficiente para alimentarem suas famílias, se levantarão diante da destrutiva ideologia das forças de mercado e insistirão que o suprimento global de alimentos pertence à todos? Agora com a emergência pública de Maitreya, este dia pode não estar longe.

Se a humanidade escolher e aceitar o principio da partilha como é aconselhado por Maitreya, um fornecimento adequado de alimentos (que inclui água potável e limpa) se tornaria um direito manifestado para todas as pessoas em todos os países. Neste tempo, pode se assumir que um público global informado demandaria mudanças nas atuais estruturas econômicas, insistindo por um nível básico de equidade nos essenciais para a vida. Dado que os requerimentos básicos para a vida humana são um suprimento adequado de alimentos e água potável segura, a provisão de alimento para todos é a mais fundamental necessidade sobre o principio da partilha e a ela deve ser dada a maior prioridade. Sendo assim, se tornaria a responsabilidade de cada nação agindo em conjunto, garantir que um adequado suprimento de comida saudável seja disponível para todos. Enquanto a provisão de comida para todas as pessoas pode não ser imediatamente atingida, de acordo com Benjamin Creme em uma informação dada pelo seu Mestre, é estimado que levará apenas cerca de três anos assim que a humanidade aceitar o principio da partilha para se chegar ao ponto no qual ninguém na Terra passará fome.

No inicio, a completa eliminação da fome seria apenas atingida por um massivo programa emergencial de ajuda, um programa que teria que ir bem mais longe do que já fora tentado. Mas, em tempo, o direito universal à alimentação deve ser estabelecido perpetuamente, dentro de qualquer sistema econômico, ou sistemas, que a humanidade possa ter através de um consenso global sobre a partilha de recursos. Já que nada será imposto pelos Mestres, depende da humanidade escolher como partilhar. Um desses sistemas de partilha, que foi colocado à frente por Maitreya, é o de "Dar, em confiança a todos os homens, a produção do mundo para as nações do mundo"². Com respeito a alimento, esta idéia (como expresso nos livros e palestras de Benjamin Creme), pode ser implementada através de nações com excedentes de alimento contribuindo para um reservatório comum, por item, dos alimentos que eles produzem em excesso sobre suas necessidades; nações com déficits de alimentos, por item, iriam retirar deste excesso afim de sanarem suas próprias necessidades. Desta maneira, partilha para lá e para cá, um complexo sistema de troca poderia ser desenvolvido afim de tornar esta partilha "de nação para nação" um novo sistema internacional de distribuição de recursos.

Em uma nova economia mais aberta, justiça e bem-estar material seriam balanceados com a necessidade de se criar e viver uma vida vibrante.

Depois que um adequado suprimento de alimentos for assegurado para todos, e se a humanidade escolher, moradia básica (incluindo utilidades), saúde e educação se tornariam rapidamente disponíveis para todos independente da capacidade de pagar. Já que a maioria dos capitalistas hoje são motivados pela ganância, estas quatro necessidades básicas, através do tempo, serão provavelmente colocado por consenso global fora das garras do capitalismo e das forças de mercado. Já que o movimento de uma abordagem "baseada no mercado" para uma "baseada nas necessidades" nas necessidades básicas pode levar anos para se realizar, espera-se que o presente tipo de capitalismo ainda exista em uma fase de transição futura, mas o controle dos essenciais para a vida não pertencerá a um sistema de "livre mercado" se é para todos os terem.

Para entender o quão simples é para todos terem as necessidades essenciais para a vida (pelo menos em países com relativamente altos padrões de vida), alguém deveria olhar para os modelos de saúde já em uso no mundo desenvolvido no qual os cuidados de saúde são providos por uma taxa nominal, ou gratuitamente, para todos em necessidades. Utilizando o modelo de gasto de impostos para prover cuidados de saúde (pagando doutores, hospitais, companhias farmacêuticas), não seria muito problema para estes modelos darem um passo à diante e proverem alimento, casa e educação para todos, ou para aqueles em necessidade, já que a mecânica é a mesma. Apenas requereria maiores impostos (e compromisso), mas as necessidades da vida estariam garantidas. E em vários países, em um grau maior ou menor, isto já está começando a acontecer. Os países mais próximos de proverem as necessidades como direitos, os países Escandinavos, geralmente possuem as maiores taxas de impostos (a disposição de seus cidadãos em pagarem estes impostos mais altos é um reflexo do compromisso de cada sociedade com a justiça). Mas estaria a cargo de cada nação decidir como, e quão rapidamente, mover-se da presente mistura de capitalismo/socialismo para uma na qual as necessidades básicas são providas a todos como um direito universal.

Novo Socialismo

O socialismo com o qual o mundo está familiarizado é baseado na idéia de que recursos, bens e serviços pertencem a todos na sociedade e são administrados por uma forma coletiva de posse, ou o governo agindo como o coletivo, para o beneficio das pessoas. O principio básico do socialismo como uma teoria política, social e econômica é o de criar um sistema comum de propriedade onde ninguém tenha carência. Na antiga URSS, a implementação de idéias socialistas envolveram quase o total controle do estado sobre fatores/meios de produção. Na China, mesmo antes do colapso da URSS, uma versão mais flexível foi implementada, permitindo propriedades co-operativas existirem junto com a propriedade estatal.

O Novo Socialismo preservaria o objetivo do socialismo por justiça, mas colocaria o poder político nas mãos das pessoas. Não seria o socialismo ou comunismo do passado, que foi imposto de cima, especialmente no velho sistema Soviético—com poder político, recursos e capital sobre o controle do estado—mas seria uma abordagem completamente nova com muitas possibilidades distintas de implementação. Como o socialismo do passado, ele também iria abraçar o principio de que ninguém tenha falta dos essenciais para a vida. Este é o ponto principal. Mas diferente do velho comunismo e modelos socialistas, o Novo Socialismo não tentaria eliminar as influências capitalistas da economia mais amplamente, porque o capitalismo possui certas forças que podem contribuir positivamente para a economia de uma nação, particularmente nas áreas de flexibilidade econômica e inovação em negócios. O velho socialismo era rígido, não tendo liberdade energética ou movimento em suas relações sociais ou econômicas. Na antiga URSS, a economia tornou-se estática e inflexível e eventualmente falhou. O Novo Socialismo procura integrar-se a uma economia mais aberta, balanceando seu objetivo de justiça para todos, incluindo uma vida material adequada, com a necessidade das pessoas em evoluírem , em criarem novas coisas, e em viverem uma vida interessante e vibrante.

Novo Capitalismo

Em tempo, com a aceitação das idéias de Maitreya quanto ao sentido e propósito da vida, o Novo Capitalismo esperançosamente irá evoluir a um ponto no qual ele colocará sua criatividade, impulso e energia a serviço da humanidade, deixando para trás o lucro super-competitivo gerando atividades hoje. Hoje o foco no capitalismo está no retorno do capital, fazendo o mais alto lucro por unidade de investimento. Mas nos tempos vindouros, dentro das primeiras décadas depois do Dia da Declaração de Maitreya, ganhar dinheiro não será mais o impulso que influencia a vida para muitos que estão hoje altamente preocupados com a criação de riqueza individual—e criação de riqueza sem importar o custo para o planeta ou para a sociedade como um todo.

A presente energia competitiva econômica—a competição sobre recursos entre os homens, corporações e nações—será transmutada conforme o mundo abraçar os modelos econômicos baseados em simplicidade na vida e sustentabilidade na utilização de recursos. Os capitalistas de amanhã beneficiariam a humanidade trazendo inovações para a vida e contribuindo para o bem-estar maior de todos, de maneira que todos se beneficiem. Este novo foco em se servir a humanidade pode ser a força de impulso do Novo Capitalismo, e seria uma linha de pensamento totalmente nova. Não seria o capitalismo da ganância e superprodução que nós conhecemos hoje. Os futuros capitalistas procurariam responder as seguintes questões como: "Como nós podemos fazer da vida melhor para todos?" "Quais novos métodos de manufatura nós podemos criar que livrariam os empregados da labuta das condições de trabalho repetitivo?" "Quais novas abordagens para o conceito de trabalho nós podemos imaginar e implementar afim de que todos que precisem de trabalho possam tê-lo?" "Como nós podemos criar um ambiente de trabalho mundial onde as pessoas tenham tanto o retorno adequado como um tempo de lazer adequado?"

Capitalismo e Socialismo, ambos, possuem algo a oferecer para a economia global. Se as melhores idéias de cada um forem integradas em um todo funcionante e coeso, seria possível ter uma economia global que garantisse os básicos essenciais para todos e os deixassem livres para explorarem e expressarem suas próprias individualidades em qualquer direção que eles possam escolher—negócios, política, meio ambiente, música, arte, ciências, e por aí vai. Enquanto o principio da partilha no presente possa parecer uma utopia, a aceitação e implementação da partilha de recursos em uma escala global tornaria esta vida futura possível. Apenas a partilha dos recursos pode libertar as pessoas do stress no qual elas vivem apenas para assegurarem o retorno suficiente para proverem as necessidades básicas da vida para elas mesmas e suas famílias, um stress que lhes rouba o verdadeiro potencial inerente em cada vida humana—uma vida que pode ser espontânea, interessante, e segura. Seguramente nós estamos nos aproximando rapidamente do ponto no desenvolvimento e consciência humanas no qual a humanidade pode visualizar um mundo sem intenso egoísmo, sem competição, vivendo em paz, explorando sua mais alta natureza e ideais, e desmantelando os muros de separação existindo entre diferentes pessoas e nações.

Nota de rodapé ¹: Ver artigo de Frederick Kaufman "A Bolha dos Alimentos: Como Wall Street fez milhões passarem fome e saiu impune disso." Revista Harper, Julho 2010.

Nota de rodapé ²: Creme, Benjamin. Mensagens de Maitreya, o Cristo. Imprensa Tara, Londres, 1980, p.27.


Tendências

Natureza ganha direitos iguais aos humanos na Bolívia

A Bolívia está em rumos de fazer história introduzindo a Lei da Mãe Terra, que garante à toda a Natureza direitos iguais aos humanos. Se aprovada (e pouca oposição é esperada já que a Bolívia está sofrendo de forma aguda com os efeitos das mudanças climáticas) ela irá estabelecer 11 novos direitos para a Natureza, incluindo:

  • o direito à vida e à existência;

  • o direito à continuar com seus ciclos vitais e processos livres da alteração humana;

  • o direito à água pura e ar limpo;

  • o direito ao equilíbrio;

  • o direito a não ter suas estruturas celulares modificadas ou geneticamente alteradas;

  • e o direito a não ser afetado por mega infra-estruturas e projetos em desenvolvimento que afetem o equilíbrio de ecossistemas e as comunidades locais que habitem a região.

"Ela faz história mundial... Ela estabelece uma nova relação entre homem e natureza", disse o Vice-Presidente Álvaro García Linera.

Influenciada pela visão espiritual de mundo dos indígenas Andinos que vêem a Mãe Terra, Pachamama, como um ser vivo, o esboço da nova lei declara: "Ela é sagrada, fértil e a fonte de vida que alimenta e cuida de todos os seres vivos em seu ventre. Ela está em equilíbrio permanente, harmonia e comunicação com o cosmos. Ela é composta de todos os ecossistemas e seres vivos, e sua auto-organização."

Disse o Ministro Exterior David Choquehuanca: "Nossos avós nos ensinaram que nós pertencemos a uma grande família de plantas e animais. Nós acreditamos que tudo no planeta faz parte de uma grande família. Nós, povos indígenas, podemos contribuir para resolvermos as crises energética, climática, de alimento e financeira com nossos valores."

A lei não será abstrata apenas; um Ministério da Mãe Terra será estabelecido e poderes legais serão dados a comunidades para monitorarem os efeitos da indústria, em particular os efeitos da mineração extensiva de estanho, prata, outro e outros materiais. No entanto, o governo precisa avançar cautelosamente, já que lucros de mineração provêm 1/3 da moeda estrangeira do país.

Mudanças climáticas já estão afetando a Bolívia adversamente na forma de enchentes, secas, geadas e deslizamentos de terra. A perda de geleiras esta levando à uma crise em plantações e faltas de água, e se a temperatura se elevar mais 3,5 graus Celsius como é previsto para os próximos 100 anos, muito da Bolívia pode se transformar em um deserto.

Evo Morales, o primeiro Presidente indígena Boliviano, condenou países industrializados por falharem em manterem as temperaturas a um aumento de 1 grau Celsius. Graças à sua influência, a Bolívia iniciou cinco resoluções aprovadas pela ONU incluindo Harmonia com a Natureza e Conferência Mundial de Povos Indígenas. (Fonte: The Guardian, Reino Unido; motherearthrights.org)

(Veja também: entrevista com Polly Higgins que primeiro postulou a idéia da Declaração Universal pelos Direitos Planetários, modelado sobre a Declaração dos Direitos Humanos (SI Julho/Agosto 2010); e o artigo pelo teólogo Leonardo Boff que esboçou, junto com ex-ministros externos da Nicarágua Miguel d'Escoto, uma Declaração Universal dos Direitos da Mãe Terra para apresentação na conferência sobre Mudanças Climáticas de Cochabama de Abril de 2010 (SI Abril 2010).

Visitantes do espaço exterior são bem vindos

Muitos Americanos não apenas acreditam que as pessoas do espaço existem, como também acolhem com prazer a chance de conhecerem visitantes do espaço exterior. Um estudo recente descobriu que 50 por cento das pessoas estão animadas pela perspectiva de contato com extra-terrestres, e acreditam que estes amigáveis aliens partilharão seus conhecimentos com a humanidade.

O influente psicólogo, Dr. Albert Harrison, da Universidade da Califórnia, que conduziu o estudo disse: "A descoberta de IET (inteligência extra-terrestre) pode ser menos surpreendente para gerações que cresceram com processadores de texto, calculadoras eletrônicas, avatares e telefones celulares se comparado à gerações mais antigas acostumadas com máquinas de escrever, réguas de cálculo, orelhões e bonecas de pano."

Ele comentou que pesquisas realizadas indicaram que metade da população dos EUA e Europa acreditam que extra-terrestres existem e uma "substancial proporção" de pessoas estão convictas que naves alienígenas já visitaram a terra. (Fonte: The Sun, Reino Unido)

 

mensagem anterior mensagem seguinte


HomeCopa

  | INÍCIO |