MAIN
Home
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 
 Início >> do Mestre>>Junho 2012

Share International HomeShare International HomeBackground information

mensagem anterior mensagem seguinte

Pedido de apoio!

Veio ao nosso conhecimento que mais e mais pessoas estão recebendo nossa informação apenas pelo website, desta maneira, renunciando ao pequeno custo de assinar a revista Share International.

Nem todos podem, ou usam a internet, e é essencial ter uma expressão física externa, que pode apresentar com fotos, os eventos dos quais falamos. Isto significa que é necessário que haja uma revista, que,é lógico, requer uma grande quantidade de trabalho de voluntários, e muito dinheiro para ser produzida. Talvez exista a idéia de que a Hierarquia distribua dinheiro para este trabalho, mas este não é o caso. Assinaturas para a Share International são uma parte essencial para manter o nosso trabalho e alcançarmos o público. O custo da assinatura é mantido o mais baixo possível, a revista não é patrocinada por propagandas e custo postais e de impressão estão aumentando a todo o momento.

Certamente nós todos concordamos que todos aqueles que seriamente acreditam neste trabalham gostariam de ajudar a revista, sejam eles leitores ou não das informações pela internet.

Obrigado pelo seu apoio.


 

O Caminho para a co-operação

pelo Mestre—através de Benjamin Creme, 9 de Maio de 2012

Quando os homens perceberem os benefícios da co-operação, eles irão adotá-la como a maneira mais agradável e inteligente de prosseguir. Ido para sempre terão as dificuldades e tensões da constante competição, a tensão que suga a alegria de trabalhar e faz cada dia uma luta pela existência. Lógico, existem muitos que adoram esta luta competitiva, que acham na competição o estímulo que para eles faz a vida digna de se viver, colocando seus frágeis egos contra os demais. Eles precisam da competição para perceberem a eles mesmos. No entanto, no tempo imediatamente à frente, os homens, mais e mais respondendo às benéficas energias de Aquário, irão perceber a natureza de divisão da competição e irão de bom grado adquirirem o hábito da co-operação. Desta forma o mundo irá colher um enorme benefício, conforme os homens trabalharem juntos como iguais nas muitas tarefas de reconstrução que irão aguardar os seus serviços. Assim será o mundo transformado por mãos dispostas. Assim o novo mundo será forjado.>>>> Aquário é outro nome para união, e através de sua dádiva da co-operação esta união irá gradualmente se manifestar. União será a marca do novo tempo.

A escolha hoje

Por incontáveis milhares de anos, a competição dominou. Muitas são as realizações que pelo hábito da competição enriqueceram a caminhada à frente da raça, mas significantes como elas possam aparecer, elas são nada contra as possibilidades que a co-operação teria permitido. Conforme as civilizações marcaram o progresso do homem, as mais altas inspirações surgiram do esforço co-operativo, e chamaram o homens para frente. Hoje a humanidade chegou ao ponto de mudança. A mente sempre curiosa e os espíritos competitivos dos homens levaram a raça ao seu ponto mais perigoso na história. O desejo pelo maior poder em sua forma material nos deu a bomba atômica e uma vida de miséria para milhões. O homem deve então entrar de bom grado em um novo caminho que irá trazer um fim a rivalidade destrutiva e a guerra, ou enfrentar a própria aniquilação. Esta é a escolha que encara agora a raça dos homens. Cada um deve pensar profundamente e tomar uma posição.


 

Perguntas e Respostas
- uma seleção da revista deste mês

P. Quantas entrevistas Maitreya deu até agora?

R. 64 (até 12 de Maio de 2012).

P. Maitreya está continuando a dar Suas entrevistas no Brasil, ou Ele deu alguma recentemente em outro país?

R. Ainda no Brasil.

P. Quando Maitreya dá entrevistas na televisão, Ele viaja de avião para as várias cidades na América do Norte e do Sul para ir aos estúdios, ou Ele é ligado via satélite de Londres?

R. Ele possui Seu próprio meio de transporte-- uma espaçonave que mantém-se na órbita da Terra e viaja nos planos etéricos.

P. Existem agora mais de 2 bilhões de pessoas com as quais Maitreya "pode contar"? Você mencionou que Ele podia contar com 1.8 bilhões de pessoas alguns anos atrás.

R. Agora é cerca de 1.8 bilhões e crescendo.

P.Na edição de Março de 2012 da Share International seu Mestre escreveu um artigo no qual Ele mencionou alguns sinais por vir que iriam galvanizar e fascinar as pessoas que os experienciassem. Seu Mestre também escreveu que a experiência dos sinais iriam ajudar a preparar as pessoas para a emergência de Maitreya e dos Mestres. (1) Algum dos sinais aos quais seu Mestre se refere já aconteceu? (2) Você tem liberdade para indicar que tipo de sinais eles podem ser? Os sinais vindouros estariam relacionados à atividade dos ÓVNIs e o trabalho dos Irmão Espaciais?

R. (1) Sim-- na Macedônia, em uma das igrejas antigas, as paredes de dentro que possuem murais pintados. Pelos séculos, a "fumaça das velas" escureceu as imagens inteiras. Um milagre recentemente aconteceu quando os halos dos ícones repentinamente começaram a brilhar, como se tivessem sido restaurados por tinta dourada, parecendo tão brilhantes como no dia quando foram pintadas. Partes coloridas do mural também recobraram suas cores vívidas. O primeiro sinal foi manifestado por Maitreya (ver a Share International Maio de 2012). Isto marca uma nova fase na aparição de sinais. (2) Eu não sei.

P. (1) Alguma das pessoas trabalhando nas Nações Unidas são membros do Novo Grupo de Servidores do Mundo? (2) Alguma delas sabem sobre a emergência de Maitreya e dos Mestres?

R. (1) Sim, muitas. (2) Sim, algumas sabem.

P. No livro de Helena Blavatsky Ísis sem Véu, Volume 2, página 537 (versão em inglês), ela escreve sobre Jesus: "Foi para Mathura, ou Matarea, Egito, e fez seus primeiros milagres lá. (Ver a Evangelho da Infância de Tomé)". Blavatsky em seus Escritos Selecionados Volume V, página 239 (versão em inglês), escreve: "Pode ser comentado nesta conexão que, enquanto os primeiros milagres tanto de Krishna e do Cristo é dito terem acontecido em Mathura, a mesma cidade existe até hoje na Índia." (1) Matarea e Mathura são outras grafias para Maitreya? (2) Estas duas cidades possuem uma conexão histórica com Maitreya?

R. (1) Não. (2) Sim.

P. Qual a sua opinião sobre a tomada de terras acontecendo nos últimos anos conforme o medo da insegurança alimentar sobe? Países como a Arábia Saudita, Qatar, China, Jordânia, Kuwait, Coréia do Sul e até Índia estão comprando terras em outros países, principalmente na África, mas também na Austrália.

R. Eu não gosto pessoalmente da prática de nações com dinheiro comprarem commodities de terra em outros países. Eu acho que é parte da comercialização que pode dar dinheiro para alguém. Empréstimos poderiam ser úteis, mas não a aquisição do direito de nascença das nações. É a comercialização que se tornou insana.

P. Em um esforço para economizar energia, terra, água, e reduzir a poluição da agricultura, existem projetos a caminho ao redor do mundo para cultivar alimentos em áreas fechadas usando luzes produzidas especialmente para ambientes fechados. Como alimentos cultivados em ambientes fechados com luz artificial se comparam, do ponto de vista nutricional, e de um ponto de vista do "prana", com alimentos cultivados usando métodos tradicionais, com a luz solar? No geral, cultivar alimentos em ambientes fechados usando luz artificial é uma abordagem útil?

R. Pode ser um complemento útil aos métodos normais, mas faltariam pelo menos algumas das vitaminas necessárias.>

P. De que forma, no nível pessoal, alguém pode contribuir para a evolução do planeta, além de praticar a Meditação de Transmissão, pensamento correto e corretas relações?

R. Se você faz tudo isto, você está indo muito bem.

P. Quantos Mestres, além de Maitreya, tomam parte em enviarem as energias para a Meditação de Transmissão?

R. Existem 63 Mestres trabalhando com a evolução humana e muitos Deles estão envolvidos na Meditação de Transmissão. Seus números variam de tempo em tempo.

P. Os mesmos Mestres estão sempre envolvidos em todas as Meditações de Transmissão? Ou, por exemplo, pode ser que o Mestre em Tóquio está envolvido na Meditação de Transmissão no Japão, mas não, digamos, em Londres ou Barcelona?

R. Sim, é uma situação fluída.

P. Durante o Festival da Lua Cheia do Wesak que acabou de acontecer, o quão perto está o Buda da humanidade agora? (2) De que nível Ele envia Suas energias para Maitreya? (3) Onde está o Buda agora?

R. (1) Ele vem para um vale no Himalaia onde os Mestres estão reunidos para o evento. (2). O plano búdico. (3) Em Shambala.

P. Alguns anos atrás, a organização de Alimentos e Agricultura das Nações Unidas (FAO), lançou uma campanha sobre a fome, dizendo que 1 bilhão de pessoas estão passando fome. As estatísticas da FAO foram depois questionadas; desde então houve alguns desacordos quanto aos fatos verdadeiros. (1) Você poderia por favor perguntar ao seu Mestre quantas pessoas globalmente estão sofrendo de fome prolongada? (2) Quantas estão sofrendo de desnutrição? (3) Quantas estão sobre a ameaça da fome?

R. (1) Cerca de 1 bilhão. (2) Milhões mais do que isto. (3) Aproximando-se de 2 bilhões.

P. Comer carne e não respeitar e proteger os animais impedem o despertar da consciência?

R. Sim. Até alguma extensão. Varia de indivíduo para indivíduo, mas falando no geral, comer o sangue de animais desacelera o processo evolucionário. Isto inclui ovos.

P. (1) Quantas guerras e revoluções deve a humanidade experienciar de forma que não exista mais dor no mundo? (2) E o que é necessário para o homem evoluir?

R. (1) Sim, esta é a questão. (2) Consciência.

P. A respeito do Dia da Declaração: o que irá acontecer com as pessoas que morrerem antes do Dia da Declaração? Elas ainda irão experienciar este evento nos planos internos?

R. Não.

P. O que acontecerá com as pessoas que não irão aceitar as energias de Aquário? Onde elas continuarão suas evoluções?

R. Na Terra como todos os outros. Gradualmente as energias de Peixes estão sendo retiradas, então elas irão experienciar mais e mais das energias de Aquário e gradualmente irão mudar.

P. (1) Quando e como nós desenvolveremos a telepatia? (2) Já existem pessoas que desenvolveram a telepatia?

R. (1) É um processo natural que nós partilhamos com o reino animal e que gradualmente se desenvolve conforme nossa aura se torna magnética. Obviamente o momento disto não pode ser previsto porque os indivíduos estão em vários graus de desenvolvimento. Mas em tempo, a telepatia irá se tornar comum através do mundo e irá eventualmente substituir a fala. (2) Sim, muitos.


 

Cartas ao editor

Auto-expressão

Caro editor,
No Sábado, 25 de Fevereiro de 2012, eu estava ajudando em um vídeo de uma palestra de Benjamin Creme no Seijou Hall em Tóquio. O vídeo deveria começar às 19:00 horas e bem antes quando eu estava fechando a porta da entrada principal uma mulher velha correu em minha direção e entrou no saguão. Ela tinha cerca de 1,5m de altura e usava uma longa jaqueta de cor roxa e um par de tênis para correr. Eu também percebi que ela estava usando um chapéu bem interessante. Parecia uma boina, mas metade dela estava coberta com pele de animal. Ela estava segurando duas sacolas e em uma delas estava uma cesta de vime roxa.

Ela parecia tão estranha, então eu tentei ver onde ela estava sentando. Não foi difícil achar ela por causa do chapéu distinto. Ela estava sentada na fileira da frente no canto esquerdo. Assim que eu percebi ela lá, o vídeo começou. 90 minutos depois o vídeo terminou e a multidão saiu do local. A maioria das pessoas saíram rápido, mas eu achei ela na entrada falando com nossos voluntários.

Eu não consegui ouvir o que eles estavam falando, mas ela estava meio que gritando com eles. Sua voz era alta e estridente. A situação era bem tensa, então eu tentei descobrir o que estava acontecendo. Eu acho que ela estava fazendo algumas perguntas, mas suas respostas não estavam convencendo ela. Então eu e outro voluntário tentamos ouvir suas perguntas novamente. Ela meio que falou com este voluntário como se ela estivesse pregando para ele. Eu sentei em uma cadeira ouvindo suas conversas. Incrivelmente, esta conversa durou cerca de uma hora. Ela falou sobre tantas coisas que eu não consigo lembrar a maioria delas, mas eu de fato lembro que ela estava falando que todos estavam tentando imitar ela o tempo todo. Quando ela veste roxo, toda a vizinhança veste roxo. Se ela planta algumas flores, eles plantam as mesmas flores. Mas é inútil imitar ela de qualquer forma e eles ainda não falam "Obrigado" para ela.

Ela também falou sobre o sistema de educação no Japão onde o governo está tentando fazer todas as pessoas iguais e matando a individualidade dos jovens. Ela disse para mim: "Como você pode criar um Picasso neste tipo de sistema educacional no Japão agora!" Eu pensei, "Nossa", ela parecia uma pessoa estranha mas ela certamente era única e sua conversa me deu algumas respostas para minhas perguntas pessoais. Eu estou me perguntando se esta mulher velha distinta era Maitreya ou o Mestre Jesus. Você me contaria quem ela era?
T.S., Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a "mulher distinta" era o Mestre Jesus.)

 

Três cartas da mesma pessoa:
Conto do viajante I

Caro editor,
No começo de Março de 2012, eu estava viajando no Reino Unido com minha família, e gostaria de confirmar algumas experiências impressionantes durante nossa viagem de duas semanas. (1) Nós tivemos uma reunião com nosso filho que esteve estudando em Manchester. Em 2 de Março todos nós visitamos Stonehenge. Naquele dia estavam muitos turistas visitando lá. Nós alugamos guias de audio e cada um de nós livremente andamos por lá enquanto estávamos ouvindo ao comentário. Havia um caminho ao redor de Stonehenge para turistas, e foi quando eu estava no meio do caminho que eu percebi uma mulher idosa na beira da estrada parada de pé e dirigindo-se ao centro de Stonehenge. De alguma forma eu fui atraído por ela. Ela olhou e sorriu para mim, que me surpreendeu e ao mesmo tempo me encheu de muita alegria. Eu também sorri de volta para ela como uma forma de saudação. Ela parecia uma sofisticada dama Britânica, provavelmente com idade de cerca de 65 anos e estava vestindo um longo casaco preto encapuzado. Em sua mão ela tinha uma comprida bengala, o topo estava dividido no centro semelhante a dois chifres de uma cabra curvados para baixo. Era um trabalho de artesanato esquisito. Como um todo, suas características pareciam excentricas. Mesmo quando eu passei por ela, eu não consegui não olhar de volta para ela muitas vezes de curiosidade. Ela parecia estar totalmente parada mesmo no vento frio, e me fez pensar que ela podia ter alguma missão espiritual. Esta dama era uma pessoa especial?

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a "dama" era o Mestre Jesus.)

Conto do viajante II

(2) Em 8 de Março, nós estávamos andando através de Londres. No caminho para a Catedral de Westminster para o Big Ben, estava a Casa do Parlamento, que era altamente guardada por guardas. Parecia para mim que nenhuma pessoa comum poderia entrar lá, então nós prosseguimos. Então um homem jovem veio até nós e disse, apontando para o portão," Se você for por lá, você pode entrar nesta construção. Está tudo bem." Nós hesitamos um pouco, mas seguindo suas gentis palavras, decidimos visitar lá. Sem nenhuma dificuldade, foi permitido a nós entrar. Conforme nós andamos na rota dos visitantes, para a nossa surpresa, nós vimos o jovem homem também de pé na fila. Ele nos perguntou de onde nós viemos. Quando meu marido o respondeu, dizendo "do Japão", ele acenou com a cabeça, sorrindo radiantemente. Ele era cheio de um ar sofisticado de inteligência e sabedoria. Ele era magro e alto, com idade de cerca de 35 anos e usava óculos. Seu longo casaco de lã de alta qualidade caia muito bem nele. Seu cabelo castanho bem aparado e pura pele branca eram perfeitamente limpos e claros. Depois, nós perdemos vista dele, mas fomos capazes de ter a inesperada oportunidade de olhar dentro da construção da Sala Superior assim como observar o debate nela. Nós devemos isto tudo a este maravilhoso e revigorante jovem. Ele era uma pessoa especial?

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o "jovem homem" era o Mestre Jesus.)

O conto do Viajante III

(3) Enquanto caminhava sobre a ponte de Westminster, depois de nossa visita à Casa do Parlamento, de repente eu ouvi uma voz alta gritando. Eu me surpreendi e olhei para trás para ver uma mulher idosa semelhante a uma cigana com um cachecol preto gritando com meu marido. Para a minha surpresa, apesar de sua aparência de pedinte, ela tinha um ar de dignidade. Ela gritou com raiva: "Um pouco de dinheiro, um pouco de dinheiro, para as crianças, para as crianças!" Meu marido estava perplexo com seu comportamento e ficou parado em choque. Não tão cedo meu marido se recompôs-se e deu um pouco de dinheiro para ela, quando ela foi embora. Na próxima manhã, enquanto estávamos andando em Hyde Park, meu marido disse: "Eu dei 3 euros ontem para aquela mulher idosa e ela nem me disse "obrigado". Então eu lembrei o que meu filho tinha me dito, que no Reino Unido, se um crime como o roubo era cometido para a sobrevivência, ele poderia ser permitido. Pareceu para mim que o incidente tinha tocado seu coração profundamente. A idosa mulher pedinte era uma pessoa especial?
H.N., Gifu, Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a "mulher cigana" era o Mestre Jesus.)

 

Conversa de mesa

Caro editor,
Eu tive um encontro bem estranho em Novembro de 2006 no pequeno restaurante no templo Krishna em Los Angeles. Conforme eu andava naquela noite, eu percebi um homem com aparência Indiana que tinha uma semelhança grande com Gandhi. Ele sorriu para mim e depois eu enchi o meu prato e fui encontrar um assento. Ele estava sentado em uma cabine e fez um sinal para mim me juntar a ele. Já que ambos estávamos com fome, nós comemos em silêncio por um tempo. Eu estava em um estado estranho, quase exaltado, que eu atribuí ao CD de música indiana sendo tocado como música ambiente.

Este homem então olhou para mim e começou a me "ler", fazendo declarações para mim sobre minhas características, minhas situações pessoais, e minha vida espiritual. Isto continuou por talvez 15 minutos, de uma maneira bem natural, quase casual, com nós comendo, consversando, e então comendo um pouco mais. Minha mente estava calma, aceitando, no momento. Eu mencionei sua semelhança com Gandhi e ele brincou que comentavam muito isto sobre ele. Em mencionei que eu vivia por perto, mas nunca tinha visto ele lá antes. Ele disse que ele costumava vir freqüentemente, mas não tanto mais. Ele era amigável, mas não frívolo.

No final, ele disse que ele tinha que ir. Ele então se curvou para mim e disse: "Eu me curvo diante de sua sabedoria, sua compaixão, e sua beleza." Eu aceitei seu elogio, mas não me senti ensoberbecido. A energia era o que eu chamaria agora de íntima.

Não foi até o próximo dia que eu saí daquele estado e comecei realmente a pensar sobre o que tinha acontecido. Talvez meu cinturão mental elevado não fosse devido somente à música. Eu segui o seu trabalho por anos e reconheci os paralelos nos encontros com os Grandes. Este encontro foi com Maitreya?
R.R.R, Venice, CA. Estados Unidos.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o homem era o Mestre Jesus.)

 

Presente simbólico

Caro editor,
Depois da sessão de perguntas-e-respostas da conferência anual Espanhola da Emergência em 3 de Março de 2012, minha mulher e eu fomos a um restaurante onde os voluntários Espanhóis combinaram jantar. Em nosso caminho para lá, na esquina da rua Passeig de Gracia, nós paramos já que nós não tínhamos certeza se nós estávamos indo para o lugar certo. Eu estava tentando encontrá-lo com meu telefone celular quando um jovem homem Africano, vendendo pequenos trabalhos de arte da África, parou em nosso lado. Depois de nos cumprimentar, ele nos perguntou se ele podia conversar com nós, quando nós respondemos afirmativamente, ele nos falou que embora tivessem muitas pessoas na rua, ele parou para falar conosco porque nós éramos boas pessoas. Então ele disse que era um grande dia para a África, e ele disse que as pequenas figuras de um elefante com seu tronco para cima era um símbolo de boa sorte. Ele novamente disse que nós éramos boas pessoas, e um feliz casal.

Em um certo momento ele perguntou quem de nós dois era o parceiro dominante. Olhando para nossas expressões, ele disse, "Nenhum de vocês, isto é bom." Então ele disse: "As crianças da África mandam para você um presente", e se dirigindo para mim, disse: "Eu irei dar para você, e então você dá para ela." Então ele me deu uma pequena figura avermelhada de madeira. Era um pequeno elefante, sentado com seu tronco para cima, e uma grande bola em seu pé. Assim que ele deu para mim, ele me disse: "Dê para ela", e então eu o fiz. Então ele falou para minha mulher, falando para ela: " Coloque sob seu travesseiro, e veja o que acontece." Quando ele estava dizendo adeus para nós, dando as mãos efusivamente, ele me disse: "Algo para as crianças Africanas?" Eu coloquei minha mão em meu bolso e dei a ele um pouco de dinheiro. Sem olhar para o dinheiro, ele colocou ele em seu bolso e foi embora.

Nós dois concordamos quanto a contagiante e alegre expressão do jovem homem Africano durante nosso encontro. Ele era especial ou apenas um jovem muito bom e gentil?
S.R, Cardiz, Espanha.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o "jovem Africano" era o Mestre Jesus.)

 

Velho Ícone

Aqui em um tempo oportuno-- moedas cunhadas por Luis XIV

Aqui em um tempo oportuno – moedas cunhadas por Luis XIV

Caro Editor,
Esta fotografia mostra uma moeda Francesa de 1680. Em um lado da moeda parece ter uma imagem de um ÓVNI com a inscrição em Latim "oportunus adest". A moeda estava em curso legal na França naquele tempo*. (1) Quem decidiu cunhar ela com aquela imagem e aquela inscrição? (2) Foi uma pessoa consciente da existência dos Irmãos Espaciais? (3) A pessoa tinha a intenção de deixar um sinal da relação histórica com Eles?
S.M, Argentina.

*[Nota: A inscrição foi traduzida como "Aqui em um tempo oportuno". Estes ícones foram cunhados no começo de 1656. Fonte: thelivingmoon.com]

(Benjamin Creme responde: (1) O ícone foi cunhado por Luis XIV, Rei da França, para comemorar o evento quando este objeto foi visto no céu por milhares de pessoas. Era uma espaçonave de Marte. (2) Sim. (3) Sim)


 

Sinais dos Tempos

A Reunião das Forças da Luz

Cidade de Tainan, Taiwan-- Na manhã de 10 de Janeiro de 2012, residentes da Cidade de Tainan, Taiwan, viram um estranho fenômeno que imediatamente levantou especulação sobre um possível ÓVNI sobre a cidade. De acordo com o relatório da CNN: "A manhã estava levemente nublada, com uma camada de nuvens de alta altitude cobrindo o céu. Algum tempo entre 10:15 da manhã e 11:00 do horário local, uma grande esfera se materializou. Mais precisamente, as nuvens foram vaporizadas, deixando um buraco esférico perfeito medindo pelo menos 6 quilômetros de diâmetro.">>> (Fonte: CNN, Examiner.com)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o buraco de 6 quilômetros nas nuvens não era um ÓVNI, mas foi criado no céu por uma espaçonave de Marte.)

 

“Extraterrestres” podem existir, dizem os cientistas

Existem bilhões de planetas como a Terra e muitos podem ser habitáveis, de acordo com um estudo na revista Nature em Janeiro de 2012. Um time, incluindo cientistas da Universidade de Cambridge e Universidade de Londres, descobriram 10 novos planetas entre 2002 e 2007 e previram através de modelos de computadores que já que quase todas as estrelas tem em suas órbitas planetas, existe uma probabilidade que pelo menos 1 em 10 de 100 bilhões de planetas poderiam ser semelhantes à Terra, e portanto, terem a temperatura adequada para sustentarem a vida. Embora a maioria devam ser não habitados, existe uma chance de “interessantes novas formas de vida”, eles dizem. Daniel Kubas, do Institut d'Astrophysique em Paris, disse: “Nós costumávamos pensar que a Terra poderia ser única. Mas agora parece que existem literalmente bilhões de planetas com massas similares à Terra.” (Fonte: Daily Mail, Reino Unido)

Um grande objeto em forma de disco de origem desconhecida foi visto no Google Sky

Um grande objeto em forma de disco de origem desconhecida foi visto no Google Sky

 

Google Sky – Um grande objeto em forma de disco de origem desconhecida foi visto no Google Sky, uma vigia online do céu e do espaço exterior. Imagens do objeto circular com cores verdes foram publicadas no YouTube em 6 de Maio de 2012. (Fonte: news.gather.com, YouTube: planetkrejci)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto é uma espaçonave de Marte.)

 

Amsterdã, Holanda – Série de fotos de uma estrela brilhante rapidamente mudando de cor a cada poucos segundos. Tiradas no final de 2012 na direção sudoeste a cerca de 30 graus acima do horizonte. Enviada por Corné Quartel, Amsterdã.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto é a estrela de Maitreya.)

Constanta, Romênia – 19 de Abril de 2012. “Eu vi uma estrela no céu, ou pelo menos foi o que eu pensei. O que chamou a minha atenção foi o intenso brilho multicolor. Peguei minha câmera e comecei a gravar.” (Fonte: YouTube: ForsakenCTpk)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto era a estrela de Maitreya.)

Houston, Texas, EUA – 8 de Abril de 2012. O filme mostra um objeto roxo/rosa hexagonal rapidamente se movendo. O criador do filme diz: “Eu ampliei ele o máximo que pude. Eu juro que não estou me movendo. Se você sabe o que isto é, por favor, conte-me.” (Fonte: YouTube:cinmar390)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto é uma espaçonave de Marte.)

Mission, Texas – 23 de Março de 2012. “Eu nunca vi esta configuração de luzes em qualquer nave civil ou militar que eu já tenha visto, o objeto não tinha sons de propulsão e conforme ele voa, mais luzes se tornam visíveis.”
(Fonte: YouTube: STXparanormal)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto é uma espaçonave de Marte.)


 

Mudança mundial-- uma compilação

(Um extrato)

Nós apresentamos uma seleção de citações sobre o tema do ”Livre Arbítrio" de Maitreya (Messages from Maitreya the Christ), o Mestre de Benjamin Creme (A Master Speaks), e os escritos de Benjamin Creme.

Nós realmente não entendemos o que livre arbítrio é. Nós temos uma compreensão dele de uma forma bem superficial, mas nós realmente não entendemos o quão profunda a qualidade do livre arbítrio é e porque é tão importante para os Mestres não infringirem nosso livre arbítrio. Livre arbítrio é o verdadeiro elemento de nossa natureza que torna a evolução possível. Sem livre arbítrio, nós não evoluiríamos. Os Mestres estão em custódia do Plano de evolução então Eles estão envolvidos com a evolução, e a evolução humana faz parte dela. Se eles infringissem nosso livre arbítrio, que é fundamental para ser capaz de evoluir de alguma forma, Eles interromperiam Suas próprias ações e parariam toda a evolução da humanidade – então isto nunca irá acontecer. Nós devemos nos tornar conscientes do quão importante este livre arbítrio é e não vê-lo como algo o qual nós nos apoiamos quando nós sabemos que estamos fazendo a coisa errada. (Benjamin Creme, The World Teacher for all Humanity)>

***

O desenvolvimento das instituições e estruturas da Nova Era irão demorar, e a total participação de todas as partes da sociedade será necessária para tornar as novas idéias aceitáveis e duradouras. A velocidade da mudança estará em proporção a habilidade da sociedade em implementar as necessidades de partilha e redistribuição em uma escala global...

O livre arbítrio humano é sagrado para a Hierarquia (se não para a humanidade!). Eles agem apenas como experientes conselheiros. Nada será imposto ou forçado, mas eventualmente, uma reorientação do pensamento irá levar a um desejo mundial de servir o bem comum. (Benjamin Creme, Maitreya's Mission Volume Two)

***

Quando você Me ver você saberá porque eu vim, pois eu apelarei para você nestes termos: "Salve Meus pequeninos. Alimente seus irmãos. Lembre-se que a humanidade é Una, crianças do Único Pai. Dêem, em confiança, os bens da Terra para todos os que estiverem em necessidade. Façam isto agora e salvem o mundo."

Assim eu falarei; assim será o Meu Apelo; e quando a humanidade tiver aceitado esta Lei, Eu irei declarar a Mim mesmo. Existem muitos agora que sabem que isto é verdade, que desejam partilhar, que desejam fraternidade, e ainda assim não agem. Nada ocorre por si mesmo. O homem deve agir e implementar sua vontade. Hoje, esta vontade é a Vontade, também, de Deus. Portanto, o resultado é assegurado. (Maitreya, da mensagem Nº31)

***

Metade da população agora vive na pobreza: enormes diferenças existem entre os ricos e os pobres. Inerentes nas tensões assim engendradas está grande perigo para a humanidade. O Cristo irá apontar o caminho para frente, reduzindo passo a passo estas desigualdades e tensões, assim assegurando uma transição relativamente tranqüila para a Nova Era. Tudo tem sido cautelosamente planejado de antemão. Nada tem sido deixado para o acaso; mas a própria humanidade irá determinar a velocidade da implementação das mudanças necessárias, pois o livre arbítrio da humanidade nunca será infringido. (O Mestre de Benjamin Creme, de "O retorno do Cristo")

***

Se os homens desejarem, a transformação das estruturas existentes poderá acontecer rapidamente com mínimo de estresse; uma aceitação de bom grado da necessidade por mudança iria assegurar que isto acontecesse assim. No entanto, nem todos os homens vêem o mundo na mesma luz, e para alguns as mudanças necessárias irão parecer como passos para trás a serem fortemente combatidos. Quem, então, decide?

O homem, ele mesmo, deve decidir o tempo e escopo da mudança. Desta forma, o livre arbítrio não será infringido. Gradualmente, o homem irá entender que mudança radical é inevitável e o quanto mais cedo for feita, mas cedo será aproveitada. (O Mestre de Benjamin Creme, de "O crescimento da pressão")

***

Os Iniciados e discípulos são aqueles que estão colocando o Plano à frente; através dos quais o Cristo e os Mestres estão trabalhando e irão trabalhar. Eles são os construtores da Nova Era, não apenas o Cristo e os Mestres. Eles podem apontar o caminho, mas as verdadeiras estruturas da Nova Era, políticas, econômicas, financeiras, sociais, e por aí vai, irão todas serem criadas pelos treinados Iniciados e discípulos da Hierarquia, homens e mulheres no mundo. Eles não estão contrariando o livre arbítrio humano, porque eles são a humanidade. (Benjamin Creme, The Reappearance of the Christ and the Masters of Wisdom)

***

Hoje, os líderes das nações batalham com eventos além de seus controles. Forças que eles não conhecem, os impelem para respostas não planejadas e freqüentemente histéricas. Eles fogem do caos para o caos, levados pelos seus próprios dogmas.

Enquanto isto, Nós pacientemente aguardamos. Nós sabemos o resultado do presente dilema do homem, e ajudamos até toda extensão da lei cármica. Nós sabemos, também, que o homem, de seu próprio livre arbítrio, deve escolher o caminho para a glória futura; o caminho para fraternidade e amor, justiça e partilha.

Nós nos reunimos para as necessidades dos homens. Nós empenhamo-nos para ensinar e servir. O homem ele mesmo deve agir, e testar sua divindade na prova severa da experiência. (O Mestre de Benjamin Creme, de "O Fim da Fome")

***

A escolha é apenas do homem. Se ele escolher o Plano que Eu irei indicar, esta divindade irá verdadeiramente brilhar adiante. De outra forma, Meus irmãos e irmãs, o futuro para o homem seria de fato fatídico.

Mas, Meus amigos, Eu conheço de antemão suas respostas e escolhas. Através de seus amores – o amor em seus coração para seus irmãos – não tenham medo, Meus queridos: vocês escolherão corretamente. Este amor irá se irradiar através do mundo e com isto vocês podem contar. Minha Presença garante que isto será assim. (Maitreya, da Mensagem Nº 78)

***

Maitreya aparece agora, na verdade à frente do planejado, como o Agente da Intervenção Divina, para mitigar os efeitos de terremotos que estiveram crescendo em freqüência e intensidade através do mundo pelos últimos 150 anos. Se Ele viesse diante do mundo, sem ser convidado, Ele iria infringir, em certo grau, o livre arbítrio humano. Isto Ele é relutante em fazer (e iria fazer apenas como o último recurso) porque isto iria limitar, em alguma extensão, Sua habilidade em agir como o Agente da Intervenção Divina. O resultado seria maior sofrimento humano da atividade de terremotos. A energia que Ele pode usar em nosso nome está relacionado ao apelo invocativo que nós fazemos para Ele: quanto mais energia usada pela humanidade para invocar Ele, mas energia Ele pode usar em nosso nome. (Benjamin Creme, Maitreya's Mission Volume One)

***

Algumas pessoas pensam que já que nós estamos almejando a consciência grupal nós devemos perder nossa individualidade. Esta é a pior coisa que nós poderíamos fazer: perder nossa singularidade, nosso padrão individual, nossa cor. Isto é dado para nós; nós chamamos isto de livre arbítrio. O abuso de nosso livre arbítrio causa todas as guerras, o mau, as terríveis vidas que milhões de pessoas vivem. O correto uso de nosso livre arbítrio irá criar uma pessoa claramente definida, individual que é necessária para o processo evolucionário. (Benjamin Creme, Maitreya's Mission Volume Three)

***

Tem que ser sua própria resposta intuitiva para o que se está falando. Você precisa saber e você precisa reconhecer o Cristo pelo que Ele é. Não porque o Presidente Carter, ou o Papa, ou quem seja, disse que Ele está no mundo, mas porque você tem em você as qualidades que aquele homem diz que o mundo precisa. Ele estará dizendo que nós precisamos partilhar, nós temos que co-operar; a humanidade precisa ser livre; nós precisamos ter justiça no mundo; nós precisamos alimentar os milhões famintos; nossos irmãos estão morrendo em seus milhões e nós não fazemos nada. É isto o que o Cristo irá dizer. E você precisa dizer, aquele homem é o meu homem – independente que você reconheça que Ele é o Cristo ou não. Porque a Consciência do Cristo está trabalhando através de você. Você precisa querer o que Ele está defendendo. Precisa ser desta forma. Precisa ser a própria resposta da humanidade, do próprio livre arbítrio da humanidade. (Benjamin Creme, The Reappearance of the Christ and the Masters of Wisdom)

***

Quando você Me ver, Meus amigos, saibam então que a mão de seu Amigo é de vocês para pegar; O Amor de seu Irmão é de vocês para absorver; o Ensinamento Daquele é de vocês para ouvir. Saibam isto, Meus amigos, e tomem a responsabilidade de alcançar seus irmãos com estas verdades.

Meu plano é de que o mundo dever ser mudado pelo homem. A Lei proíbe tudo o mais. Portanto, Meus amigos, Eu dependo de vocês para executarem Meu Plano, e assim preparar o Novo Mundo. (Maitreya, da Mensagem Nº 85)


 

Dos nossos correspondentes

Geração Despertando: galvanizando jovens para ação
Uma entrevista com Joshua Gorman por Jason Francis
(extrato)

"Geração Despertando é uma campanha global para galvanizar uma geração de jovens a trazerem a diante um mundo próspero, justo e sustentável", de acordo com o site do grupo. Joshua Gorman é o fundador e co-ordenador desta ONG baseada em São Francisco. Gorman também serve no Conselho de Diretores da Rede Ação Global Jovem e apóia projetos criados por jovens ao redor do mundo. Ele está atualmente trabalhando em um livro, Generation Waking Up: How A New Generation of Young People Is Coming Of Age And Changing Our World. Jason Francis entrevistou Joshua Gorman para a Share International.

 

Share International: O que te inspirou para começar a Geração Despertando?

Joshua Gorman: Esta realmente conectado com minha história pessoal. Eu era um jovem problemático quando eu atingi a maioridade. Nos meus anos de adolescente, especialmente durante o colegial, eu comecei a despertar para o estado do mundo. Eu comecei a confrontar o sofrimento na minha própria família e comunidade, e me traumatizei e me perturbei profundamente no nível interno pelo o que eu encontrei. Isto me enviou para uma jornada espiritual mesmo que quando eu era jovem eu não tivesse consciência de que estava acontecendo. Eu enlouqueci psicológica e espiritualmente porque eu não conseguia achar sentido. Eu não tinha uma história para me ajudar a explicá-la, ou uma tradição religiosa ou espiritual. Então eu passei anos perdido e deprimido, procurando e fazendo perguntas. No fim da minha adolescência e no começo dos meus vinte anos eu comecei a ser exposto a alguns bons recursos e boas pessoas.

Próximo deste tempo eu me mudei para o Havaí, onde eu me tornei um fazendeiro e comecei a trabalhar na terra. Eu tive uma experiência de volta para a natureza muito poderosa, trabalhando todo o dia do nascer do sol ao por do sol e trabalhando o meu corpo e saindo de minha cabeça. Muitos padrões psicológicos negativos começaram a se quebrar conforme eu comecei a me tornar mais centrado em meu corpo. Apenas estando na natureza é uma processo de cura. Eu comecei a aprender e a praticar diferentes tradições espirituais e grupos de fé. Eu me conectei com minha vida interna e com aquilo que nós chamamos Deus, espírito, ou mistério, que começou a me tornar mais alegre. Por último, eu li muitos livros bons sobre história e o grande quadro do nosso presente momento neste dia e era globais. Eu consegui uma noção clara de nós como uma jovem geração hoje, tendo nascido na história deste momento de uma crise global. Naquele ponto eu fui repentinamente exposto a pensadores e visionários que consideravam este momento na história não apenas como uma crise, mas também como um nascimento; como um processo de despertar; como um processo de transformação; como um processo de ser forçado a crescer um estágio, amadurecer, e dar um passo em um novo nível de maturidade e consciência.

Eu tive uma poderosa experiência visionária um dia. No olho de minha mente eu vi uma visão de jovens e movimentos socais erguendo-se e ajudando a curar e transformar nossas comunidades e sociedades. Eu vi a humanidade dissolvendo a tempestade e achando o nosso caminho em direção a um novo mundo. Quando isto aconteceu, Geração Despertando nasceu como uma visão dentro de mim como um jovem. Eu me rendi a isto e me mudei de volta para o mundo, de volta para Washington DC onde eu cresci, e juntei forças com outros jovens ativistas e criadores de mudança. Repentinamente, Geração Despertando floresceu em uma organização.

SI: Você poderia discutir os programas da Geração Despertando e algumas das ações que são tomadas como um resultado destes programas?

JG: Nosso primeiro programa é o que nós chamamos nosso programa bandeira. O nome longo para ele é Experiência Geração Despertando. Seu apelido é "O Despertar". O Despertar é um workshop multimídia de três horas que usa pequenos vídeos e processos e jogos de pequenos grupos, diário pessoal e tempo de reflexão. Neste workshop jovens passam através de uma jornada procurando por uma série de questões: Quem nós somos como uma geração? Onde nós estamos, ou qual é o estado do mundo que nós estamos herdando como uma geração? O que precisa mudar? Nós procuramos pelas causas raízes de todos os desafios que nós estamos encarando e como nós podemos realmente começar a mudar as causas raízes para mudar todo o sistema. Por último, nós olhamos para aquilo que nós fazemos agora, como tomar ação, e qual é o nosso papel individual. Também, como nós começamos a tomar ação como uma geração e como grupos de jovens?

O Despertar é um dispositivo de ignição. Ele motiva jovens a se tornarem ativos e a se tornarem parte de um movimento maior. Deste workshop educacional, as ações que nós vemos freqüentemente começam pequenas. Algumas pessoas podem ter um despertar ambiental porque elas acabaram de ver um vídeo sobre o estado de nosso meio ambiente. Elas podem ir para casa e começarem a reciclar porque elas estiveram refletindo sobre seus valores e o que importa para ela em suas vidas.

Elas podem ir para o nosso site e descobrir uma das campanhas que nós estamos apoiando. No fronte de Justiça Social existem campanhas sobre imigração, igualdade econômica em comunidades locais, ter certeza que existe um acesso justo aos recursos e que as necessidades estão sendo satisfeitas. Nós também estamos tomando ação quanto a crise dos empréstimos estudantis, tendo certeza que o preço de faculdades e universidades sejam acessíveis, e que mais empréstimos e ajuda financeira sejam disponíveis.

Alguns jovens começam seus próprios projetos e organizações. Nós tivemos um projeto de ação que alguns de nossos líderes participaram chamado "Verão de Soluções". Eles formam um time e recrutam 20-40 jovens líderes em áreas locais. Através do verão, por cerca de dois meses, muitos deles vivem juntos, mas o mais importante, eles trabalham juntos em projetos locais. Eles podem começar um jardim de uma comunidade local, ou projetos educacionais locais com crianças ou jovens em uma comunidade. Alguns deles começaram uma iniciativa de painel solar local e ajudaram pessoas a reduzirem seus usos de energia em suas casas e comunidades. Construindo comunidades através de linhas de diferença é grande parte do papel do que nós fazemos. Nós somos uma geração diversa, mas nós ainda vivemos em um mundo segregado. Nós fazemos muitas construções comunitárias, e normalmente disso, colaborações e soluções comunitárias vêm à frente.

No nível do colegial e da faculdade nós apoiamos jovens a começarem grupos locais chamados Cubos de Prosperidade. Um, dois ou três líderes estudantis podem começar um Cubo de Prosperidade, então aqueles grupos locais possuem um pequeno time de co-ordenação e o time de liderança ajuda aquele grupo a executar-se e tomar ação.

Nós também fazemos parcerias com algumas grandes campanhas. Por exemplo, 350.org tem um dia de ação global e convida a todos naquele dia para saírem e trabalharem juntos quanto a soluções de energia limpa. Nós estamos atrás deles. Existe um grande impulso de pessoas trabalhando para fazerem campanha para uma reforma financeira nos Estados Unidos que liberte a nossa democracia de forma que ela possa trabalhar de uma maneira efetiva. Nos apoiamos e ajudamos nossa rede a se envolver nesta questão. Nós elevamos a consciência, escrevemos para nossos líderes políticos, enviamos a eles petições, telefonamos, usamos Facebook e mídia social para espalharmos a mensagem o quão longe podemos.

Liderança partilhada

SI: Como o conceito de um esforço grupal ao invés de um individual fortalece jovens e fazem o que parece improvável de ser conseguido no nível individual algo que é bem possível de se fazer quando se junta com pessoas semelhantes no mundo?

JG: Esta é uma das mais animadoras histórias da geração do milênio, esta geração jovem. Nós somos altamente colaborativos, e a nova tecnologia colaborativa está permitindo isto. Existe uma cultura ao redor usando esta tecnologia que promove a partilha e cultiva o espírito de colaboração. Nenhum de nós tem a solução perfeita ou toda a idéia para o que é necessário para o projeto, mas repentinamente uma pessoa tem uma habilidade, uma idéia, uma relação ou contato. Outra pessoa tem um recurso diferente e eles juntam os dois e de repente elas tem um incrível projeto. Então existe uma camaradagem de propósitos partilhados que realmente nos inspiram a continuar indo em frente. Quando nós estamos pessoalmente engajados em projetos como estes, ele nos enche de esperança, sentido e propósito. Nós vimos aquilo tudo acontecendo e estas são histórias que nós estamos tentando partilhar mais e mais. É como jovens e grupos de jovens todos ao redor do mundo estão se juntando, transformando escolas e comunidades e criando soluções e projetos que estão se direcionando para os mais urgentes desafios.

SI: Em todas as questões em que jovens estão envolvidos, existe algo em comum ou uma visão fundamental da vida que sustenta elas todas ,para qual a sociedade e nossas instituições parecem não estar se dirigindo hoje?

JG: Existe uma visão mundial fundamental em jogo na sociedade moderna – uma visão mundial de separatividade. Isto leva ao individualismo e ao reducionismo cientifico materialista que reduz a vida à sua natureza material e não honra seu verdadeiro valor e natureza mais profunda. Nesta visão mundial de separatividade, todos estão cuidando de si mesmos e nós não estamos conectados com o meio ambiente, nossas comunidades, nem com nós mesmos e nossas almas, nosso próprio espírito interior. Nós não estamos conectados com Deus ou aquele mistério maior. Nós vemos o resultado disto através de nossa sociedade – socialmente e politicamente.

Existe uma necessidade fundamental para transformar a visão mundial e retornar para uma maneira de ser onde nós reconhecemos a conexão interna de toda a vida e todas as pessoas; nossa conexão com o mundo natural; nossa conexão com cada um; nossa conexão com nossa natureza humana mais profunda; nossa conexão com o grande milagre e mistério da vida. Se nós trouxermos esta maneira de ser de volta para nossa cultura e sociedades, isto nos tornará completos novamente. Isto nos tornará uma pessoa completa e nos permitirá vivermos em um planeta completo. Esta realidade está no cerne do despertar pelo qual nós estamos trabalhando. Muitos grupos estão despertando, tomando ação, e trabalhando em direção a esta visão de muitas formas. Uma coisa que nós valorizamos é que esta mudança precisa acontecer tanto nos níveis internos como externos. Ela precisa ser uma mudança sistêmica que inclua o indivíduo, grupos e todas as nossas instituições. Isto é uma grande parte do que nós estamos querendo...

SI: Como você acredita que a geração do futuro que está sendo levada à existência irá ser, considerando os valores da geração de jovens e os sacrifícios que eles estão dispostos à fazer?

JG: Eu não quero fingir que qualquer um de nós sabe exatamente em que ponto nós iremos dizer, "Tudo bem, este é o novo mundo".É um processo, uma narrativa em desenvolvimento, mas eu de fato acho que o novo mundo está emergindo. Nós precisamos olhar para cada setor da sociedade . Nós iremos ver comunidades que são bem mais locais e resilientes. Isto significa comunidades vivendo de alimentos e recursos que vêm de suas áreas locais e não são transportadas por metade do planeta.

Nós seremos muito mais ecológicos e sustentáveis em nossa maneira de construir e consumir. Nossas tecnologias e construções e cidades serão verdes e sustentáveis. O mundo planejado está explodindo com novas inovações. Nossos sistemas de transporte e energia serão limpos e bons para nosso planeta e comunidades. Nossos sistemas educacionais encontrarão um equilíbrio entre criatividade e conhecimento. A mídia será bem mais distribuída. Nós vivemos em uma era onde a mídia está sendo achatada e existem tantos canais para informação para fluírem e para serem partilhados. Cada vez mais nós teremos maiores canais de comunicação fluindo entre as pessoas, mas nós continuaremos a ver a proliferação de blogs, televisão online e programas de rádio. Todos serão produtores e consumidores de mídia.

Politicamente nós estamos aprendendo uma nova era na democracia. Nós veremos muito mais democracia digital e uma cultura de participação muito maior onde, no nível local, nós estamos engajados a tomarmos decisões juntos. Mesmo no nível nacional e global sempre existirão maneiras de permitir milhões de pessoa a partilharem suas vozes quanto a grandes questões que estamos encarando. Uma era de democracia de participação está vindo.

Nós iremos ver comunidades e sociedades diversas e multiculturais onde nossas diferenças não são apenas aceitas, mas celebradas, onde divisões raciais e julgamentos não ocorrem mais. Nós veremos paz entre as nações. Nós estamos caminhando para uma era onde todos nós iremos reconhecer que nós somos fundamentalmente parte de um planeta e uma espécie unida. Então nós vamos nos unir e co-operar com muito mais harmonia e colaboração. Isto significa algum nível de governo global, não apenas no topo, mas saudáveis níveis de governo nos níveis locais e regionais, até o nível global. Espiritualmente e religiosamente isto significa um mundo onde nossas vidas pessoais tem uma conexão com nosso ser mais elevado, com Deus ou o grande mistério. Nós todos iremos honrar e respeitar nossas histórias diferentes sobre a natureza da realidade, mas fundamentalmente nós iremos todos partilhar o reconhecimento da Regra de Ouro – que a vida é boa, de valor e nós devemos todos amar e sermos bons para cada um. Esta era está chegando.

Todas as mãos no convés

SI: Existe mais alguma coisa que você gostaria de adicionar?

JG: Nosso trabalho é quanto a erguer e fortalecer um geração de jovens, mas em última análise nós reconhecemos que a mudança de nosso mundo não pode vir de uma geração apenas. Precisa vir de cada geração trabalhando juntas. Nós precisamos de jovens, pessoas mais velhas e idosas trabalhando em colaboração. Pessoas jovens hoje tem um papel especial porque nós temos ferramentas, conhecimento e habilidades que são uma parte importante em levar a diante este novo mundo, mas em última análise nós precisamos de todos. Algumas vezes quando pessoas mais velhas ouvem sobre esta história elas perguntam: "Bem, qual é o meu papel?" Eu apenas fico sentado e vejo a geração mais jovem mudar tudo? E isto não é o que precisa acontecer. Não vai acontecer. Todos nós precisamos de mãos no convés.

Informação: www.GenerationWakingUp.org


 

Um lugar para viver: a luta por terra e moradia no Brasil
por Thiago Staibano Alves

Apesar de ter feito impressionantes avanços em seu desenvolvimento, o Brasil ainda é uma nação de grandes contradições. Seu rápido desenvolvimento o fez a sexta maior economia no mundo. Paradoxalmente, no entanto, a diferença entre ricos e pobres no Brasil é considerável, e de acordo com o Relatório do Desenvolvimento Humano das Nações Unidas de 2011, está na 84ª posição de 187 países no Índice de Desenvolvimento Humano. O Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas aponta que o Brasil tem o terceiro pior índice de desigualdade no mundo.

Acesso limitado à terra e moradia para uma grande parte da população do Brasil é talvez um dos maiores contribuintes para a desigualdade crônica. Brasil é o quinto maior país no mundo, cobrindo uma área de 8.514.877 quilômetros quadrados, mas em 2008, 8 milhões de famílias estavam desabrigadas e mais de 20 milhões de famílias estavam vivendo sem abrigo adequado.

De acordo com o senso da agropecuário de 2006, 46.000 pessoas no Brasil tem a posse de quase metade de todas as terras. O relatório de 2010 do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária descobriu que 55,8 por cento das terras do país são grandes propriedades, e 40 por cento são deixadas “improdutivas”. Sobre a constituição Brasileira, estas terras deveriam ser passível de serem redistribuídas para a população sem terra.

Em 2009, a Organização de Alimentação e Agricultura da ONU (FAO) apelou para países ao redor do mundo para regularem a posse de terra em seus territórios, já que a redistribuição de terra é vital para o desenvolvimento de um país, afirmando que “acesso seguro à terra é a melhor rede de segurança para os pobres.”

Origens históricas

A maioria dos pesquisadores concordam que a razão pela qual a posse de terras Brasileiras é tão concentrada nas mãos de um grupo relativamente pequeno de pessoas tem suas origens nos primeiros dias da história Brasileira, quando o Rei de Portugal dividiu a nova colônia em 12 porções de terra, e ofereceu à nobreza Portuguesa a oportunidade para explorar o país. Embora tenha passado por algumas mudanças, este modelo de concentração de terra nas mãos de poucos continuou pelo desenvolvimento do país; no século 20, tensões a respeito da questão da posse de terra se intensificaram e mais recentemente a mídia tem relatado sobre trabalhadores rurais e ativistas sendo mortos em conflitos relacionados à terras.

Nos anos 1980, políticas de bem estar social moderaram, até alguma extensão, as diferenças entre ricos e pobres nas cidades, mas dos anos 1990 em diante, com o gradual desmantelamento do estado de bem estar social em favor de uma economia guiada pelos mercados, menos investimentos foram feitos em áreas sociais, e a população sem teto do Brasil aumentou. Ainda mais, o atual boom imobiliário no país fez com que o preço das propriedades e de aluguéis subisse dramaticamente, impedindo ainda mais o acesso à moradia.

Muitos grupos políticos se aliaram com o setor imobiliário, colocando os desejos deste forte grupo econômico à frente dos direitos das pessoas. De acordo com o censo de 2010, o número de casas e propriedades vazias no Brasil era de aproximadamente 6 milhões, que de acordo com os especialistas seria mais do que o suficiente para satisfazer as necessidades da população sem teto. No entanto, o estado e governos locais resistem a induzir os donos de propriedades vazias a fazê-los cumprir com suas obrigações legais, vendendo-as ou tornando-as disponíveis a aluguéis mais baixos.

A voz das pessoas cresce

O caso de Pinheirinho galvanizou as pessoas do Brasil para erguerem-se afim de reivindicarem seus direitos. O Movimentos dos Sem Terra, que defende a reforma agrária, lançou uma série de manifestações em Abril de 2012, incluindo a ocupação do Ministério do Desenvolvimento Agrário na capital do Brasil, Brasília.

Em São Paulo, o Movimento dos Sem Teto fez um protesto em 2 de Abril de 2012 na qual milhares de pessoas participaram, defendendo uma resposta mais rápida por parte das autoridades para oferecerem moradia aos sem teto.

 

mensagem anterior mensagem seguinte


HomeCopa

  | INÍCIO |