MAIN
Home
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 
 Início >> do Mestre>>Novembro 2014

Share International HomeShare International HomeBackground information

mensagem anterior mensagem seguinte

Pedido de apoio!

Veio ao nosso conhecimento que mais e mais pessoas estão recebendo nossa informação apenas pelo website, desta maneira, renunciando ao pequeno custo de assinar a revista Share International.

Nem todos podem, ou usam a internet, e é essencial ter uma expressão física externa, que pode apresentar com fotos, os eventos dos quais falamos. Isto significa que é necessário que haja uma revista, que,é lógico, requer uma grande quantidade de trabalho de voluntários, e muito dinheiro para ser produzida. Talvez exista a idéia de que a Hierarquia distribua dinheiro para este trabalho, mas este não é o caso. Assinaturas para a Share International são uma parte essencial para manter o nosso trabalho e alcançarmos o público. O custo da assinatura é mantido o mais baixo possível, a revista não é patrocinada por propagandas e custo postais e de impressão estão aumentando a todo o momento.

Certamente nós todos concordamos que todos aqueles que seriamente acreditam neste trabalham gostariam de ajudar a revista, sejam eles leitores ou não das informações pela internet.

Obrigado pelo seu apoio.


 

Mensagem de Maitreya

"Quando os homens Me verem pela primeira vez e conhecerem-Me pelo que Eu sou, eles se verão mudando internamente.

Muitos irão, por um tempo, retornar à alegria da infância, e acharão o mundo, portanto, uma casa melhor.Muitos se sentirão fortalecidos em seu desejo de servir e em se colocarem na vanguarda da mudança.Estes são aqueles os quais Eu irei chamar para a tarefa de restabelecer o espírito e alegria do homem.

Acreditem se vocês puderem, que Eu estou com vocês, pronto para usar Minha força em nome de vocês.

Acreditem se puderem, Meus amigos, que Eu estou avidamente esperando pelo dia do Meu retorno aberto."

Os leitores perceberão que esta mensagem é de Maitreya, o Instrutor do Mundo, ao invés do Mestre de Benjamin Creme. Ela foi dada, por um processo de telepatia mental, através de Benjamin Creme, em 7 de Outubro de 2014.


 

Perguntas e Respostas
- uma seleção da revista deste mês

P. (1) Maitreya ainda está dando entrevistas de televisão na China? (2) Qual é o total na China agora?

R. (1) Não. [Até 8 de Outubro] Maitreya parou as entrevistas na China no momento; foi me informado em 8 de Outubro que Ele estaria indo ao Oriente Médio na Sexta-Feira, 10 de Outubro, para ajudar com a situação lá. O objetivo é reconciliar os vários grupos antagônicos. (2) Ele deu até agora 11 entrevistas na China; três mais desde a última edição da Share International.

P. Por favor, seja gentil e dê uma visão geral mostrando quantas entrevistas Maitreya deu em cada país até agora.

R. EUA: 29 entrevistas (Janeiro 2010-Janeiro 2011); México: 14 (Janeiro-Setembro de 2011); Brasil: 41 (Setembro 2011- Janeiro 2013); Rússia: 51 (Janeiro 2013-Maio 2014); China: 11 (Maio- Setembro 2014). Um total de 146 entrevistas até agora. P. Protestos pró-democracia começaram em Hong Kong recentemente; há alguma conexão entre as manifestações e as transmissões de TV de Maitreya na China.

R. Sim, de fato. As pessoas estão despertando e começando a tomar ação para o seu próprio bem.

P. Maitreya está falando de forma mais "potente" ou com maior "urgência" do que Ele estava, por exemplo, em 2010 e 2011?

R. Sim.

P. (1) As idéias de Maitreya estão tendo um maior impacto agora do que elas tiveram quando Suas primeiras entrevistas começaram? (2) Aqueles que ouvem Maitreya estão mais abertos e mais galvanizados agora do que as Suas primeiras audiências? (3) Suas idéias agora são consideradas mais realistas; as pessoas vêem de forma mais fácil como elas podem ser implementadas?

R. (1) Sim. (2) Sim. (3) Sim.

P. Em 27 de Setembro de 2014, houve uma repentina erupção vulcânica no Monte Ontake, Japão, na qual 50 pessoas morreram ou ficaram feridas. Isto foi tão repentino e inesperado que faz você pensar se houve algum propósito ou causa desconhecido. Você poderia, por favor, comentar?

R. Esta erupção foi rapidamente manifestada por Maitreya e os Mestres para impedir uma tragédia muito maior que teria devastado uma grande cidade, causando milhares de mortes e uma enorme destruição acima e abaixo do solo. Ela foi semelhante à época (1980) quando o Monte St. Helens no estado de Washington, EUA, entrou em erupção para salvar de uma tragédia ainda maior os Estados de Washington e do Oregon.

P. Manifestações e marchas quanto a questão das mudanças climáticas ocorreram em mais de 160 países em 21 de Setembro de 2014, incluindo uma estimativa de 400.000 pessoas na cidade de Nova York. Foi dito que esta foi a maior manifestação das pessoas contra as mudanças climáticas que já aconteceu. (1) O quão importante, você acha, esta manifestação global das pessoas será para galvanizar ação em relação às mudanças climáticas? (2) Este dia de protesto é um reflexo da resposta da humanidade às energias e presença de Maitreya no mundo, e se sim, ela tenderá a adiantar o Dia da Declaração de Maitreya?

R. (1) Muito importante. (2) Sim, e sim.

P. (1) No livro Cura Esotérica, por Alice Bailey, é dito que o flagelo da gripe tem suas raízes no medo e na preocupação. Qual é a raiz do vírus do Ebola? (2) Nós descobriremos um tratamento para acabar com esta pandemia logo? E nós desenvolveremos uma vacina para preveni-la no futuro próximo?

R. (1) O vírus é despertado pela ganância destrutiva e competitiva da humanidade. (2) Eventualmente, sim.

P. Você acredita que haverá um colapso econômico mundial antes do Dia da Declaração?

R. Sim, eu acredito-- é um colapso inevitável do presente sistema totalmente corrupto.

P. Alta sensibilidade física e emocional indica que uma pessoa é altamente evoluída?

R. Não- pode ser o contrário.

P. Já que nosso esforço e efetividade tem um efeito direto na data do Dia da Declaração (ver a pequena entrevista com Benjamin Creme na edição de Jan/Fev de 2014 da Share International), o mesmo pode ser dito em relação à velocidade da transformação do mundo depois do Dia da Declaração?

R. Sim. A transformação do mundo não ocorre por si mesma-- como Maitreya disse, "O homem deve agir para implementar sua vontade".

P. O foco unificado do grupo é importante para o trabalho futuro com a Hierarquia?

R. Obviamente, sim.

P. Os grupos agora trabalhando com você para informar ao público sobre a Emergência de Maitreya e dos Mestres continuarão a serem úteis aos Mestres e a trabalharem com eles depois do Dia da Declaração?

R. Sim, se eles se fizerem disponíveis, é esperado que eles façam isto.

P. Eu tenho a impressão que alguns colaboradores acham que você precisa "criar" um sentimento de unidade e que isto deveria ser algo "aconchegante" e "fofo". As pessoas tendem a pensar que elas precisam passar um tempo maior juntos para "se conhecerem". Seus comentários, por favor? O que é realmente necessário?

R. Unidade não tem nenhuma relação com sentimentalidade. Ou ela existe ou não.

P. Em relação às "Cartas do Editor" publicadas na revista Share International, qual é a diferença entre um discípulo, um porta voz e um familiar? (1) Um discípulo trabalha de forma mais próxima com um Mestre do que um familiar? (2) Se um familiar é uma forma de pensamento criada por um dos Mestres, um discípulo ou porta voz podem ser um familiar, ou eles são, em todos os casos, uma "pessoa real"?

R. (1) Sim. (2) O "familiar" é apenas criado por um Mestre.


 

Cartas ao editor

Caro Editor,
Eu estava participando da marcha do clima em Paris em 21 de Setembro de 2014.

Próximo do fim da marcha, nós paramos enquanto a multidão alcançava o destino final, o Hotel de Ville Place. Eu estava segurando bem alto a minha grande e colorida bandeira "SOP Save our Planet (Salve o Nosso Planeta), esperando que a marcha continuasse.

Repentinamente, um homem com um grande rosto, vestindo um imaculado casaco de cor cinza cruzou a rua com uma atitude gentil e calma, porém alegre. Ele tinha incríveis olhos azuis e eu fiquei impressionado que ele não estava olhando para as pessoas na frente dele, mas para as milhares de pessoas presentes na rua. Parecia que ele estava examinando profundamente cada bandeira que estava erguida na multidão. Eu prendi a respiração quando ele passou na minha frente. Ele fez uma breve parada e olhou de forma intensa para o meu sinal "SOP". Ele disse de forma breve e firme: "Isso! Sim, eu concordo com isso." Então a marcha continuou.

Depois de uma semana, eu ainda estou impressionado por este homem, então eu me pergunto se este homem era um Mestre?
P.C., Le Havre, França.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o homem era Maitreya.)

 

Visita repetida

Caro Editor,
Ontem, em 11 de Outubro de 2014, nós tivemos nossa palestra anual em Amsterdã, Holanda.

O salão estava lotado, mas também haviam algumas pessoas que chegaram atrasadas. Entre os que entraram mais tarde estava um cavalheiro com aparência Tibetana: estava chovendo e ele estava encharcado. Ele tinha uma aparência muito distinta.

Como o salão estava muito cheio, eu corri até ele com a minha cadeira para que ele não precisasse procurar por um assento. O cavalheiro de aparência Tibetana veio até mim e disse: "Aqui estamos nós de novo. Eu também estava aqui no ano passado." Ele me lembrou (a ficha ainda não tinha caído!) sobre o meu encontro com ele no ano passado nesta palestra. (Ver a carta "Aquele que sabe", SI, Dez 2013). Eu repentinamente me lembrei de cada detalhe de nosso encontro anterior. Ele estava impressionado que eu sabia o que tinha acontecido no ano passado em grande detalha, porque eu vejo muitas pessoas.

Neste momento, eu percebi que Ele deveria ser o Mestre Jesus. Eu imediatamente O agradeci por ter vindo à palestra novamente. Ele também me perguntou por quanto tempo eu estava fazendo este trabalho como um voluntário. Eu disse, oito anos ou mais, porque eu tinha perdido a conta.

O que me impressionou foi que desta vez o Seu holandês estava sem falhas, como um falante nativo. Eu conseguia apenas ouvir o som da Sua voz e todas as outras pessoas como um murmúrio no fundo.

Durante a palestra, Ele sentou do lado das fotografias mostrando Maitreya como o Avatar Kalki em um cavalo branco durante as manifestações no Egito na Praça Tahir. Ele ficou durante toda a palestra.

Ele era o Mestre Jesus?
A.A., Amsterdã, Holanda.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o homem era de fato o Mestre Jesus.)

 

Alto da montanha

Caro Editor,
Durante Agosto de 2014, eu me senti influenciado a viajar à Califórnia pela primeira vez. Foram semanas maravilhosas e eu senti como se uma gama especial de energias benéficas de limpeza da natureza estivessem sendo absorvidas ao ficar no Parque Nacional Ojai e Sequoia. No entanto, foi durante minha semana no Monte Shasta que eu senti que algo especial tinha acontecido, a partir do meu primeiro momento na montanha; como se tivessem vindo à mim energias espirituais concentradas de algum tipo, que ainda estão passando e se acomodando em mim, que eu sinto estarem me levando à frente na minha evolução. Eu também percebi, desde esta viagem, um aumento de consciência dos movimentos do meu pensamento e eventos sincrônicos. Algo particular ocorreu e o que está acontecendo comigo agora?
R.W., Haia, Holanda.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que foi dada à você uma benção por um dos Mestres do Monte Shasta.)

 

Forte dica

Caro Editor,
Neste verão de 2014, nós estávamos tendo um estande da Share International em um dos nossos festivais de rua na área do metrô de Los Angeles. Uma mulher, simplesmente descrita como uma mulher de meia idade, não parecendo de forma alguma incomum, veio à mesa, deu uma olhada nos materiais que nós tínhamos à mostra, então nas exibições do nosso estande e me perguntou: "Vocês têm um escritório local, onde o público pode ir e visitar?" Eu disse que nós não tínhamos um centro/escritório público em Los Angeles, mas que nós éramos uma rede internacional de voluntários, e que alguns grupos no mundo de fato têm um centro onde o público pode ir, pensando no centro da Share International em Amsterdã. Ela repetiu novamente: "Então, vocês não tem um centro público em Los Angeles?" Eu respondi que não tínhamos, mas ofereci um número de telefone local para ligar e nosso site da Share International. Ela me agradeceu, não pegou nenhuma informação ou materiais e foi embora. Eu comecei a me perguntar que, durante todo o tempo no qual eu estive trabalhando em estandes da Share International, nunca me foi feita uma pergunta como esta. Também, suas perguntas eram tão diretas, e nossa conversa foi curta, mas eu não consigo me esquecer dela por alguma razão. Você poderia gentilmente me dizer se esta mulher era um Mestre?
O.C., Los Angeles, CA. EUA.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a "mulher de meia idade" não era um Mestre, mas um mensageiro do Mestre Jesus.)

 

Visão particular

Caro Editor,
Nós vivemos em Glastonbury e de nossas janelas nós podemos ver o Tor. Em 31 de Agosto de 2014, às cerca das 9:30 da noite, meu marido saiu para dar uma olhada nas estrelas-- algo que nós fazemos todas as noites antes de irmos dormir. Desta vez, ele bateu na janela urgentemente me chamando para sair.

Acima do Tor havia uma espaçonave sobrevoando. Ela era silenciosa. Nós podíamos ver que ela era redonda com luzes brancas e continuava virando como se ela quisesse que nós déssemos uma boa olhada nela. Então, ela se inclinou de forma que nós podíamos ver que ela tinha cores coloridas. Nós vimos algumas luzes piscando, mas não sabíamos se elas vinham da espaçonave ou se alguém estava tirando fotos no Tor.

A nave desapareceu atrás das árvores, mas alguns poucos minutos depois, ela retornou. Ela fez isso por cerca de uma hora.

(1) Você poderia, por favor, dizer de que planeta ela veio? (2) Ela se inclinou e sobrevoou de forma a nos permitir vê-la o máximo possível?
P.D., Glastonbury, Reino Unido.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que (1) o objeto era uma espaçonave de Marte. (2) Sim.)

 

Inspiração

Caro Editor,
Em 4 de Setembro de 2014, eu estava almoçando em um restaurante Parisiano e lendo a edição de Setembro da revista Share International.

Eu tinha acabado de ler o artigo do Rabino Michael Lerner, que provocou em mim uma profunda emoção e sentimento de amor e compaixão pela humanidade. Eu olhei pela janela e então vi na rua um homem idoso vestido como um velho homem Judeu da Europa Oriental que eu tinha visto em algumas fotos antigas do começo do século 20. Ele tinha uma longa barba branca e usava um chapéu. Ele estava pedindo dinheiro, mas ninguém parecia ficar tocado com ele. Eu senti compaixão e simpatia por ele, principalmente quando eu o vi olhando para a janela de uma livraria com muita curiosidade. Então ele saiu. Eu não conseguia parar de pensar nele, e eu sai do restaurante tentando encontrar o homem, quando um homem Caribenho muito alto de meia idade sorriu e disse olá para mim. Eu senti como se ele soubesse o que eu estava fazendo e que ele aprovava. Eu finalmente encontrei o homem idoso e dei à ele uma moeda, mas eu me senti ruim quanto à idéia de dar à ele apenas um pedaço de pão. Então, eu percebi que nós estávamos na frente de uma padaria, e pedi ao homem para esperar e trouxe à ele um sanduíche da padaria. Eu percebi que seu rosto podia ser Judeu e Árabe ao mesmo tempo.

Ele agradeceu à mim enquanto segurava minha mão com muita ternura. Eu não consigo parar de pensar sobre estes dois homens.

(1) O homem Caribenho era apenas alguém que sentiu simpatia por mim, ou ele era "alguém especial"? (2) E o homem idoso, era talvez "alguém especial" também?
J.J., Paris, França.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que (1) o homem Caribenho era o Mestre Jesus, e (2) o "homem idoso" era Maitreya.)

 

De fato veterano

Caro Editor,
Em 24 de Setembro de 2014, enquanto eu estava andando na Telegraph Avenue em Oakaland, Califórnia, eu me deparei com um jovem e bem bonito homem sentado calmamente na calçada próximo do tráfego. Ele tinha um cartaz dizendo que ele foi um veterano no Iraque. Nós conversamos por um tempo, e quando eu olhei em seus olhos, eu pensei, como um veterano sem teto tinha tanto "shen" em seus olhos? A palavra "shen" na medicina oriental se refere à força de vida que é visível nos olhos de uma pessoa. E este veterano do Iraque tinha uma energia de vida bem forte em seus olhos, assim como um profundo sentimento de calma e paz. Seu nome era significante para mim, com as iniciais R.H.I, e eu fiquei repleto com muita alegria depois de falar com ele.

Com respeito, este irmão era Maitreya ou um Mestre da Sabedoria?
B.B., Oakland, Califórnia, EUA.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o homem era Maitreya.)


 

Sinais dos Tempos

"Aqueles que procuram por sinais irão achá-los..."

Ícones que choram

Ícone que chora do Arcanjo Miguel, Ialyssos, Rodes, Novembro de 2013

Ícone que chora do Arcanjo Miguel, Ialyssos, Rodes, Novembro de 2013

Rodes, Grécia: Um grande e colorido ícone do Arcanjo Miguel na Sagrada Igreja no Antigo Cemitério de Ialyssos, na ilha de Rodes começou a chorar em Novembro de 2013, e o próprio bispo ortodoxo de Rodes, o Metropolitano Kyrillos, foi investigar. Ele verificou que haviam o que se pareciam com lágrimas no rosto do Arcanjo, e pediu para o ícone ser retirado de forma que a parede atrás do ícone pudesse ser examinada. Foi visto que a parede estava seca, o que eliminou a possibilidade da umidade penetrar no ícone.

Satisfeito que as lágrimas do ícone podiam apenas ser um milagre, o Metropolitano pediu para que o ícone fosse levado à Sagrada Igreja da Dormição de Theotokos em Ialyssos para veneração pública, como também para ver se uma mudança no ambiente pararia este fenômeno. De acordo com o vicário local, o Pai Apostolos, o ícone foi feito em 1896 e tinha passado recentemente por uma restauração feita pelo departamento arqueológico.

Em Novembro de 2001, o ícone ainda estava chorando em seu ambiente, algumas vezes parando, mas continuando novamente, e é até mesmo foi relatado que um segundo ícone do Arcanjo Miguel está chorando também na igreja original. Grandes multidões se juntaram para venerar o ícone.
(Fonte: tv.kosmos.gr; pravoslavie.ru)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que Maitreya está manifestando este milagre.)

 

Ícone que chora de Theotokos (Maria), Milão, Abril de 2010

Ícone que chora de Theotokos (Maria), Milão, Abril de 2010

Milão, Itália: Um ícone de Maria na Capela do Santo Nícolas e Ambrose em Milão foi confirmada estar chorando em 25 de Abril de 2010. Esta foi a segunda vez em dois anos que o ícone de Maria foi visto chorar na presença de muitos visitantes. Maria também é conhecida como a Theotokos na tradição Ortodoxa (o ícone na linhagem Búlgara Ortodoxa).

As autoridades da igreja da Metropolitana não relataram a ocorrência anterior, não desejando atrair uma especulação indevida em relação ao fenômeno, mas as lágrimas foram vistas por muitos. O Metropolitano Evloghios oficialmente confirmou que os outros Bispos foram testemunhas do evento, mas que eles até agora se esquivaram em especular sobre o significado do evento. (Fonte original: Ortodossia- In-Occidente, Weblog de notícias da Arquidiocese de Milão)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que este foi um milagre manifestado pelo Mestre Jesus.)

 

 

A.C enviou esta fotografia de padrões de luz que apareceram em sua cerca em Norte Massapequa, Nova York, EUA, desde 19 de Maio de 2014. "Que prazer vê-las do lado  de fora da minha janela todos os dias," ela diz. (O Mestre de Benjamin Creme confirma que elas foram manifestadas por Maitreya em associação com os Irmãos Espaciais.)

A.C enviou esta fotografia de padrões de luz que apareceram em sua cerca em Norte Massapequa, Nova York, EUA, desde 19 de Maio de 2014. "Que prazer vê-las do lado de fora da minha janela todos os dias," ela diz. (O Mestre de Benjamin Creme confirma que elas foram manifestadas por Maitreya em associação com os Irmãos Espaciais.)

 

Padrões de luz em uma parede em Frome, Reino Unido, em 20 de Junho de 2014, às 7:30 da noite. Fotografia enviada por C.H., Frome, Somerset, Reino Unido.

Padrões de luz em uma parede em Frome, Reino Unido, em 20 de Junho de 2014, às 7:30 da noite. Fotografia enviada por C.H., Frome, Somerset, Reino Unido.

 

Ponto alto

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a Benção foi do Mestre Jesus.)

Caro Editor,

Em Janeiro de 2013, enquanto eu estava conversando pelo telefone com um amigo que tinha acabado de perder o seu filho, eu estava tentando dar esperança à ele, falando sobre reencarnação, entre outras coisas. Repentinamente eu senti as vibrações no quarto se elevando. Era estranho, rápido, e agradável. O sentimento era como quando sua cabeça sai de fora da água. Eu rapidamente tirei fotos do lugar de onde as vibrações estavam vindo. Quando as fotos estavam na tela do meu computador, eu pude ver um círculo de luz. Isso foi uma manifestação causada por um Mestre?

Nome retido, França.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a Benção foi do Mestre Jesus.)

 

Uma revista local em Nîmes, França, La Gazette, publicou um relato em Setembro de 2011, sobre o fenômeno dos padrões de luz aparecendo em construções em Nîmes, dizendo que eles são tão misteriosos quanto os círculos nas plantações.

Uma revista local em Nîmes, França, La Gazette, publicou um relato em Setembro de 2011, sobre o fenômeno dos padrões de luz aparecendo em construções em Nîmes, dizendo que eles são tão misteriosos quanto os círculos nas plantações.

 

"Mão" de Maitreya

"Mão" de Maitreya

Caro Editor,
O filho do meu amigo passou uma noite em um hotel em Bristol e ao acordar de manhã na Quarta-Feira, 10 de Setembro de 2014, encontrou uma grande marca de mão no espelho do banheiro. Ele disse que ela definitivamente não estava lá na noite anterior e quando ele tentou limpá-la, ela desapareceu, mas depois voltou. A coisa estranha é que o espelho estava completamente seco, com exceção da marca da mão que estava úmida, como uma condensação.

O filho do meu amigo tem aparentemente mãos bem grandes, mas quando ele colocou a mão sobre a impressão ela era muito maior do que a sua. Ele não sabia nada sobre a "Mão" de Maitreya (embora meu amigo saiba), mas ficou suficientemente chocado e surpreso a ponto de ligar para sua mãe e enviar à ela uma foto.

Este poderia ser um sinal?
M.I., Stoke on Trent, Reino Unido.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que a "Mão" foi manifestada por Maitreya.)

 

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que este foi um sinal, manifestado por um ÓVNI de Marte.)

Caro Editor,
Nós estávamos voltando de Tóquio depois de uma apresentação de vídeo em Koriyama-shi, Fukushima-ken, em 19 de Setembro de 2014 , próximo das 5 da tarde, quando nós vimos uma cruz formada na nuvem no céu da tarde. Você poderia por favor dizer se isto era um sinal?

M.Y.,Y e O.T., Tóquio, Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que este foi um sinal, manifestado por um ÓVNI de Marte.)

 

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que as cruzes de luz foram magnetizadas por Maitreya.)

Uma das cruzes de luz fotografadas pelo habitante da Nova Zelândia W.H., na janela de um quarto de banho em um albergue em São Francisco, tirada em Agosto de 2013 e Agosto de 2014. Eles eram visíveis apenas à noite e quando as luzes de fora estavam ligadas. Os círculos de luz eram grandes e brilhantes, e quando um carro se aproximava a partir da garagem, o efeito era impressionante.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que as cruzes de luz foram magnetizadas por Maitreya.)


 

SOP!-- Salve nosso Planeta

Nota do Editor: Os editores da Share International não podem dar uma ênfase maior quanto a importância de tomar uma continuada e combinada ação em nome do nosso planeta.

A histórica marcha das pessoas quanto ao clima

Em 21 de Setembro de 2014, a maior manifestação quanto ao clima fez história, quando 2.700 simultâneos eventos ocorreram de Melbourne à Manhattan. Mais de 1 milhão de pessoas tomaram as ruas nas cidades e vilas em mais de 156 países ao redor do mundo para exigirem ação quanto ao aquecimento global. Os eventos ocorreram antes do Encontro do Clima da ONU que foi realizado em Nova York em 23 de Setembro, cujo anfitrião era o Secretário Geral da ONU Ban Ki-moon. Ele tomou o passo sem precedentes de se juntar aos manifestantes em Nova York, dizendo: "Ação em relação ao clima é urgente. Quanto mais nós demorarmos, mais nós pagaremos em vidas e em dinheiro. O encontro do clima que eu estou convocando tem dois objetivos: mobilizar a vontade política para um universal e significativo acordo em relação ao clima no ano que vem em Paris; e o segundo é gerar passos ambiciosos para reduzis as emissões de gases que provocam o efeito estufa e aumentar a resiliência."

A frente da Marcha das Pessoas quanto ao Clima em Nova York foi tomada por grupos indígenas do mundo e as comunidades que foram mais afetadas pelo Furacão Sandy. Ela atraiu aproximadamente 400.000 pessoas, incluindo o ex Vice Presidente dos EUA, Al Gore, o primatologista Jane Goodall e Héctor Figeroa, presidente dos trabalhadores de serviços de construção em Nova York, parte do Sindicato dos Empregados Internacionais de Serviços (SEIU), a segunda maior organização sindical nos EUA, que disse: "Nós trabalhamos em construções que ficam inundadas. Nós somos atingidos por epidemias de saúde com asma, que são fortes em nossas comunidades, e nós nos importamos quanto ao mundo que deixaremos aos nossos filhos e netos."

Na fronteira Canadense com os EUA, milhares de manifestantes dos grupos da Primeiras Nações e organizações locais viajaram de Vancouver para Sattle, exibindo "mudanças climáticas sem fronteiras". Eles aumentaram a consciência quanto à destrutiva extração de petróleo em areias betuminosas e quanto a construção do oleoduto da Keystone XL, de Alberta até o Texas, com sua inaceitável destruição ambiental e aumento da emissão de carbono. Keya Chatterjee, Diretora de Energia Renovável da World Wildlife Fund (WWF) disse, "Nosso grande sucesso ocorreu quando as pessoas deixaram suas casas e saíram para as ruas...Líderes devem tomar este grito de manifestação e encontrar um caminho para dar às pessoas o que elas querem: ação quanto ao clima agora."

Na Tanzânia, os Maasai marcharam ao redor de suas terras tradicionais para chamarem por ação para a proteção de sua terra natal no Seriengeti dos impactos das mudanças climáticas. Eventos também ocorreram pela África, incluindo em Johannesburgo, Togo, Niger, a Costa do Marfim, Benin e na Nigéria.

Nas Ilhas do Pacífico, de Tonga à Tokelau, as pessoas se manifestaram pedindo por "Ação, não Palavras". Na Papua Nova Guiné rural, alunos da escola primária andaram até um farol próximo que ficou parcialmente submergido devido à elevação dos níveis do mar. Noelene Nabulivou do Fiji, da Diverse Voices and Action for Equality (DAWN) disse: "Mulheres do Sul Global estão cansadas de ouvirem políticos e outros parceiros de desenvolvimento darem uma desculpa ou outra pela qual o mais forte e útil objetivo de redução do clima de 1.5 graus Célsius não é possível.... Esta marcha é para que todos saibam que o momento é agora!"

A histórica marcha das pessoas quanto ao clima
© Meryl Tihanyi

Em Londres, 40.000 pessoas marcharam até as Casas do Parlamento conforme os sinos das igrejas tocavam. Uma oração especial do Arcebispo Desmond Tutu foi usada em todas as marchas do clima. É uma oração para "nossos líderes, os guardiões da Mãe Terra, conforme eles se unem na Cidade de Nova York nas conversas sobre o Clima", e pede para que eles "negociem com sabedoria e justiça."

Manifestações, marchas e passeios de bicicleta ocorreram em Paris, conforme 25.000 pessoas tomaram parte na "Paris Marche pour le Climat", e em Berlin, mais de 10.000 pessoas convergiram para um colorido festival no Portão de Brandenburg. No Rio, milhares marcharam nas praias de Ipanema, e depois imagens foram transmitidas na estátua do Cristo Redentor.

A Quaker Earthcare Witness (QEW) e muitos encontros Quakers locais lançaram uma declaração conjunta: "Nesta semana, nós nos unimos à Marcha das Pessoas quanto ao Clima como membros desta linda família humana, procurando compromissos significativos de nossos líderes e nós mesmos, para lidarmos com o aquecimento global para o nosso futuro partilhado, a Terra, e as gerações por vir. Nós vemos esta Terra como uma impressionante dádiva que suporta a vida. Ela é a nossa única casa. Vamos cuidar dela juntos."

O Greenpeace apresentou uma petição com 6 milhões de assinaturas pedindo pela criação de um Santuário no Ártico. A Avaaz e grupos inter-religiosos também enviaram uma petição com mais de 2 milhões de assinaturas exigindo ação para salvar o planeta.

O Encontro Inter-religioso quanto às Mudanças Climáticas foi também realizado em Nova York, em 21-22 de Setembro de 2014, bem antes do encontro da ONU. Lideres religiosos representando diferentes crenças e grupos religiosos ao redor do mundo entregaram uma declaração aos líderes mundiais afim de expressarem profunda preocupação em relação às conseqüências das mudanças climáticas na Terra e em seus povos. A declaração destacou a efeito desproporcional das mudanças climáticas em nossas vidas, meios de subsistência e direito dos mais pobres, marginalizados e das populações mais vulneráveis, incluindo os povos indígenas. Eles pediram que os governos se comprometam a limitar o aquecimento global até abaixo de 2 graus celsius e completamente eliminarem o uso de combustíveis fósseis até 2050. Isto incluiria ações conjuntas como cortes de curto prazo de emissões, término do subsídio aos combustíveis fósseis, o desinvestimento do carvão, proteção em larga escala para florestas, aumento da eficiência de energia e outros passos. Por fim, os grupos inter-religiosos pediram para que todas as nações trabalharem construtivamente em direção a acordos quanto ao clima de longo alcance, justos e juridicamente legais em Paris em Dezembro de 2015. Este acordo irá substituir o Protocolo de Quioto como o tratado mais importante quanto as mudanças climáticas, e necessitará que todos os países repensem seus sistemas de energia.

O Secertário da ONU Ban Ki-moon convidou líderes de estado à virem ao encontro de Nova York com compromissos quanto as mudanças climáticas que poderiam ser incorporados ao acordo final. Muitos que participaram do processo disseram que ter um primeiro rascunho seria vital para o sucesso das duas semanas finais do encontro de Paris em 2015-- enquanto que deixar detalhes para o último minuto poderia levar à um maior atraso. A ONU espera que um rascunho do acordo estará na mesa antes de Dezembro de 2014, quando todas partes se encontrarão novamente em Lima, no Peru, para mais discussões.

(Fonte: www.peoplesclimate.org; theguardia.com; www.greenpeace.org.uk; www.interfaithclimate.org; www.rtcc.org)

A histórica marcha das pessoas quanto ao clima

 

mensagem anterior mensagem seguinte


HomeCopa

  | INÍCIO |