MAIN
Home
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 
 Início >> do Mestre>> Outubro 2016

Share International HomeShare International HomeBackground information

mensagem anterior mensagem seguinte

 

Pedido de apoio!

Veio ao nosso conhecimento que mais e mais pessoas estão recebendo nossa informação apenas pelo website, desta maneira, renunciando ao pequeno custo de assinar a revista Share International.

Nem todos podem, ou usam a internet, e é essencial ter uma expressão física externa, que pode apresentar com fotos, os eventos dos quais falamos. Isto significa que é necessário que haja uma revista, que,é lógico, requer uma grande quantidade de trabalho de voluntários, e muito dinheiro para ser produzida. Talvez exista a idéia de que a Hierarquia distribua dinheiro para este trabalho, mas este não é o caso. Assinaturas para a Share International são uma parte essencial para manter o nosso trabalho e alcançarmos o público. O custo da assinatura é mantido o mais baixo possível, a revista não é patrocinada por propagandas e custo postais e de impressão estão aumentando a todo o momento.

Certamente nós todos concordamos que todos aqueles que seriamente acreditam neste trabalham gostariam de ajudar a revista, sejam eles leitores ou não das informações pela internet.

Obrigado pelo seu apoio.


 

Ajuda é necessária—e oferecida

pelo Mestre--, através de Benjamin Creme, Setembro de 2006

Logo se tornará claro que sem ajuda, os homens têm pouco tempo para resolverem os problemas, ecológicos, políticos e econômicos, que causam caos, perigo e dor de cabeça para a maioria das pessoas na Terra. É uma situação única na história da Terra. Muito depende dos homens perceberem que eles têm, como guardiões, a responsabilidade de cuidarem cuidadosamente do bem estar do planeta e de todos os seus reinos, e em passar uma vibrante e saudável casa planetária para futuras gerações. Tão doente se tornou o planeta por causa da ação predatória e egoísta do homem que, se fosse ele humano, grandes dúvidas existiriam em relação a sua recuperação. A casa do homem e os reinos inferiores devem ter suas saúdes restauradas afim de cumprirem o seu papel no Plano de evolução.

O caos reina, semelhantemente, na esfera política. As nações são lideradas por grupos dedicados ao passado, incapazes de verem que seus métodos não mais se aplicam as necessidades de hoje e de amanhã. Cegos e arrogantes, eles andam pelo palco da vida como atores ultrapassados, incertos de sua direção ou suas falas. A porta marcada como SAÍDA abre-se amplamente para esses destrutivos usurpadores do poder.

As esferas econômicas e sociais são as mais tristes de todas. Enquanto a riqueza do mundo flui para cada vez menos mãos, incontáveis milhões imploram pelo mínimo para sobreviver. Milhões estão muito fracos para implorarem, e morrem, desamparados, antes de terem aproveitado a vida. O que os homens podem fazer para consertarem estas tristes e perigosas condições? Para quem eles podem se virar para ajuda na sua agonia?

Há apenas uma única fonte de ajuda para os homens em sua extrema necessidade. Esta ajuda é deles para pedir. Nós, seus Irmãos mais Velhos, procuramos apenas o seu bem estar e felicidade, e estamos prontos para ajuda-los e apontar o caminho para um futuro melhor para todos.

Nós vemos todos os homens como Um, irmãos e irmãs de uma grande família. Os homens precisam, semelhantemente, banirem de seus corações o sentimento de separação, e redescobrirem a realidade da fraternidade que está no coração da condição humana. Os homens, todos os homens, são Deuses em potencial, e devem criar as condições que todos eles precisam para florescerem. Nós os ajudaremos a fazer isso, de bom grado, quando vocês tomarem o primeiro passo nesta direção. Este primeiro passo não é difícil e nem repleto de riscos. Vocês não têm nada a perder e a divindade de vocês a ganhar: este primeiro passo é chamado de Partilha.


 

Perguntas e Respostas
- uma seleção da revista deste mês

P. Você pode dizer o que aconteceu em 1947, em Roswell, Novo México? Um ÓVNI caiu lá, e se sim, o que aconteceu com as pessoas nele?

R. Sim, este foi um dos vários casos nos quais os ocupantes de um ÓVNI (de Marte), deliberadamente se chocaram, de forma que as autoridades Americanas pudessem examinar o veículo e corpos da queda. Eles tinham que fazer isso rapidamente, já que os veículos e os corpos desapareceriam de forma muito rápida. Haviam cinco ocupantes, quatro morreram imediatamente e um sobreviveu por um tempo. Todos foram examinados medicamente pelas autoridades. Depois de algum tempo, os corpos desapareceram, derretendo e transformando-se em uma substância gelatinosa, já que eles têm corpos de matéria etérica. Seus corpos e veículos podem se manifestar nos níveis etéricos mais altos, ou eles podem se tornar visíveis a nós ao baixarem sua taxa vibracional. As autoridades dos EUA aprenderam muito; elas conseguiram muitas informações do veículo antes dele, também, desparecer e se desintegrar.

P. O quão longe nós estamos de sermos capazes de utilizar a tecnologia da luz?

R. Assim que nós desistirmos de guerra para sempre, e destruirmos todas as armas, os Irmãos Espaciais nos darão a Tecnologia da Luz. Depende de nós mesmos. Assim que nós abandonarmos a guerra para sempre. Se nos dessem esta tecnologia sem que tivéssemos abandonado a guerra, ela seria mil vezes mais perigosa do que as armas nucleares. Então, a nós nunca será dado este conhecimento se nós não genuinamente desistirmos da guerra e do conflito de forma permanente.

P. Algumas pessoas planejam colonizar Marte e Vênus. O que os Marcianos e Venusianos pensam quanto a isso?

R. Eles diriam: “Nós ficamos muito lisonjeados que vocês gostariam de tomar os nossos planetas, mas não, obrigado. Não obrigado, mas agradecemos mesmo assim.”

P. Há comida o suficiente no mundo para todos, mas e quanto a água?

R. Bem, o mesmo princípio se aplica, assim como com a comida. Nós precisamos aprender a partilharmos. Existem países nos quais a água é escassa—por exemplo, Israel e a Palestina utilizam a mesma água. Israel utiliza a maior parte da água e os Palestinos precisam sobreviver com o resto. É essencial que nos partilhemos.

P. Em outros planetas nos quais as pessoas são mais avançadas, elas já chegaram a beira do abismo—como nós estamos fazendo? Elas foram resgatadas? E nós estamos condenados?

R. Nós não estamos condenados. Nós estamos agora na Era de Aquário. O problema é que ainda metade da população do mundo é Pisciana—elas gostam da energia e das atitudes de Peixes. Elas estão sofrendo: elas veem que os velhos métodos estão desaparecendo. As pessoas Piscianas são as expoentes das desgastadas, velhas e competitivas estruturas. Elas vêm do passado e não têm nada a darem ao mundo agora. A mensagem delas é do passado. Os governos conservadores do mundo são forças conservadoras que negam as energias de Aquário, as energias do futuro. Elas oferecem um futuro de unidade. As energias trabalham através de grupos apenas—não através de indivíduos, mas grupos. Gradualmente, as pessoas desenvolverão consciência grupal. Os Mestres não têm um sentimento de serem separados—eles têm consciência grupal. Eles veem e pensam quanto a si mesmos como um grupo. Eles são o grupo que se manifesta e ancora no mundo o segundo aspecto da divindade—que nós chamamos de Amor.

P. O recente ofuscamento (Ver Perguntas e Respostas, Share International Setembro 2016), ocorreu ao redor do mundo?

R. Não, ele foi limitado ao Reino Unido.

P. Como alguém pode experienciar a sua própria divindade?

R. Todos são um Deus, que tem o potencial de criar todas as coisas.Quando você ver Maitreya, você O achará extraordinário e muito simples, mais simples do que você conseguirá imaginar. Você verá que Ele é tão humilde, tão que você não conseguirá imaginar a humildades deste homem. Ele não quer seguidores. Ele é um instrutor. Ele quer ensinar e nós, se quisermos, poderemos aprender. Maitreya nunca infringe o livre-arbítrio. Mas Ele ensina com graça, com entendimento, de forma simples, de forma que possamos entender questões muito complicadas, como o sentido e propósito da vida.

Nós conhecemos o sentido e propósito da vida? Nós sabemos por que estamos aqui? Qual é o propósito de estarmos na terra? Nós achamos que podemos fazer qualquer coisa, mas não conhecemos nada. Nós teremos que nos tornar como crianças novamente, e trabalharmos com os Mestres, e aonde nós tivermos que ser ensinados, Eles nos darão o seu conselho.

Maitreya não quer que você O venere como um Deus. As pessoas veneram a sua ideia de Cristo, sua ideia de Buda, sua ideia de seja lá quem elas sigam, Krishna ou outro. Ele quer que você seja você. Ser quem você é. Não outra pessoa. Não imitar alguém. Mas ser você mesmo. O ser humano e espiritual que você é. E quando você é o Ser espiritual que você é, a alma, você não precisa venerar nada ou ninguém. Nem mesmo Deus. Você é Deus. Você se torna consciente de sua divindade. E a expressa. Não é uma questão de veneração, é uma questão de afinidade e expressão.

Deus é uma experiência a ser expressada. Você expande a sua consciência e se torna consciente. Está tudo relacionado com consciência. Nós fazemos coisas estúpidas porque nós não estamos conscientes. Nós esquecemos. Nós não entendemos as Leis governando nossas vidas; nós simplesmente a tratamos como não existentes, mas existem Leis.

A vida é uma arte. Ela precisa ser aprendida e as Leis governando ela precisam ser aprendidas e respeitadas.

A arte da vida irá se desenvolver inacreditavelmente nesta nova era—em cada aspecto de nossas vidas. Valerá a pena estar vivo neste tempo.


 

Cartas ao editor

Cantando para todo o Cosmos

Maitreya no “disfarce” de um músico na Catedral de Notre Dame em Die, França, em 6 de Agosto de 2016.

Maitreya no “disfarce” de um músico na Catedral de Notre Dame em Die, França, em 6 de Agosto de 2016.

 

Caro Editor,
Na manhã de 6 de Agosto de 2016, meu marido e eu estávamos fazendo a nossa caminhada matinal do acampamento local até o centro Die, sul da França, onde nós ouvimos os sinos da igreja da Catedral de Notre Dame de Die.

Conforme andávamos, nós conversamos sobre sermos honestos na vida, verdadeiramente comprometidos com o nosso caminho na vida, mesmo que isso não se encaixe nas expectativas e ideias das outras pessoas. Tópicos como reencarnação, a presença de Maitreya em nosso mundo e a existência de vida extraterrestre são frequentemente desafiadores para sempre trazidos em conversas com outras pessoas, e frequentemente nós nos sentimos ridicularizados.

Eu senti uma forte necessidade de visitar a catedral e acender velas. Quando entramos, eu fiquei surpresa em ouvir uma música tocante, muito bonita, por toda a catedral. Quando acendi minha vela, eu me senti elevada, como se eu tivesse me juntado ao som que estava penetrando o meu coração. Conforme estava absorvendo as energias da música, eu fiquei surpresa em ver a fonte da música: um homem sentado sozinho na posição de lótus no chão de pedra, na frente da primeira fileira de cadeiras. Ele tinha uma espécie de órgão Indiano na frente dele, o qual ele estava tocando com total devoção. Ele cantou e tocou com todo o seu coração de uma forma muito natural, como se a sua presença estivesse imersa em sua música. A intensidade de sua performance a tornou especial e incomum. Ela era absolutamente linda, mas um tanto não terrena em sua qualidade única. Ele não tinha audiência e não estava pedindo dinheiro, como os músicos na rua do lado de fora. Ele estava completamente alinhado com a sua música.

Eu pensei sobre minha situação pessoal e o quão facilmente eu me distraio com preocupações diárias como comida, cuidar das crianças, pagar as contas, outros deveres e as notícias mundiais. O quão diferente era este músico em sua total atenção e absoluta concentração. Não haviam palavras, nenhum mantra, ele cantava de seu coração, acompanhando-se pelo seu órgão Indiano; parecia como se ele estivesse cantando e tocando para todo o Cosmos, como se sua presença estivesse imersa em um trabalho de serviço absoluto. A energia da música era como a energia de um ofuscamento de Maitreya durante a Meditação de Transmissão. Eu me perguntei se ele talvez poderia ser Maitreya.

Então, um grupo de frequentadores da igreja entrou na catedral. Eles ouviram o músico cantando e discutiram a situação inesperada. Um pouco de tempo depois, o sacristão se juntou a eles; eu fiquei esperando que ele permitiria que o músico continuasse com sua linda música e que ele a apreciaria. Eu estava pensando que este mundo talvez precisasse de mais amor e tolerância, e que nós poderíamos abraçar um ato simbólico de tolerância aqui em Die!

Então eu pensei, rindo: se este homem é Maitreya, então ele pode cuidar perfeitamente da situação sozinho! O sacristão observou o músico por alguns segundos e permitiu que ele continuasse.

Meu marido, Jan, se perguntou se este lindo trabalho não era o seu caminho na vida, e então, nada mais do que um profundo respeito deveria ser oferecido a ele. Isto fez com que ele sentisse que todos nós precisamos trilhar o nosso próprio caminho na vida. Jan tirou uma foto do músico e deu a ele um pouco de dinheiro. “Vous êtes très genereux”, ele disse com um grande sorriso para Jan. Por um breve momento, ele parou de cantar. Nós tivemos que sair para nos encontrarmos com nossa filha.

Enquanto o músico estava tocando, nós passamos na frente dele, não querendo atrapalhar a sua música, mas também querendo expressar o nosso agradecimento por sua música abençoada.

“Minha música é de pura inspiração (ele falou Inglês agora) e eu a faço do coração, dos meus sentimentos.”

O músico tinha um rosto Indiano e olhos escuros: seus olhos estavam cheios de amor e gentileza. Sentimos como se tivéssemos encontrado Maitreya. Eu reconheci os olhos e a energia de outras fotos e da Meditação de Transmissão. Nós acenamos com a cabeça, e de certa forma, eu fiquei sem palavras e repleta com um intenso amor e maravilhosa alegria.

Juntos nós silenciosamente saímos da catedral para movimentada feira do lado de fora, ambos nos perguntados se nós teríamos sido abençoados pela música e energia de Maitreya.
M.L., e J.K, Volendam, Holanda.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o “músico” era Maitreya neste disfarce.)

 

Três cartas sobre o mesmo porta-voz:

Amigo em necessidade

Caro Editor,
(1) Em 15 de Maio de 2016, em Mediantheque, Sendai, Japão, nós realizamos um evento de palestra de Michiko Ishikawa, pela primeira vez desde o terremoto e o desastre da tsunami seis anos atrás. A capacidade máxima do salão era de 180 pessoas, e ele estava cheio antes da palestra começar. A sala extra que nós preparamos para uma projeção de vídeo simultânea em uma grande tela ficou rapidamente cheia, mas ocorreu um problema e ficamos sem áudio. Os membros do nosso grupo checaram os aparatos de áudio e explicaram a situação para a audiência.

Enquanto eu estava andando de um lado para o outro, tentando lidar com a situação inesperada, um dos visitantes chamou o meu nome. Ele disse, “Eu conheço você bem, Sr. Matsumoto. Tudo ficará bem”. Ele era de meia idade, com cabelo curto, meio branco e um rosto bonito. Eu fiquei surpreso em ouvir meu nome sendo chamado por um estranho. Eu me perguntei se eu havia me encontrado com ele antes. Senti como se já tivesse.

O quarto extra para a audiência foi mudado para um espaço na frente do monitor de televisão no corredor, porque eles não conseguiam ouvir o som. Eles estavam vendo a palestra pelo monitor, alguns de pé e outros sentados no chão. O administrador do salão nos avisou para não permitir as pessoas ficarem de pé ou sentadas no corredor por razões de segurança, mas o sistema de áudio não pôde ser consertado na outra sala, e estávamos começando a ficar muito preocupados. Então, o homem apareceu novamente e disse, alegremente: “Há vários assentos vazios no salão principal e espaço para as pessoas ficarem de pé. Eu sou um arquiteto e conheço isso bem.” Eu estava prestes a pará-lo, dizendo “ficar de pé não é permitido”, mas ele correu com tanta velocidade que eu não consegui alcança-lo.

Depois de um tempo, o áudio foi restaurado, e para a sessão de perguntas e respostas, as pessoas na sala extra puderam ir para o salão principal. Nós ficamos aliviados.

Depois do fim do programa, eu passei novamente pelo homem, que estava junto dos outros visitantes. Eu o agradeci pela ajuda mais cedo. Embora ele tenha retornado um sorriso com seus olhos, ele parecia estar observando os visitantes ao redor dele.

Ele era amigável e alegre, leve e auto confiante, como um mestre carpinteiro ou um administrador de um festival. Foi um maravilhoso visitante, que trabalhou tanto quanto um membro de nosso grupo. Ele deixou uma impressão duradoura em mim. Ele era uma pessoa especial?
M.M., Kesennuma, Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o “maravilhoso visitante” era um porta-voz do Mestre Jesus.)

 

Caro Editor,
(2) Nós tivemos um problema na sala extra e os membros de nosso grupo estavam ocupados lidando com a situação. Eu encontrei um visitante repetidamente saindo e entrando da sala extra. Ele estava agindo como se fosse um membro de nosso grupo. Mais tarde, eu ouvi que ele era o homem que havia levado os visitantes da sala extra para o espaço na frente do monitor de televisão no corredor. Ele agiu de forma mais apropriada que os membros de nosso grupo e não parecia ser uma pessoa comum. Ele tinha altura e peso medianos.

Ele era simplesmente um dos visitantes ou nós tivemos uma mão de ajuda para lidarmos com o problema?
S.U., Sendai, Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o prestativo visitante era um porta-voz do Mestre Jesus.)

 

Caro Editor,
(3) O que aconteceu na Palestra de Michiko Ishikawa em Sendai em 15 de Maio de 2016:

Eu fiquei feliz por aquele dia parecer tão calmo, pois nós tivemos vários telefonemas até pouco antes da palestra, e eu achei que tínhamos feito tudo que podíamos para divulga-la. Nós tivemos cerca de 220 visitantes para um salão com capacidade de 180 pessoas.

Durante a pausa depois da palestra, eu estava andando bem rápido para conseguir levar os cartões com perguntas da audiência para a Sra. Ishikawa, quando repentinamente, um homem começou a falar comigo.

Ele tinha cabelo branco curto e altura e pesos mediano, em seus quarenta ou cinquenta anos, usando um colete bege com muitos bolsos. Ele tinha um rosto bonito com olhos puros, brilhantes e vívidos. Estava com um humor muito bom, como se estivesse esperando por mim, e ele me cumprimentou com um sorriso, erguendo uma das mãos e dizendo: “Ei! Eu vim.” Foi algo tão inesperado que eu não consigo lembrar como eu respondi. Fiquei tão surpresa de ouvir um cumprimento familiar da parte deste homem, com se ele me conhecesse por muito tempo e fosse um amigo próximo ou velho conhecido. Talvez eu o tenha visto antes, mas não me lembre dele. Depois, quando eu conversei com meu marido, percebi que o homem que falou com ele e o homem que me cumprimentou eram o mesmo homem.

Apesar do problema de áudio na sala extra, todos, com exceção de duas pessoas, continuaram e ouviram a história intensamente. Foi realmente um dia maravilhoso.

Nós tivemos um visitante especial, ajudando-nos a lidar com a difícil situação?
M.M., Kesennuma, Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o prestativo visitante era um porta-voz do Mestre Jesus.)

 

Conto de Natal

Caro Editor,
Em 18 de Dezembro de 2015, durante as compras dos presentes de Natal, eu me encontrei com meu filho em uma grande loja de eletrônicos em Trencin, Eslováquia. Nós estávamos dando uma olhada em diferentes notebooks, quando um homem entrou na loja. Imediatamente, ele me chamou a atenção. Ele estava de bom humor, cumprimentando as pessoas de uma forma amigável e familiar, enquanto andava pela loja. Ele se parecia com Papai Noel com o seu bom humor. Sua grande barba parecia se espalhar em todas as direções. Havia um brilho em seus olhos. Sua roupa era bem peculiar. Ele estava vestido com um sem teto. Estava usando um longo casaco turquesa e em sua cabeça ele usava uma toca de lã cinza na forma de uma árvore de Natal, com uma bola de lã na parte de cima. Eu o mostrei para meu filho, que estava ocupado comparando os computadores. Ele me fez sorrir com o seu alegre sorriso. Depois de um tempo, um segurança o levou para fora da loja. Eu me pergunto se este homem era Maitreya?
P.W., Eslováquia.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o alegre homem era um porta-voz do Mestre Jesus.)

 

Proteção

Caro Editor,
O trânsito às 18:45, naquela fria e escura tarde, 30 de Dezembro de 2014, estava se aproximando do fim da hora do rush e fluía em um ritmo moderado, o que parecia apropriado para as estradas parcialmente congeladas do condado, que estavam secas o suficiente se você estivesse dentro dos perímetros da estrada; mas fora delas, o gelo prevalecia.

Dois de nós do grupo de Meditação de Transmissão de Boulder estávamos em nossa vigem semanal para participarmos da Meditação de Transmissão perto de Longmont, Colorado, na casa de Connie Schaefer. Nós estávamos atravessando o farol quando um carro repentinamente desviou em nossa direção, a partir da pista da direita, e quase me atingiu no assento do passageiro. Meu mecanismo de resposta automático me fez gritar “Oh, Meu Deus.” O colaborador Zach Castleman desviou o carro para a beirada esquerda da estrada para evitar ser atingido. Devido as condições de gelo, foi impossível controlar o carro e ele começou a oscilar, de um lado para outro várias vezes, e então virou 180 graus, indo para trás, com o trânsito vindo bem em nossa direção.

O carro começou a movimentar-se para trás, mas então foi do lado esquerdo da pista para o extremo do lado direito. Nosso movimento estava agora desacelerando. Agora estávamos indo em direção a um profundo buraco, que parecia sem fim na escuridão da tarde, e eu senti que talvez nós poderíamos virar; no entanto, o carro pareceu desacelerar lentamente próximo ao buraco, a parte de trás primeiro, e nós chegamos a uma impressionante, se não abrupta, parada.

O trânsito continuou, mas a parte da frente do carro estava fora do fluxo do tráfego. Mesmo estando em um ângulo muito íngreme, estávamos a salvo. Olhamos um para o outro com alívio. Eu telefonei pedindo ajuda, e foi me dito que haveria um tempo de espera de três horas devido à alta demanda. Dentro de pouco tempo, dois jovens homens Hispânicos em um caminhão pararam e se ofereceram para nos retirar da pista. Eu fiquei bem surpreso em como foi tão fácil para eles nos retirar de lá. Nós os agradecemos profundamente e eles hesitantemente aceitaram um pouco de dinheiro pelo trabalho deles. Enquanto isso, o motorista que quase nos atingiu encontrou o nosso carro e pediu desculpas. Ele disse que nós estávamos em um “ponto cego” e que ele não nos viu pelo seu espelho retrovisor. Nós continuamos em nosso caminho e chegamos apenas 30 minutos atrasados, um pouco abatidos, mas não tão ruins levando em consideração a experiência, nos sentindo muito felizes por estarmos inteiros.

Alguém especial ajudou a levar o carro para um lugar seguro? Os dois jovens Hispânicos eram pessoas especiais?
L.L., Boulder, Colorado, Canadá.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que vocês foram ajudados de todas as formas possíveis por discípulos do Mestre Jesus.)


 

Sinais em abundância

Estátua chorando na Colômbia.

Estátua chorando na Colômbia.

Uma estátua da Maria na cidade de Floridablanca, Colômbia, chorou lágrimas de sangue em Maio de 2016. Um residente local disse, “Todos os dias os vizinhos rezam na frente da Virgem Maria e ontem eles viram que ela tinha lágrimas em seu olho esquerdo. Muitas pessoas vieram ver, e ficaram impressionadas.” O residente Miryan Quintero disse, “Eu acredito nisso. A Virgem está viva nos Céus. Eu sei que ela é real.” (Fonte: dailymail.co.uk)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o Mestre Que foi Maria manifestou este milagre.)

 

 

O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto era a estrela de Maitreya.

Samnanger, Noruega- Em 11 de Janeiro de 2016, às 9:45 da manhã, T.W. fotografou um “objeto semelhante a uma brilhante estrela no sudeste” do céu.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o objeto era a estrela de Maitreya.)

 

 

O Mestre de Benjamin Creme confirma que este ÓVNI era uma espaçonave de Marte.

Marmelo, Brasil- Uma fotografia tirada em 27 de Dezembro de 2015 mostra um ÓVNI no céu do dia. A fotógrafa relatou que ela apenas percebeu o ÓVNI quando ela viu a foto depois na câmera. (Fonte: ufosighingsdaily.com)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que este ÓVNI era uma espaçonave de Marte.)

 

 

Gigante círculo na plantação na Bavária.

Gigante círculo na plantação na Bavária.

Um gigante, intrincado círculo na plantação atraiu pessoas para uma fazenda próximo de Mammendorf, cerca de 33 milhas a oeste de Munique, depois que ele foi descoberto em 21 de Julho de 2016.

Um correspondente da Share International que visitou a formação disse: “Nós conversamos com o sobrinho do fazendeiro, que não acredita que seres humanos o criaram. Ele disse: “Ninguém pode fazer isso; ele é tão perfeito e nenhuma planta foi quebrada. Milhares de pessoas de todo o mundo visitaram o círculo da plantação, todas pessoas muito gentis e calmas.”

O próprio fazendeiro disse a Sueddeutsche Zeitung em 3 de Agosto, que ele foi ao círculo com um visitante que tinha um compasso. “O compasso ficou totalmente fora de controle. Então deve haver algo aqui que não é possível de se explicar.” (Fonte: Sueddeutsche Zeitung; bbc.com; cropcirclesdatabase.com)

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o padrão foi manifestado por espaçonaves de Marte.)

 

 

Círculos nas plantações no Reino Unido 2016

Estas duas formações de plantação do Reino Unido foram confirmadas pelo Mestre de Benjamin Creme como tendo sido feitas por espaçonaves de Marte.

Círculos nas plantações no Reino Unido 2016

Stonehenge, Wiltshire, 7 de Julho de 2016, © Steve Alexander

Círculos nas plantações no Reino Unido 2016

Bratton Camp, Wiltshire, 4 de Agosto de 2016, © Steve Alexander

 

 

Padrões de Luz

Padrões de luz, vistos ao redor do mundo, são manifestados por Maitreya em associação com os Irmãos Espaciais.

Padrões de Luz

K.E. tirou esta fotografia de padrões de luz em Ikebukuro, Tóquio, Japão, em 31 de Agosto de 2016.

Padrões de Luz

Padrões de luz fotografados por N.d.G em Marnixstreet, Amsterdã, Holanda, em 24 de Agosto de 2016.

Padrões de Luz

Padrões de luz vistos em Madison, Wisconsin, EUA, na véspera do Ano Novo de 2015, fotografado por E.T.


 

Tendências

Acordo de paz histórico termina conflito Colombiano

O governo Colombiano e o grupo rebelde da FARC chegaram a um acordo de paz histórico, terminando com mais de 50 anos de conflito armado. Depois de cerca de quatro anos de negociações, o acordo foi assinado em Havana, Cuba, em 24 de Agosto de 2016.

“Nós vencemos a mais bela de todas as batalhas: a Paz”, disse Ivan Márquez, o negociador principal do grupo rebelde. “A guerra acabou”, disse o principal negociador do governo, Humberto de la Calle, de acordo com o The Guardian. “É hora de dar a paz uma chance”.

Os cidadãos da Colômbia votarão no dia 2 de Outubro para aceitar ou recusar o acordo. “Está nas suas mãos, nas mãos de todos os Colombianos, decidirem com seus próprios votos apoiar este acordo histórico que coloca um fim neste longo conflito entre crianças da mesma nação.”, disse o Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos.

Sobre o acordo, a FARC desistirá de sua luta armada e se juntará ao processo político. Ela também concordou em ajudar a desmantelar os negócios de plantação e tráfico de drogas que ajudaram a sustentar financeiramente sua guerra. De sua parte, o governo fará investimentos substanciais na economia rural, e permitirá maior participação de pequenos movimentos políticos, incluindo o partido que uma FARC desmobilizada poderá criar.

O acordo de paz também inclui reparação as vítimas e cria um sistema de justiça transicional para crimes cometidos durante o conflito. Membros da FARC e soldados que cometeram e ordenaram atrocidades, mas que confessaram seus crimes, realizarão projetos e ações de “serviço comunitário” ao invés de terem sua punição na prisão.
(Fonte: commondreams.org; BBC: The Guardian, UK; colombiapeace.org)


mensagem anterior mensagem seguinte


HomeCopa

  | INÍCIO |