MAIN
Home
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 
 Início >> do Mestre>> Março 2017

Share International HomeShare International HomeBackground information

mensagem anterior mensagem seguinte

 

Pedido de apoio!

Veio ao nosso conhecimento que mais e mais pessoas estão recebendo nossa informação apenas pelo website, desta maneira, renunciando ao pequeno custo de assinar a revista Share International.

Nem todos podem, ou usam a internet, e é essencial ter uma expressão física externa, que pode apresentar com fotos, os eventos dos quais falamos. Isto significa que é necessário que haja uma revista, que,é lógico, requer uma grande quantidade de trabalho de voluntários, e muito dinheiro para ser produzida. Talvez exista a idéia de que a Hierarquia distribua dinheiro para este trabalho, mas este não é o caso. Assinaturas para a Share International são uma parte essencial para manter o nosso trabalho e alcançarmos o público. O custo da assinatura é mantido o mais baixo possível, a revista não é patrocinada por propagandas e custo postais e de impressão estão aumentando a todo o momento.

Certamente nós todos concordamos que todos aqueles que seriamente acreditam neste trabalham gostariam de ajudar a revista, sejam eles leitores ou não das informações pela internet.

Obrigado pelo seu apoio.


 

O fim da “era da barbaridade”

pelo Mestre--, através de Benjamin Creme

Chegará um momento quando a humanidade olhará para trás para este tempo e o verá como a “era da barbaridade”. Tão distante do possível ideal está a presente moribunda civilização, que o homem do futuro irá se perguntar como, e por quanto tempo, nós fomos capazes de sustentá-la.

Existem muitas causas e fatores envolvidos nesta triste situação: o longo, lento declínio na relação do homem com o homem corre em paralelo com, e reflete, a crescente sofisticação de seu armamento. Sua presente, triunfante habilidade de matar de locais a continentes de distância, estampa o selo em seu progresso rumo a autodestruição. A guerra se tornou cirúrgica e impessoal: não mais o guerreiro testemunha o olhar de terror no rosto de sua vítima.

Nesta situação, não é de se estranhar que as instituições do homem, políticas e econômicas, refletem, por sua vez, esta crescente alienação do homem dos mananciais de suas vidas. Comercialização, a florescente, porém furtiva e frequentemente oculta ameaça, controla agora as vidas e destino de incontáveis milhões, e reduz a uma cifra a individualidade do homem dada por Deus. As pessoas são agora estatísticas sem propósito ou necessidade, peões no xadrez das forças de mercado e nos lucros de empresas.

O árido deserto que nós chamamos de mundo moderno deixa o homem desamparado em relação àquilo que os torna humanos: felicidade, criativamente realizada, veloz em responder às necessidades dos outros, e livre. A competição mortal corrói o espírito humano e agora é a juíza na “batalha” da vida. A Vida, a Grande Aventura, foi corrompida e substituída por uma agonizante e injusta luta pela mera sobrevivência.

Sendo justo, estas terríveis condições não estão em todos os lugares e uniformemente presentes, mas em vasto número, elas representam a realidade de suas vidas, e, a não ser que os homens mudem de direção, elas apenas piorarão.

Quando Maitreya entrar, abertamente, na arena do mundo, Ele mostrará aos homens que tal vida de dor e luta não é inevitável, não é a única opção; que outro caminho é deles por direito, se for de suas vontades. Ele mostrará que já, no meio do caos e da crescente ganância, os homens estão reagindo contra tal enfraquecimento dos laços sagrados da vida; que grandes novas forças estão gerando um novo começo, e que do nosso presente tumulto está gradualmente emergindo uma superior, verdadeira demonstração da capacidade inata do homem em ir de encontro aos desafios do tempo, e de superar suas dificuldades.

Maitreya lembrará os homens de sua elevada origem e destino, e inspirará a criação de um novo tipo de vida: em harmonia, em corretas relações, sem se recorrer à guerra ou competição, em completa co-operação e mútuo respeito. Assim será.

(A Master Speaks, Abril 1999)


 

Perguntas e Respostas- uma seleção

Através do trabalho de Benjamin Creme com seu Mestre, informando o público sobre o eminente retorno de Maitreya, foi lhe perguntado inumeráveis perguntas, cobrindo uma vasta gama de tópicos. Nós estamos agora utilizando este grande recurso gravado; respostas dadas aqui foram dadas por BC e seu Mestre pelos anos, e não foram anteriormente publicadas na Share International.

 

São Francisco, EUA, Novembro 1995

P. Como nós podemos nos livrar das tendências negativas e emoções reprimidas do passado?

R. Realinhando nossa identificação. Quanto mais nos identificamos com a Alma, ao invés de com os veículos da Alma- os corpos físico, astral e mental—mais nós nos livramos das tendências negativas. Tendências negativas são o resultado da incorreta identificação. Nós nos identificamos com aquilo que sentimos, e sentimos, na maior parte, o negativo. Nos sentimos feridos, ruins, cruéis, irritados, e achamos que tudo isso é real. Nós assumimos como certo que seja real. Não é real. Estes são apenas nossos sentimentos, que passam por nós. Você não sentiu ele ontem. Talvez você não o sinta amanhã. Então o que há de real quanto a ele? Se ele não dura, então não é real. É transitório.

Se você se identifica com este sentimento, você o faz durar. Você o torna parte de seu sistema—por exemplo, a tendência negativa da auto piedade, que é abundante no mundo. Auto piedade é uma experiência muito negativa. Ela ocorre há todo momento, e sempre retorna ao indivíduo. Isso cria a condição de negatividade. Se você se identifica com ela, você simplesmente a fortalece. Ao invés, você a sente e fala, “Isto não sou eu”. Quem a está experienciando? Descubra quem a está. Isso é o importante—não o que você está experienciando, mas quem está experienciando. Você é aquele que é vital.

Você, como a Alma por trás da experiência, é aquele que é vital para se entrar em contato. Não “Por que eu sou sempre humilhado?”, “Por que eu estou sentindo tanta pena de mim mesmo?”, “Por que eu tenho todos estes sentimentos negativos?”, “Por que ninguém gosta de mim?”, “Por que eu não sou bem sucedido?”, “Por que eu não sou o Príncipe do País de Gales ou o Presidente dos Estados Unidos?”. Todos sentem pena de si mesmos em algum momento, e isto é um sentimento irreal. Você é um deus, um grande ser divino com toda a sabedoria, poder e amor da potencialidade de Deus. Está potencialmente em sua composição. Mas isso precisa se demonstrar.

A única coisa que impede isso de se demonstrar são esses sentimentos negativos de inadequação, auto piedade, ganância, egoísmo. O grande pecado, número um, o tipo mais grosseiro de heresia, é o sentimento de separação. Esta é a maior heresia. Livre-se do sentimento de separação e de que todos lá fora estão aqui atrás de você, para humilha-lo. Lógico, nós reprimimos estes sentimentos porque eles são dolorosos. É por isso que o reprimimos. Permita-os chegarem a superfície. Olhe para eles e diga, “Este sou eu? É lógico que não sou eu. “ Você se distancia deles, e eles morrem por falta de atenção.

Quanto mais você se foca em seus sentimentos negativos, mais força você dá a eles. Você está colocando energia neles. Seja lá no que você coloca energia, é fortalecido. Se você se distancia, você não os dá nenhuma atenção. Você diz, “Este não sou eu. Este não sou eu.” Então há uma distância criada entre os sentimentos e você, e gradualmente eles se enfraquecem e desaparecem, porque você nega à eles mais força. É assim que se deve fazer, sem repressão. Repressão não faz nada de bom, nem a auto indulgencia.

A maioria das pessoas ou reprime suas emoções, ou as satisfaz. Os psicólogos ensinam “Deixe sair tudo! Fique nervoso! Venha chutar a porta!”. É ridículo. É estupido. A forma é não negar as emoções, mas apenas olhar para elas sem tentar se livrar delas, sem reprimi-las, sem pensar, “Eu não deveria pensar isso. Isto é errado. Isto é ruim.” Simplesmente olhe para elas da forma correta sem negação, sem repressão, e elas desaparecem. Você enfraquece a força delas sobre você. Quanto mais você faz isso, cada vez mais fraca a conexão com esta negatividade se torna. Então você se torna livre. É a única forma de liberdade que você tem.

 

Tóquio, Japão, 2008

P. Maitreya vem para mudar o mundo ou torna-lo um lugar melhor?

R. Não. Este é o nosso trabalho. Maitreya não vem para tornar o mundo um lugar melhor. Nós precisamos fazê-lo. Maitryea e os Mestres nos ajudarão a fazê-lo, se nós fizermos as coisas certas. Se nós cumprirmos a Lei. Se nós nos livrarmos de nosso antigo passado Pisciano quanto ao qual nós estivemos nos agarrando, aos nossos investimentos, à nossa comercialização, ao nosso relativo poder e nosso pouco de superioridade como nações desenvolvidas. Nós estivemos nos apegando a tudo isso, às custas do sofrimento humano que está ocorrendo pelo mundo. Em qualquer momento, nos últimos 34 anos, nós poderíamos ter trazido Maitreya adiante no mundo cotidiano, e tê-Lo anunciar, Ele Mesmo, a Sua Presença.

Tudo o que temos de fazer é tomar os primeiros passos em direção àquilo que realmente é a nossa divindade. Quando eu digo os primeiros passos para a nossa divindade, parece algo tremendo. Como fazemos isso? Parece uma coisa enorme a se fazer. De forma alguma. É simples. Tudo o que precisamos fazer é tomar os primeiros passos em direção a verdade, em direção a corretas relações. Tudo o que precisamos fazer é vermos a humanidade como uma, um grupo. Irmãos e Irmãs de um grande grupo chamado humanidade—seja lá quais diferenças em cor, religião, tradição, entre outros, estas são apenas coisas superficiais. A verdade fundamental é a unicidade da humanidade. O primeiro passo, Maitreya disse, o primeiro passo em direção à partilha é o primeiro passo em direção à sua divindade. Ele diz: “Quando você partilha, você reconhece Deus em seu irmão.” Partilha é divina. Justiça é divina. Crie partilha e justiça no mundo, e você estará em sua divindade.

 

Tóquio, Japão, 2004

P. Maitreya é o espírito de cada ser humano?

R. Isto é precisamente o que Ele é. Maitreya, sendo o Cristo, o Instrutor do Mundo, encarnando a energia do Amor como Ele encarna, é capaz de ser o núcleo do amor no coração de cada ser humano. Quando Ele diz, “Eu estou com você e em você”, isto é literalmente verdade. “Eu procuro expressar aquilo que Eu sou através de você. Por isso Eu vim.” É por isso que precisamos de Maitreya. Nós precisamos da presença de Maitreya; nós precisamos da presença do Princípio Crístico, que Ele é, para nos mostrar como viver de uma forma que o Plano de Evolução na mente do Logos de nosso planeta se manifeste da forma correta.


 

Cartas ao Editor

A Share International tem uma grande reserva de “Cartas ao Editor”, que foram recebidas por Benjamin Creme, mas não publicadas. Nós agora seremos capazes de publicar tais cartas, algumas recebidas anos atrás, enquanto que outras são bem recentes. Todas as experiências descritas nestas cartas foram confirmadas pelo Mestre de BC como sendo genuínas.

 

Continue indo

Caro Editor,
No começo de 2014, eu estava viajando para casa, por Londres. Era tarde da noite, e eu estava me sentido cansado e com um pouco de pena de mim mesmo, depois de um longo dia de trabalho. O trem foi desviado por alguma razão, e eu tive que mudar de estação, prolongando a jornada. Descendo as escadas até a plataforma nesta segunda estação, eu percebi um homem idoso, talvez em seus 80 anos, caminhando muito calmamente. Ele era negro e usa roupas comuns e um boné. Ele estava sendo ajudado por um homem mais alto e jovem, talvez em seus 60 anos, que segurava o seu braço. As pessoas podiam passar por eles para conseguirem chegar à plataforma mais rápido, mas isso parecia um tanto desrespeitoso, e muitos de nós caminhávamos bem devagar, detrás dos dois homens. Levou muito tempo por causa do ritmo lento.

Na plataforma, nós aguardamos pelo trem e eu senti que queria ficar próximo dos dois homens, ao invés de andar na frente do trem, como eu normalmente faço. Quando as portas se abriram, eu peguei o outro braço do homem mais velho para ajuda-lo até o vagão. Ele disse “Deus te abençoe”. Eu me sentei e fiquei extremamente tocado. Parecia um grande esforço, e eu me perguntei por que eles estavam fazendo esta jornada na noite de um dia de semana. Fez me lembrar de meu pai, que naquele tempo, estava andando muito lentamente e precisando de ajuda. Isto certamente colocou a minha sensação de cansaço em perspectiva. Eles saíram do trem para o outro lado de Londres, na mesma parada que eu, e mais uma vez, caminharam muito lentamente para fora da estação.
T.C., Londres, Reino Unido.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o homem idoso era o Mestre Jesus.)

 

Visita do jardim

Caro Editor,
Por mais de quatro anos, eu tenho vivido em uma pequena cidade. Em um dia especial, em Maio de 2002, depois de terminar meu trabalho de jardinagem, eu decidi ir ao portão do jardim na rua. Quando eu olhei para o portão da frente com suas tulipas florescentes, eu ouvi a voz de uma mulher me perguntando algo sobre a secura o solo. Eu cheguei mais perto do portão do jardim, e lá eu vi uma senhora idosa e um alto homem de meia idade. Eu disse o quão bela a natureza florescendo era para mim, e que esperançosamente, os poderes da luz se tornariam mais eficientes. Percebendo e me perguntando ao mesmo tempo, a senhora disse: “Você é religioso?”

Eu me senti um tanto incerto. E mais uma vez, “Você é religioso?” Ainda eu não respondi, apenas sorri. Então a pergunta foi repetida duas vezes, em uma voz baixa e insistentemente: “Você é religioso?”

Eu senti alegria dentro de mim, respirei aliviado e disse: “Sim, eu sou.” A mulher falou comigo sobre a Bíblia, religião, e minha fé. O homem, de pé, um pouco do lado, não disse uma palavra, mas sorriu para mim de forma calorosa. Ele obviamente tinha uma doença de pele em seu rosto. Tudo na aparência da senhora parecia particularmente imaculado. Era claro para mim que algo especial estava acontecendo, mas eu não tinha tempo de pensar nisso.

Quando eles estavam prestes a sair, foi me perguntado, de uma forma casual: “Você acredita no reaparecimento do Cristo?” Eu quis dar uma resposta, mas não sabia como tão rapidamente. Então eu perguntei: “Você não tem certeza de que ele já está encarnado entre nós, a todo momento?” Antes deles finalmente irem embora, eles me disseram que aquela tinha sido uma conversa bem amável. Depois desta conversa, eu me senti feliz e alegre por um longo tempo.

Poderia ser que os dois visitantes eram Maitreya e Jesus?
C.E.-N,, Kleinkrausnik, Alemanha.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o homem era Maitreya, e a senhora era o Mestre Jesus.)

 

Transferência de estação

Caro Editor,
Em 16 de Novembro de 2002, eu fui de Colônia para Munique, para participar de uma palestra e meditação com Benjamin Creme.

Próximo das 9:15 da manhã, eu estava sentado em um banco na plataforma na estação, esperando pelo meu trem. Enquanto estava lendo, um homem alto repentinamente se aproximou. Ele tinha cerca de 30-35 anos de idade e disse: “Com licença, você poderia dar alguns trocados para um homem sem teto?”

Durante este curto encontro, eu senti uma corrente de energia entrando em todo o meu corpo.

Eu nunca vou me esquecer deste tipo de sensação em toda a minha vida. Eu lhe dei um pouco de dinheiro. Ele me agradeceu e então pediu dinheiro para a pessoa ao lado. Ele não pediu para mais ninguém. Ele depois deu uma volta atrás de mim e desapareceu.

Ele era um Mestre?
T.L., Colônia, Alemanha.

(O Mestre de Benjamin Creme confirma que o “homem alto” era o Mestre Jesus.)

 

Por pouco

Caro Editor,
Minha filha mais nova Mali (Amalia) me lembrou recentemente [2002] de uma situação quando ela era criança e estava no carro comigo. Nós estávamos parados na estrada, esperando pelo trânsito passar, para podermos virar à direita e irmos ao jardim central. Repentinamente, um carro amarelo veio de trás da linha onde estava o trânsito em nossa direção. O motorista talvez estivesse tentando parar o carro, já que ele passou diagonalmente por nós em grande velocidade.

Mali se lembra de ter ficado com medo e ter gritado, quando, repentinamente, apenas alguns segundos antes do impacto—o veículo passou pela direita do meu carro, e o acidente acabou não ocorrendo. Nós duas agora nos perguntamos se fomos protegidas, ou se nós tivemos apenas, milagrosamente, sorte?
B.F., Frimley Green, Surrey, Reino Unido.

(O Mestre de Benjamin Creme confirmou que vocês foram protegida por Maitreya.)

 

Conforto de estranhos

Caro Editor,
Na terça-feira, 2 de Junho de 2001, nossa filha Audrey foi atacada do lado de fora do cinema por uma jovem mulher de origem Árabe. Já que Audrey estava com arranhões em seu pescoço, foi nos aconselhado irmos a uma clínica; era cerca de 21:00 horas, estávamos sozinhos na parte de emergência do hospital; meu marido, minha filha e eu estávamos esperando por um médico.

Do lado de fora, um jovem entrou, nos cumprimentou e foi em direção a um elevador. Dentro dele estava uma senhora; então outro homem veio também, usando calças sport vermelha e branca, e com o seu braço direito engessado. Todos os três pareciam de origem Árabe. O segundo homem veio em direção ao elevador, e começou a falar com a senhora em Árabe, e virando em nossa direção, me perguntou se eu tinha entendido o que ela havia dito. Eu respondi que não. Então ele recitou um poema ou oração sobre Deus e me perguntou se havia um Deus ou vários Deuses. Eu não respondi. Então ele disse: “Você nunca está sozinho, seja lá onde estiver, você nunca está sozinho.” Ele me disse esta sentença várias vezes, e então falou com a minha filha, que estava sofrendo, e repetiu a mesma coisa: “Você nunca está sozinha, seja lá quem você for, você nunca está sozinha.”, várias vezes. Finalmente, ele me perguntou se eu acreditava que Deus era grande, e eu respondi: “Sim, Deus é grande.”

Seria possível saber quem eram estas pessoas que nós encontramos na clínica?
B.F., Saint-Louis, França.

(O Mestre de Benjamin Creme confirmou que o homem que falou era Maitreya, a “senhora” era o Mestre Jesus. O outro homem era um discípulo do Mestre Jesus.)

 

Sinal de fumaça

Caro Editor,
2002 foi um ano bem difícil para a família. Felizmente, nós temos a “marca da mão” de Maitreya, que nos ajudou várias vezes em nossas dificuldades.

Nós perdemos nosso querido cão “Angelo”, em 5 de Dezembro, e esta repentina perda trouxe para a família uma tristeza muito profunda. Naquele mesmo dia, na tarde, nossa mãe, que estava na cozinha, viu uma espécie de “fumaça” ou “vapor” branco estranho, flutuando na frente do jarro da água de Nordenau. Ela a dissipou com suas mãos, se perguntando de onde poderia ter vindo...Mas a “coisa” branca reapareceu em alguns segundos, para a sua surpresa! Depois na noite, quando minha irmã e eu chegamos em casa, eu ouvi dela sobre este incidente em peculiar, e pensamos imediatamente que este talvez tenha sido um sinal de cura da parte de Maitreya ou algum outro Mestre.

Duas semanas depois do incidente, nossa mãe desmaiou, provavelmente devido ao excesso de ansiedade e a sua condição física. Alguns dias depois, ela novamente viu a “coisa” branca no mesmo lugar. Desta vez, ela não tentou dissipá-la, mas agradeceu a Maitreya por tê-la encorajado.

A “fumaça” branca foi mostrada por Maitreya ou algum Mestre?
N.T., Kobuchizawa, Japão.

(O Mestre de Benjamin Creme confirmou que a fumaça foi manifestada por Maitreya.)


 

Sinais dos Tempos

Nós apresentamos aqui fenômenos que, para os editores, são “sinais de esperança” e “sinais dos tempos”. Felizmente, nossa atual reserva de fenômenos confirmados pelo Mestre de Benjamin Creme é bem grande. No entanto, no futuro, nós também apresentaremos material que não foi confirmado pelo Mestre de BC. Nós tentaremos ser os mais minuciosos possíveis em nossa investigação de cada “milagre” ou “sinal”, e os apresentaremos apenas para a consideração de vocês, já que nós não podemos agora utilizar a confirmação e maiores informações sempre oferecidas pelo Mestre de BC. Informações adicionais e mais detalhadas serão dadas nas legendas das fotografias.

 

A era dos milagres não tem fim

Figura brilhante nos céus sobre Tonga

Figura brilhante nos céus sobre Tonga

Uma figura apareceu nas nuvens, sobre Tonga, levando algumas pessoas a dizerem que foi um milagre. O residente local, Joey Mtaele, viu uma nuvem na forma de Maria, que foi iluminada pelo sol quando ele a fotografou acima da cidade de Halavela, em Tongatapu. O claro contorno da cabeça, corpo e pés, junto com um brilho dourado, levaram ele a acreditar que foi um sinal dos céus. Ele divulgou a mensagem com a legenda: “Esta é uma imagem inesperada e eu sei que é um milagre em minha vida. Obrigado, Senhor, por tudo que você me deu e pela minha família.” Alguns dizem que a imagem era a Virgem Maria, mas outros acharam que era Jesus. Scott C Waring, editor do site ufosightingsdaily.com, analisou a história e fez uma afirmação impressionante: “Podem ter sido os poderes divinos, já que a figura realmente parece com Jesus. Seu manto, braços abaixados, mas abertos. Se ele podia andar sobre a água, então andar nos céus deve ser fácil.” (Fonte: www.express.co.uk)

 

Mãe Maria mexicana chora

Mãe Maria mexicana chora

Em Dezembro de 2016, em Acapulco, México, Guadalupe Hernandez, dona de uma estátua de Maria, anunciou que sua figura de gesso da Virgem de Guadalupe tinha começado a derramar lágrimas. Ela descreveu o extraordinário momento depois de ter terminado de rezar e viu a estátua chorando: “Era meio dia e eu fiquei em frente dela, e falei com ela. Eu terminei minhas orações, olhei para “La Morenita (o apelido Mexicano) e vi ela chorando”. A Sra. Hernandez filmou o fenômeno e postou vídeos online. A notícia se espalhou e logo, devotos seguidores de juntaram para honrarem o templo em sua casa. A estátua foi então enviada para um padre local, para uma colônia religiosa, na qual suas lágrimas serão investigadas pelo experiente padre Octavio Gutierrez Pantoja. Até agora, ele nem confirmou ou negou o milagre. A Sra. Hernandez acrescentou: “É um presente de Deus, não sei por que e não sei o que está pode trás dele, mas nós aguardaremos.” A Basílica da Virgem de Guadalupe é o terceiro local sagrado mais visitado do mundo. (Fonte: telegraph.co.uk; dailymail.co.uk)

 

Energia dourada inundando o salão

Energia dourada inundando o salão

Energia dourada inundando o salão

Duas fotografias de Benjamin Creme, uma em uma palestra e outra em um workshop de Meditação de Transmissão (Munique, Alemanha, em 2008), mostram uma energia dourada inundando o salão, similar as fotos anteriormente publicadas que foram confirmadas como sendo benções de Maitreya. Enviado por K.H., Munique.

 

“Une photo mystérieuse de la tempête a Lomener”

“Une photo mystérieuse de la tempête a Lomener”

Esta fotografia foi tirada em 20 de Novembro de 2016, durante uma forte tempestade no mar em Lomener, Morbihan (Britanny, França), por Jean Libert, um leitor do jornal diário Quest France. O jornal a publicou em 23 de Novembro com o título: “Une photo mystérieuse de la tempête a Lomener” (uma misteriosa foto da tempestade em Lomener) junto com o comentário de Jean Libert: “Eles dizem que do caos a beleza nasce, e eu me pergunto se o futuro da humanidade está com as mulheres”. Enviada por um leitor de nosso site na Internet.

 

Bola de fogo em Colombia

Bola de fogo em Colombia

Segovia e Remedios, Colômbia- Na noite de 20 de Janeiro de 2017, residentes de Segovia e Remedios, Colômbia, ficaram deslumbrados por causa de um brilhante objeto semelhante a uma estrela que sobrevoou em baixa altitude o céu por vários minutos antes de desaparecer: “Parecia uma estrela brilhante muito grande, iluminando tudo ao seu redor,” disse Yen Milea Bran, que tirou as fotos: “Parecia uma bola de fogo.. e tinha círculos hipnóticos”, disse ela. (Fonte: inexplicata.blogspot.com)

 

Dois OVNIs no Reino Unido

Dois OVNIs no Reino Unido

Devon, Reino Unido- Durante a tarde de 28 de Dezembro de 2016, muitas testemunhas observaram um brilhante objeto com uma cauda flamejante, movendo-se lentamente sobre Devon, Reino Unido, e então desaparecendo sem deixar vestígios. Tyron Osbourne, 52 anos, fotografou o objeto acima de sua casa em Exmouth, e depois disse a um jornal local: “Eu nunca vi nada assim antes... Eu sempre pensei que não estávamos sozinhos no universo, e esperava ver algo que poderia me fazer acreditar que eles nos visitariam.”

Dois OVNIs no Reino Unido

Em outro incidente, na tarde de 2 de Janeiro de 2017, um auto intitulado “observador dos céus” em Newton, Abbot, Devon, Inglaterra, conseguiu fotografar um objeto circular brilhante, conforme ele voava em alta velocidade e altitude. (Fonte: ufosightingsdaily.com; daystar.co.uk)

 

Luz incomum sobre o céu em Salento, Itália

Luz incomum sobre o céu em Salento, Itália

Salento, Itália- Um vídeo postado no Facebook, por Lucio Magiotta, de Salento, mostra uma incomum luz no céu às cerca das 20:00 horas, em 9 de Janeiro de 2017, sobre Salento, Itália. No filme, um brilhante objeto branco em forma de esfera aparece no céu e muda de forma, tamanho e cor. Em um momento, ele fica de uma cor verde brilhante, e se torna um anel, similar a um anel de fumaça. Finalmente, a bola se divide em duas, antes de se dissipar. O vídeo foi filmado em um smartphone com o zoom máximo (8x), e o Sr. Margiotta disse que nenhum filtro ou efeitos especiais foram aplicados.

 

ÓVNI nos EUA

ÓVNI nos EUA

Lago Michigan, EUA- Em 26 de Setembro de 2016, uma testemunha nos EUA fez um vídeo de um grupo de objetos em forma de esfera brilhantes, que sobrevoaram, sem se moverem, o Lago Michigan. (Fonte: ufosightingsdaily.com)


 

Uma humanidade
“Anéis protetores da paz”

“Anéis protetores da paz”

“O Canadá falou: sem ódio, sem intolerância e sem violência religiosa”

Em 3 de Fevereiro de 2017, centenas de pessoas pelo Canadá se uniram ao redor de mesquitas próximas, afim de formarem escudos humanos, ou “anéis da paz”. As barreiras protetoras foram formadas no mesmo momento no qual Mulçumanos marcaram sua primeira sexta-feira de orações desde que seis Mulçumanos foram baleados rezando em um mesquita em Quebec, em 29 de Janeiro de 2017. O Rabino Yael Splansky, que organizou os “anéis de paz” ao redor das mesquitas de Toronto, disse; “Nenhum Canadense deveria ter receio de ir para sua casa de oração e crença. É uma cena aterrorizante. Imagine pessoas de fé indo rezar em paz e estarem em risco. Casas de adoração são sagradas e devem ser protegidas.”

Os protetores vieram de todas as fés, incluindo de sinagogas locais, igrejas e templos, e ficaram ombro a ombro do lado de fora de sete das mesquitas da cidade. Em Ottawa, Edmoton, e Newfoundland, similares “anéis de paz” foram criados ao redor de mesquitas. Do lado de fora da mesquita de São João de Newfoundland, onde centenas estavam, Syed Pirzada, da Associação Mulçumana de Newfoundland e Labrador, disse que sua comunidade ficou impressionada pelo apoio que eles receberam nos dias recentes: “Embora esta tragédia tenha sido muito ruim para Mulçumanos pelo país, a bondade e generosidade dos Canadenses tem sido uma grande fonte de conforto. O Canadá falou: sem ódio, sem intolerância e sem violência religiosa.” (Fonte: The Guardian, Reino Unido).


mensagem anterior mensagem seguinte


HomeCopa

  | INÍCIO |