MAIN
Home
BACKGROUND
Teachings
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ
FAQ

 

FAQ
FAQ
MAIS RECURSOS
Magazine
 
 

 
 
 Início >> do Mestre>> Outubro 2017

Share International HomeShare International HomeBackground information

mensagem anterior mensagem seguinte

 

Pedido de apoio!

Veio ao nosso conhecimento que mais e mais pessoas estão recebendo nossa informação apenas pelo website, desta maneira, renunciando ao pequeno custo de assinar a revista Share International.

Nem todos podem, ou usam a internet, e é essencial ter uma expressão física externa, que pode apresentar com fotos, os eventos dos quais falamos. Isto significa que é necessário que haja uma revista, que,é lógico, requer uma grande quantidade de trabalho de voluntários, e muito dinheiro para ser produzida. Talvez exista a idéia de que a Hierarquia distribua dinheiro para este trabalho, mas este não é o caso. Assinaturas para a Share International são uma parte essencial para manter o nosso trabalho e alcançarmos o público. O custo da assinatura é mantido o mais baixo possível, a revista não é patrocinada por propagandas e custo postais e de impressão estão aumentando a todo o momento.

Certamente nós todos concordamos que todos aqueles que seriamente acreditam neste trabalham gostariam de ajudar a revista, sejam eles leitores ou não das informações pela internet.

Obrigado pelo seu apoio.


 

A arte da cooperação

pelo Mestre--, através de Benjamin Creme

Cada vez mais os homens estão começando a compreender a severidade dos problemas que eles encaram hoje. Em todos os frontes—político, econômico e social—estes problemas se multiplicam e causam muita dor de cabeça e um triste choque de cabeças. Adicione a estes os problemas ambientais que a atitude desconsiderada do homem para com a natureza e os seus recursos criou, e o futuro para a humanidade parece definitivamente negro. Está ocorrendo a percepção de que a vida da humanidade está em uma crise e que algo radical deve ser feito antes que seja tarde demais.

O que, de fato, pode o homem fazer para se salvar do desastre? Que passos ele pode tomar mesmo que seja para mitigar a ameaça ao seu bem estar?

A resposta é relativamente simples mas parece, difícil para os homens perceberem, pegos, como eles estão, na rede de seus próprios condicionamentos.

Os homens devem se libertar do veneno da competição, devem percebê-la pelo glamour que ela é, e, vendo a União de todos os homens, abraçar a cooperação para o Bem Geral. Apenas a cooperação e justiça salvarão os homens de um desastre que eles mesmo criaram; apenas a justiça e a cooperação garantirão o seu futuro. Considerando que isso é assim, o homem tem poucas opções a não ser aceitar a cooperação como a chave para a sua salvação.

Quando os homens cooperarem ao invés de competirem, eles descobrirão uma poção mágica entrando em suas vidas. A facilidade com a qual problemas antigos serão resolvidos chocará, o impossível se tornará realidade, e através apenas da cooperação, os homens aprenderão a apreciarem a beleza do relacionamento que apenas a cooperação pode criar. Através da cooperação, a nova civilização será construída, a nova ciência revelada, a nova compreensão manifestada. Assim os homens crescerão juntos na descoberta de suas divindades. Assim eles conhecerão a alegria e felicidade de tal união.

Os Mestres, seus Irmão Mais Velhos, não são estranhos à cooperação. Em tudo o que Eles fazem, a cooperação tem um papel central. Não poderia ser de outra forma na Fraternidade manifestada na qual o câncer da competição é desconhecida.

É o Nosso mais profundo desejo que os homens aprendam a arte da cooperação, e para este fim Nós agiremos como mentores, ensinando através do exemplo. Tão libertadora é a cooperação que é surpreendente, não é, que os homens tenham demorado tanto tempo para aprenderem suas alegrias.

A era da competição está rapidamente chegando à um fim. Com o seu fim, violência e guerra, fome no meio da plenitude, ganância e separação, irão, da mesma forma, desaparecerem da memória. Para substituir estas tristezas, emergirá a abençoada cooperação, para garantir aos homens sua essencial divindade. Assim será e assim os homens compreenderão outra faceta da natureza de Deus.
(SI, Setembro 2000)


 

Chamado à razão

pelo Mestre--, através de Benjamin Creme

O tempo está logo chegando quando os homens perceberão que o problema mais importante que esta geração encara é o desequilíbrio ecológico que ameaça várias áreas da Terra. Como vocês sabem, os homens estão divididos quanto à extensão deste problema, mas a não ser que suas atenções sejam diretamente fixadas neste dilema ecológico, o futuro para muitos está em cheque.

Logo, muitos grupos perceberão a total importância deste perigo e que, ano após ano, pouco os separa do desastre. As forças liberadas pelo aquecimento global estão agora bem além do controle das ferramentas disponíveis aos homens.

Ouçam, portanto, enquanto há ainda um pouco de tempo. Pois as águas se erguem inexoravelmente, e os homens jogam, sem consciência, com o seu futuro. S.N.P—Salvem o Nosso Planeta.


 

Perguntas e Respostas- uma seleção

P. Por que o Furacão Katrina ocorreu nesta área, e por que de forma tão intensa? Ele é uma gigantesca liberação/limpeza de certos padrões, ou massivos movimentos de energia se movendo/transformando-se? Qual é a sua causa?

R. A Costa do Golfo Americana é, é lógico, uma área de furacões e esta é a temporada, mas a extraordinária intensidade (a pior na história recente) da tempestade tem causas kármicas. A inacreditável destrutividade deste evento trágico está relacionada aos igualmente destrutivos resultados das invasões no Iraque e no Afeganistão. É uma limpeza, a dissipação de uma força massivamente destrutiva. A pessoas precisam aprender a lei de causa e efeito. (SI, Out 2005).

P. O Furacão Gustav que afetou a costa Sul dos EUA, incluindo Nova Orleans, é o resultado do karma, o resultado de devas saindo do equilíbrio, ou apenas um fenômeno natural? (Você declarou que o Furacão Katrina que passou sobre Nova Orleans em 2005 e matou mais de 12.000 pessoas—segundo a informação do seu Mestre—foi o resultado de nossas ações no Oriente Médio.)

R. O Furacão Gustav foi o resultado dos devas saindo de equilíbrio. A humanidade está passando por um grande estresse e tensão e isso afeta a evolução deva. Então, embora de forma indireta, ele é kármico, embora mais geral em causa.

P. Em 29 de Outubro de 2012, o Furacão Sandy atingiu a costa leste dos Estados Unidos, causando morte e muita destruição. (1) Esta tempestade foi o resultado do (a) aquecimento global (b) os padrões de pensamento destrutivos da humanidade e/ou (c) karma? (2) Se karma teve um papel, você poderia explicar qual foi?

R. (1) Sim, todos os três. (2) Os EUA criam 25 por cento da poluição por carbono do mundo. (SI, Dez 2012).

P. Vamos supor que o Dia da Declaração seja atrasado por um tempo e que o mundo se encontre em uma crise, no limiar de uma guerra nuclear—Sanat Kumara, o Senhor do Mundo, e a Hierarquia permitiriam que o planeta fosse destruído?

R. Eu acredito que a Hierarquia, ou melhor, Sanat Kumara por detrás da Hierarquia, não permitiria que o planeta fosse destruído e não permitiria que a própria humanidade fosse aniquilada. Eu também acredito que a presença do Cristo é a garantia de que a decisão interna necessária para paz—isso quer dizer, a partilha—já foi tomada pela humanidade, esteja ela consciente ou não. O Cristo disse isso tantas vezes que nós devemos acreditar que seja verdade. (SI, Nov 1982).

P. É verdade que Santa Kumara está diretamente envolvido na questão nuclear?

R. Sim. Já que o segredo para a criação da bomba atômica foi liberado pela Hierarquia aos cientistas aliados durante a guerra de 1939 até 1945, Sanat Kumara está agora diretamente envolvido em qualquer uso de armas nucleares, e eu acredito, não permitiria tal catástrofe.

Guerra por acidente é outra possibilidade, e é lógico, na superfície pareceria que isso poderia ocorrer à qualquer momento. As garantias para o controle de tal eventualidade ainda estão nas mãos de seres humanos que podem falhar. Se houvesse tal liberação acidental de armas nucleares elas também poderiam ser neutralizadas, mesmo no ar, pela Hierarquia. Não seria permitido que devastássemos o planeta. (SI, Nov 1982).

P. Qual é o significado da fotografia da mão na sua mesa?

R. Esta mão é a “mão” de Maitreya. É a fotografia de uma “marca de mão” que apareceu no espelho em um banheiro em Barcelona, na Espanha, em 2001. Ela foi dada para que as pessoas possam invocar a ajuda de Maitreya. Maitreya disse: “Minha Ajuda é sua para pedir. Você precisa apenas pedir.” Eu não sei que ajuda pode ser dada e que ajuda não pode ser dada por Maitreya. Mas eu imagino que se você quiser uma Mercedes Benz ao invés de um carro modesto—talvez isso não venha assim tão rápido! Se você precisa de ajuda em circunstâncias pessoais, quanto a saúde, por exemplo, você pode invocar a ajuda de Maitreya apenas ao olhar para a “mão”. Esta ajuda será dada de acordo com a Lei do Karma. Se o seu karma permitir, então ajuda será dada. Se o seu karma é bom, então provavelmente mais poderá ser dado. Eu não sei onde iss pararia, ou qual seria o seu limite.


 

Cartas ao Editor

Memória Perfeita

Caro Editor,
Eu não consigo me esquecer. Durante o Novembro de 2000, em Toulouse, eu estava trabalhando no escritório da French Family Federation. Quando eu estava procurando pela lixeira, eu me encontrei com uma linda mulher. Ela estava usando roupas brancas. Seu cabelo era bem escuro, seu sorriso muito belo e a sua aparência era realmente perfeita. Quando eu cheguei no escritório, eu repentinamente percebi que eu deveria conversar com ela, mas ela havia desaparecido. Eu pensei que talvez ela estivesse esperando pelo seu filho na escola perto. O seu sorriso e a sua aparência ainda estão algumas vezes na minha memória, mesmo depois de 17 anos.
M.F., Orleix, Aureilhan, França.

(O Mestre de Benjamin Creme confirmou que a “mulher” era Maitreya.)

 

Mais “vislumbres fugazes”

As seguintes duas cartas são de testemunhas do “homem alto de turbante” visto na Conferência Americana de Meditação de Transmissão em 15 de Julho de 2017, e também descrito nas duas cartas intituladas “vislumbres fugazes” na edição de Setembro de 2017 da Share International.

Caro Editor,
O tema da nossa Conferência Anual de Meditação de Transmissão de 2017 em São Francisco foi “Fusão Grupal, Olhando para trás e Indo à frente”. O grupo focou-se em uma compilação de palestras inspiradoras dadas por Benjamin Creme e os quatros requerimentos necessários para se alcançar a iniciação grupal. A nossa pequena discussão grupal ocorreu em várias construções pelo campus. Neste momento, enquanto estávamos partilhando nossas reflexões sobre o tema, eu percebi pela janela um alto homem bonito passando pela nossa construção. Ele estava de jeans, uma camisa de várias cores, óculos de sol, e um turbante roxo claro. Haviam também alguns veados andando ao lado das construções. Era uma vista tão amável; ela me fez sorrir e ficar repleta de alegria. Eu me perguntei se este homem lindo talvez não fosse Maitreya. Pela conferência, as energias de amor de Maitreya estavam tão extraordinárias. Mais tarde no dia, eu descobri que um colaborador de outro pequeno grupo em outra construção tinha tido uma experiência similar.
A.D., Marietta, GA, EUA.

 

Caro Editor,
Durante nossa recente Conferência de Meditação de Transmissão de São Francisco, nós tínhamos dividido o nosso grande grupo em grupos menores para discussões mais íntimas. Eu fiquei com um grupo pequeno de colaboradores e uma sala chamada “O Ninho da Coruja”—uma localização que havia servido como um escritório para Benjamin Creme há alguns anos e que tinha uma janela à minha direita e uma bem na frente de onde eu estava sentada.

Quando uma colaboradora estava falando, eu estava pensando sobre o tema da conferência, “Fusão Grupal”, e casualmente dei uma olhada na janela da minha direta. Neste momento, um homem Sikh repentinamente passou. Ele estava usando um lindo turbante lilás, óculos de sol e jeans. Eu nunca havia visto um turbante desta cor e achei que fosse uma cor meio feminina para se estar usando, mas mesmo assim, ele era muito masculino. Ele caminhou em um passo de passeio para a calçada principal que ficava do outro lado do campus. Eu fiquei completamente impressionada quando as palavras vieram claramente à minha mente, “eu acho que talvez seja Maitreya”.

Eu fiquei em conflito e não querendo abandonar o meu grupo, mas havia em mim um inquestionável desejo em segui-lo. Eu levantei e rapidamente sai da sala para procura-lo, mas mesmo assim, ele estava tão longe que eu apenas consegui dar uma olhada final para ele antes dele desparecer em uma das esquinas, indo em direção à praia. Eu queria correr atrás dele, mas ainda havia uma dúvida de que eu poderia estar apenas perseguindo um estranho e se fosse Maitreya, o que eu faria assim que eu chegasse até Ele? Eu decidi voltar ao meu grupo, mas eu estava realmente consumida em meus próprios pensamentos desta experiência que eu havia terminado de ter.

Eu voltei para a sala e sentei-me novamente em minha cadeira, olhei para a minha direita para a janela novamente, e havia uma família de coelhos filhotes brincando na grama. Eu então olhei para a outra janela e vi veados e alguns de seus filhotes andando. Eu vi eles brincarem e desparecerem da mesma forma que o homem desapareceu. Foi uma experiência surreal e fiquei em silêncio e espanto pelo resto do meu tempo com o grupo. Eu depois descobri que outro colaborador em uma sala diferente também tinha visto o homem e também viu o veado seguindo ele.
W.L., Edmonton, Canadá.

 

Exibição particular

Caro Editor,
Em 1999, eu estava em uma pequena viagem para Jersey. Ao chegar ao quarto de hotel, eu comecei a refletir sobre alguns eventos recentes da minha vida. Depois de algumas semanas difíceis, eu estava pronta para seguir em frente, mas não sabia ao certo para onde gostaria de ir.

Eu disse: “Maitreya, eu não sei para onde minha vida está indo no momento. Eu preciso da sua ajuda, mas eu sei que só eu posso arrumar minha vida.”

Eu liguei a televisão e as notícias estavam passando. Eu tentei ligar o volume e achei que havia pressionado o botão errado já que a tela mudou e a imagem começou a chuviscar. Quando ela parou, eu tinha uma imagem perfeita de Benjamin Creme falando sobre Maitreya. Eu pensei “que sorte”, e sentei-me para ver: minha crise existencial foi esquecida. Era uma entrevista na própria casa de Benjamin Creme e ele falou sobre a emergência de Maitreya e os Mestres da Sabedoria com o seu costumeiro carisma e calma. Eu havia ouvido suas palestras muitas vezes e elas sempre pareciam novas. Ele também falou sobre a Meditação de Transmissão e mostrou o grupo em ação. Quando a câmera deu um zoom nos rostos individuais, eu achei que eles pareciam quase que angélicos!

Alguns meses depois, eu estava no telefone com Gill do escritório da Share International. Eu mencionei o programa e fiquei surpresa pelo fato dela não saber da existência dele. Ela achou que talvez fosse uma pequena entrevista em um canal a cabo. Eu disse que era um programa detalhado que durou cerca de uma hora.

Alguns meses mais tarde, eu estava de volta no mesmo hotel em Jersey. Eu liguei a televisão e encontrei apenas quatro ou cinco canais. Eu perguntei ao pessoal do hotel e eles falaram que não havia TV a cabo nele.

Eu disse isso à Gill quando nós falamos novamente. Ela decidiu contar a história para Benjamin Creme, que checou com o seu Mestre. O Mestre disse: “Maitreya colocou o programa para ela e mais ninguém o viu. Ela teve uma exibição particular em seu quarto”. Ele também disse para convidá-la a fazer parte do grupo de Meditação de Transmissão. Benjamin me disse que eu era livre para decidir, mas que “seria bem aconselhável aceitar a oferta”.

Se há uma moral para esta história, talvez ela seja: seja seletivo quanto ao que vê na televisão!
S.M, Richmond, Surrey, Reino Unido.

 

Empatia

Caro Editor,
Minha avó estava no hospital em Março de 2002. Não era a primeira vez naquele ano e ela estava lá porque havia quebrado uma perna. Ela estava com muita dor e estava esperando para ser operada, porque havia ocorrido em um fim de semana. Eu estava perdida em meus pensamentos quando sai do hospital com a minha irmã depois de uma visita, e estava muito triste pensando na dor da minha avó e na forma como ela estava sofrendo. No caminho para o meu carro, eu olhei de novo para o hospital e vi um homem descendo em um caminho que estava iluminado. Ele andava bem devagar e eu tive a impressão de que ele também estava com muita dor. Ele precisou parar várias vezes e também precisou da parede próxima dele para se manter equilibrado. Ele tinha a pele bronzeada, cerca de 35 anos, e tinha cabelos e olhos castanhos escuros. Estava usando o pijama do hospital e não tinha outras roupas com ele, mesmo estando muito frio naquele dia. Nossos olhos se encontraram e eu comecei a sorrir para ele. Eu disse oi e vi seus lábios respondendo. Depois, eu o mostrei para a minha irmã e ela também disse oi. Alguns passos depois eu olhei para trás e o homem havia desaparecido. Por todo o caminho que não estava iluminado não havia ninguém.
M.S, Alemanha.

(O Mestre de Benjamin Creme confirmou que o homem era o Mestre Jesus).


 

Sinais dos Tempos

Milagres inundarão o mundo

Figura semelhante à Cristo no horizonte.

Figura semelhante à Cristo no horizonteUm casal vivendo em Lons-le Saulinier, Jura, França, foi surpreendido ao ver uma figura branca que se parecia com a estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, Brasil. A figura apareceu em um morro próximo de Perrigny, que é visível de Lons-le-Saulinier, em 11 de Agosto de 2017, durante a tarde, quando o sol tinha finalmente aparecido após de um dia nublado. (Fonte: Le Progrès, França)

“Gradualmente, devemos assumir, muitos começarão a ver Maitreya como Aquele aguardado por todos os grupos religiosos, sobre vários nomes, e desta forma O chamarão. Alguns dirão: ‘Ele deve ser o Mahdi’, enquanto que outros afirmarão: ‘Krishna voltou, a lei foi cumprida!’. Outros se perguntarão: ‘Certamente ele é o Messias, que finalmente veio’, enquanto que outros O verão como o Cristo ou o Buda Maitreya. Todos O verão como Aquele que é esperado, cumprindo suas esperanças e vindo para satisfazer suas necessidades.

Maitreya não irá nem afirmar ou negar estas afirmações, nem deverão aqueles entre Seus trabalhadores que acreditam que O reconheceram. Não até o Dia da Declaração Maitreya afirmará a Sua verdadeira identidade e status.” (O Mestre de Benjamin Creme, de ‘Uma realização gloriosa’, Janeiro de 2010).

 

Sinal de Arco-íris

Sinal de Arco-íris

Caro Editor,
Em 1º de Maio de 2017, às 18:20, enquanto eu estava conversando com a minha mulher na cozinha, uma luz de prisma/arco-íris apareceu na fotografia da “mão” de Maitreya que está em nosso refrigerador.

A fotografia esteve lá por mais de um ano e nada assim aconteceu antes. Eu chequei cuidadosamente por qualquer coisa que poderia causa-la, seja dentro ou fora de casa, e não encontrei nada. Eu também estive checando esporadicamente para ver se a mesma coisa aconteceria no mesmo horário novamente—mas nada. Parece ter sido algo único. Isto durou 5 a 10 minutos.

É triste que Benjamin Creme não está aqui para totalmente confirmar; Eu suspeito, no entanto, que ele está conosco.

R.R., Los Angeles, Califórnia, EUA.

 

Foi relatado em Agosto de 2017 que um casal da Pensilvânia afirmou ter visto a imagem de Jesus em um ultrassom de seu bebê ainda não nascido. O homem que eles viram estava vestido com uma manta e estava olhando para o bebê do canto esquerdo da imagem.

A mãe, Alicia Zeek, disse que assim que ela viu, ela achou que a imagem era Jesus, o que os deram um grande conforto depois de terem complicações com suas duas gravidezes anteriores. O pai, Zachary Smith, disse que, embora a família não seja particularmente religiosa, eles viram a imagem como um sinal de cima: “O anjo ou Deus, ou Jesus, seja lá como você quiser definir, eu o vi como se fosse uma benção. Quando eu o vi, isto quase me trouxe lágrimas aos olhos. Fiquei sem palavras e não conseguia acreditar.” Logo depois, a bebê Briella teve um nascimento normal e é uma criança saudável. (Fonte: BBC)

 

Imagem do Observatório Solar e Heliosférico da Nasa (SOHO), tirada em 20 de Agosto de 2017, bem antes do eclipse, mostra um grande objeto voando próximo ao sol. (Fonte: NASA; YouTube: myunhuzen74)

 

Flórida, EUA- Uma testemunha em Coral Gables, Flórida, tirou uma série de fotos do eclipse solar nos EUA em 21 de Agosto de 2017, usando um filtro de lente. Ao revelar as fotos depois, o fotógrafo percebeu um objeto em forma de disco em várias fotos. “Quando você olha para a série de fotos... você pode ver que o objeto está se distanciando do sol”, a testemunha relatou. (Fonte: mufon.com)

 

Ohio, EUA- Em 21 de Agosto de 2017, uma testemunha em Concord Township, Ohio, fotografou o eclipse solar sobre os EUA. Um objeto em forma de disco é visível em algumas das fotos. A testemunha disse que ela e seu marido “foram tomados de surpresa por essas fotos e nós dois sentimos que havíamos testemunhado um avistamento de ÓVNI naquele dia.” (Fonte: mufon.com).

 

Washington, DC, EUA- Em 14 de Agosto de 2017, um espectador no estado de Illinois EUA, estava vendo uma transmissão ao vivo da Fox News que tinha uma câmera de TV em tempo real focada na construção do Capitólio em Washington, DC. Repentinamente, um brilhante objeto em forma de disco pôde ser visto passando rapidamente na frente do domo do Capitólio. O espectador gravou a transmissão e enviou o vídeo para um site de relatos de ÓVNIs. (Fonte: mufon.com; openminds.tv; ufosightingshotspot.blogspot.com)

 

 

México: luzes brilhantes no céu durante terremoto

México: luzes brilhantes no céu durante terremoto

Luzes brilhantes oscilantes azuis e verdes foram vistas durante o terremoto de magnitude 8.1 que atingiu a costa sudeste do México (Setembro de 2017). Foi um dos terremotos mais poderosos a atingir o México desde 1985. Menos de 100 mortes foram relatadas do tremor de Setembro de 2017.

Uma luz azul similar foi vista nos céus durante o terremoto de magnitude 7.5 em Tóquio, em 7 de Abril de 2011. A Share International relatou que “...a informação do Mestre de Benjamin Creme é a de que a luz foi, na verdade, o resultado das espaçonaves de Marte contendo a energia do terremoto, fazendo-a ‘implodir’. Esta ação impediu um efeito catastrófico do terremoto na cidade de Tóquio, com uma população de 13 milhões. Esta técnica está aparentemente em um estágio de desenvolvimento, e não foi usada antes ao se lidar com terremotos de tal magnitude. O resultado foi visto como tendo sido muito bem sucedido e promissor para emergências futuras.”
(Fonte: metro.co.uk; cnn.com; YouTube: The Cosmos News)
Foto: website metro.co.uk, fonte: Twitter/orlaherrera)

 

O Mestre de Benjamin Creme confirmou em muitas ocasiões que círculos nas plantações autênticos são o trabalho dos Irmãos Espaciais, principalmente dos planetas Marte e Vênus. Nos intrincados padrões vistos ao redor do mundo, principalmente no Reino Unido, a plantação é raramente danificada e, impressionantemente, os melhores pés permanecem intactos. Este fenômeno foi bem documentado por investigadores de círculos nas plantações.

Em 24 de Junho de 2017, um colaborador da Share International visitou um círculo em plantação em Veaugues, Sancerre, França, que tinha aparecido durante a noite de 1º de Junho. Ele relatou evidência dos pés de trigo não danificados mostrando que todas as plantas haviam sido curvadas nos nódulos do caule, e que elas continuaram a crescer normalmente depois.


 

Sábias Palavras

“Dando as boas-vindas à imigrantes e refugiados”

Papa Francisco: “A solidariedade deve ser concretamente expressa em cada estágio da experiência de migração—da saída, até a jornada e o retorno”.

Em 15 de Agosto, a Sua Santidade, o Papa Francisco, deu uma mensagem no Vaticano, antes da sua participação no Dia Mundial dos Imigrantes e Refugiados em 14 de Janeiro de 2018.

“Eu repetidamente expressei a minha preocupação em particular com a lamentável situação de muitos imigrantes e refugiados fugindo da guerra, perseguição, desastres naturais e pobreza...Quando eu institui o novo Dicastério (departamento da Igreja Católica) para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral, eu queria uma seção em particular—sobre minha supervisão em particular pelo tempo necessário—para expressar a preocupação da Igreja com os imigrantes, as pessoas deslocadas, refugiadas e vítimas de tráfico humano...A solidariedade deve ser concretamente expressa em cada estágio da experiência de imigração—da saída, até a jornada e o retorno. Esta é uma grande responsabilidade, que a Igreja pretende partilhar com todos os crentes e homens e mulheres de boa vontade, que são chamados a responderem aos muitos desafios da imigração contemporânea com generosidade, prontidão, sabedoria e visão, cada um de acordo com suas próprias habilidades. Em respeito a isso, eu desejo afirmar que a ‘nossa resposta em conjunto deve ser articulada por quatro verbos: receber, proteger, promover e integrar’”.

O Papa continuou: “Mais programas de boas vidas, já iniciados em diferentes lugares, parecem favorecer o encontro pessoal e permitem uma maior qualidade de serviço e garantia de sucesso”.
(Fonte: w2.vatican.va)


 

Dos nossos próprios correspondentes

Democratização da Mídia


Tirando os interesses dos 1 por cento da imprensa
por Thiago Staibano Alves.

No presente clima de acusação e contra-acusação, notícias falsas e checagem de fatos, a mídia está sendo criticada como nunca antes. Para a democracia funcionar, informação correta e sem impedimentos, e acesso igualitário à ela, são essenciais. É uma verdade sobre a qual democracia, justiça, boa governança, enfim, todos os pilares de uma sociedade civilizada, dependem. Em um mundo ideal, a mídia deve ser livre de inclinações, manipulação e pressões comerciais. Para a democracia funcionar, os cidadãos precisam ser livres para tomarem decisões e formularem criticamente e maduramente suas visões sobre os eventos e ideias do tempo.

Poucos descordariam que em uma democracia, aqueles responsáveis por divulgarem informações—a mídia—deva ser livre. Mas atualmente, muitos parecem confundir a imprensa livre com a imprensa de livre mercado! A competição de livre mercado dentro da mídia levou a monopólios internacionais—a acumulação da maioria das concessões de televisão, rádio, revistas e outros veículos nas mãos dos grupos mais poderosos e ricos. No Brasil, em 2013, 70 por cento da imprensa era controlada por apenas seis famílias, frequentemente aliadas com elites políticas regionais, e poderosos e gigantescos conglomerados econômicos e religiosos, cujos interesses são completamente contrários às necessidades e interesses das pessoas comuns. Em outro país em desenvolvimento, o México, o grupo Televisa tem 70 por cento de todo o mercado de publicidade de televisão.

No mundo desenvolvido, os monopólios de mídia abundam. Em 2013, na Austrália, 60 por cento da imprensa impressa era controlada por Rupert Murdoch, cujos extensivos grupos de mídia nos EUA incluem o poderoso canal de televisão, Fox News, e o jornal Wall Street Journal. Em 2012, 10 dos 13 maiores grupos de mídia estavam nos EUA.

A competição de livre mercado dentro da mídia levou a monopólios internacionais—a acumulação da maioria das concessões de televisão, rádio, revistas e outros veículos nas mãos dos grupos mais poderosos e ricos.

Historicamente, a atitude da maioria dos estados foi de conveniência e complacência quanto a concentração de tanto poder nas mãos de uns poucos grupos de mídia. Dominados pelos interesses dos mercados, muitos países permitiram a produção e acesso de informação estarem ligados aos interesses do mais poderoso 1 por cento da população. A relação entre mídia e poder econômico levanta a questão: a mídia é capaz de imparcialidade, considerando os interesses de seus patrocinadores? Em muitos casos, infelizmente, a resposta parece ser “não”.

Mais uma vez o Brasil é um caso a se apontar: pesquisadores já deram destaque à parcialidade da mídia ao relatar ataques às populações pobres rurais e sem terras, muitos das quais são ativistas favoráveis à reforma agrária e a políticas de alívio à pobreza. Relatos de assassinatos de tais ativistas dificilmente chegam nas manchetes nas mídias mais poderosas no país.

As mais poderosas mídias do Brasil são controladas por proprietários de terras, frequentemente os maiores criadores de gado do país. Não é de se espantar que elas sejam diametralmente opostas à política nacional de Reforma Agrária e outras políticas de alívio à pobreza propostas para a população rural.

Tais conflitos dão espaço a novas formas de se organizar a mídia: o objetivo básico é o de reivindicar a mídia como uma fonte de informação confiável, promovendo o pensamento crítico e desafiando a disseminação dos valores do livre mercado.

Rádios Comunitárias

A comunicação comunitária está se desenvolvendo como uma das principais formas de se desafiar a falta de imparcialidade e influência da mídia. Saindo de movimentos de base, ONGs e sindicatos, seu principal objetivo é o de dar às pessoas comuns um papel mais ativo na escolha e criação de notícias. Ela agora se expandiu para representar grandes seções da população com interesses em comum—por exemplo, na educação e nas artes—e para apoiar novas formas de mídia. Esta é uma rede crescentemente próspera que está dando às pessoas comuns um papel mais ativo na escolha e criação de notícias.

Um exemplo é a Radio Comunitária para Todos os Povos, uma iniciativa de mídia popular na região da Amazônia Oriental do Brasil. Seu principal objetivo é o de proteger e incentivar o estabelecimento de estações de rádios comunitárias para comunidades indígenas e outros grupos que têm seus direitos constantemente violados. Ela conduz workshops para ajudar comunidades locais a organizarem suas próprias mídias, usando novas tecnologias e técnicas de transmissão. O grupo também mantém um relacionamento próximo com a Associação Mundial de Transmissores de Rádios Comunitárias. Ambos defendem uma nova Lei de Mídia no país, que permitiria aos mais diversos setores da sociedade terem acesso às concessões de mídia e a descriminalização das rádios amadoras.

A Lei de Mídia Argentina: um modelo para o mundo

Projetos comunitários necessitam da proteção oferecida pelas leis de mídia, afim de que descentralização e democratização das concessões de rádio, televisão e outras mídias possam florescer. Monopólios de mídia são contrários aos princípios fundamentais da democracia, já que eles tendem a impedir ou excluir a participação de grupos menos poderosos economicamente da sociedade. Para resolver este problema, alguns países propuseram recentemente uma revisão de suas leis de mídia, de forma que mais grupos, incluindo movimentos sociais e associações sem fins lucrativos, sejam adequada e justamente representados. Um dos exemplos mais extensos e interessantes deste novo tipo de legislação é a bem conhecida Ley de Medios (Lei de Mídia) da Argentina, aprovada em 2009, e considerada como totalmente constitucional pela sua Suprema Corte em 2013.

A Lei de Medios está em linha com as mais modernas diretrizes para a promoção e respeito da diversidade cultural, como aquelas estabelecidas pela Convenção da UNESCO quanto a Proteção e Promoção da Diversidade de Expressões Culturais e a Declaração dos Princípios quanto a Liberdade de Expressão da Organização dos Estados Americanos.

A Ley de Medios criou uma série de corpos regulatórios para a mídia, como a Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual, que é a mais alta autoridade responsável pela implementação da nova lei de mídia, o Conselho Federal de Comunicação Audiovisual, o Conselho Consultivo para Comunicação Audiovisual e Crianças, entre outros. Estes corpos são compostos por membros do Executivo, do Congresso e da sociedade civil, e são principalmente responsáveis por colocarem a lei em prática.

Mas talvez o mais interessante aspecto da Ley de Medios seja a imposição de um limite para o número de veículos de mídia que qualquer grupo comercial possa ter. Isto está relacionado à posse de diferentes veículos de mídia na mesma região (por exemplo, uma companhia de comunicação que tenha uma rádio e um jornal na mesma região). A lei também estabelece outros tipos de limites nos níveis nacionais e locais. Nacionalmente, a lei limita o número de licenças por comunicação via satélite. No nível local, as companhias de mídia têm direito à apenas uma licença de rádio AM, uma licença de rádio FM e uma licença de televisão aberta ou fechada. Como uma consequência, a mídia foi aberta e democratizada, permitindo tempo de exibição, impressão ou espaço online para outros grupos.

Por fim, é digno de se notar que embora os mais conservadores setores da América Latina como um todo sejam críticos à Ley de Medios, ela foi aceita como um ponto de referência internacional para novas Leis de Mídias ao redor do mundo. Especialistas e a própria Nações Unidas elogiaram a Ley de Medios. O relator especial para a Liberdade de Expressão e Opinião da ONU, Frank La Rue, disse: “A Argentina tem uma lei avançada. Ela é um modelo para todo o continente e para outras regiões do mundo”.


mensagem anterior mensagem seguinte


HomeCopa

  | INÍCIO |